Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Pesquisa inquietante

23/04/2014

A última pesquisa de intenção de voto está inquietando a base aliada. Os números do candidato governista não são animadores para quem pretende conquistar o governo do Estado. As alianças políticas derivadas de bases de governo carregam no seu bojo o vício da conveniência. O grande problema para Marcelo Castro é que a maioria dos partidos da chamada base aliada só está com ele para manter os cargos no Governo. Não custa lembrar o frisson (ou a inquietude), gerado pelo ultimato dado no ano passado pelo então governador Wilson Martins aos seus aliados onde ele impôs uma data para que todos dissessem se ficariam ou não com a chapa majoritária por ele alinhavada. Só saiu o PT. Os demais ficaram porque sabem a necessidade que os partidos políticos do Piauí têm de manter seus ‘vaqueiros’ alojados na máquina administrativa do Estado. Portanto, aliança política, qualquer que seja, leva sempre em consideração a situação a que o partido ficará submetido no período eleitoral. Logo, não haveria diferença se amanhã o o candidato vir a ser outro. Portanto, essa situação não se altera nem quando se muda o candidato dentro do próprio agrupamento governista. Se por acaso venha ocorrer uma mudança de candidatura, a base que está hoje sustentando a candidatura de Marcelo Castro, apoiaria, o novo candidato. Diferentemente da opinião de alguns que acham que a performance eleitoral e pessoal de Marcelo Castro influi decisivamente no resultado da eleição, a formação da base indica outra direção. Qualquer candidato que contar com esse apoio terá as mesmas chances conferidas hoje ao peemedebista.









Aécio Neves impõe candidato próprio ao governo do Estado.



















PSDB quer

Aécio Neves disse ontem, a Firmino Filho, em Brasília, que quer candidato do PSDB a governador no Piauí. Pois não entende como é que Silvio Mendes, tendo mais votos, seja o vice de Marcelo Castro, que continua com os pés pregados no chão.
Não sai dos 14 por cento.

Estratégia
Aqui, entre os tucanos que frequentam o Bom de Bola, aparecer de vice de Marcelo Castro seria uma estratégia para Silvio Mendes sair como candidato apoiado pelo Palácio de Karnak.
Estão lembrados da viagem a Picos, onde Silvio e Zé Filho fizeram o pacto de aliança recíproca?

Problema
O problema é que, segundo se comenta, Zé Filho entendeu que, ao optar por ser vice de Marcelo Castro, Silvio Mendes o descartou da disputa.
Portanto, Zé Filho sendo candidato a governador, pode ter até Lucy, mulher de Firmino como companheira de chapa.
Mas não apoiará Silvio para governador e tampouco o quererá para seu vice.

Choque

A Eletrobras bate à porta de seus consumidores durante a madrugada?
Pois, no habitacional Jacinta Andrade, apertaram a campainha de uma casa da quadra 140, às 3h40min, dizendo que estavam ali para atender a uma ocorrência.
O dono da casa respondeu pelo interfone que não havia qualquer ocorrência (tipo falta de energia) e que ninguém de lá havia ligado para a estatal.

Henrique Pires
O engenheiro Henrique Pires é duro na queda. Tentou, tentou, até ser nomeado pela presidenta Dilma Roussef para a presidência nacional da Funasa. Pesou aí a indicação pelo vice-presidente da República, Michel Temer.
Marcelo Castro saiu derrotado, pois, tentou evitar a nomeação.

Perdedor
Marcelo Castro tem sido um perdedor nessa disputa de prestígio com Henrique Pires.
Há dois anos, ele tentou cooptar apoio das bancadas dos estados na Câmara Federal, para tirar Henrique Pires do cargo de diretor da Funasa.
Com jogo de cintura, Henrique tem trazido muito dinheiro para entregar diretamente às prefeituras.

Candidato
Magno Pires, pai de Henrique Rebelo, pode comprar o paletó da posse na Assembleia Legislativa.
Em qualquer lugar do mundo isso seria inusitado, mas aqui, pela influência e poder do gestor público, é fácil garantir apoio e votos nessas ocasiões.

Tamanho do PROS
O presidente nacional do PROS Euripides Junior disse ontem, a este jornalista, pelo telefone, de Brasília, que o partido não está aliado com ninguém, por enquanto, no Piauí.
E, para os próprios companheiros que estão loucos por cargos na gestão Zé Filho, ele diz que o PROS não disputa secretarias.
Precisa vir aqui para ver o ‘muído’ em torno da Secretaria de Defesa Civil.

Apoio
Euripedes Júnior deu a declaração quando se encontrava ao lado de Romildo Mafra que foi a Brasília com o pretexto de passar a Semana Santa.
Enquanto os governistas buscam apoio para Marcelo Castro, há indícios de que a tendência do PROS nacional seria por Wellington Dias.

Vandalismo
Sem energia há mais de 48 horas, moradores de Palmeirais meteram os pés pelas mãos e tocaram fogo no prédio da Eletrobras, no município. Os revoltados não esperam pela aplicação da lei à fornecedora de serviços que não está cumprindo seus deveres.
Esse é, na essência, o estado de natureza bem presente.

A lei
Mas como existe ordem, a polícia está aí para identificar, prender e o Ministério Público denunciar os incendiários.

Merlong
O deputado estadual Merlong Solano escreveu ao jornalista sobre o sumiço de dois carros na Secretaria das Cidades, que ele comandou na gestão de Wilson Martins, até janeiro último.
Na coluna, o jornalista disse que o novo secretário, Renato Berger, estaria atrás do paradeiro de dois dos sete carros que a secretaria alugou.
Espera-se que Berger esclareça o caso.

Ping Pong

Aeroporto do Odorico

Deputado Paes Landim (PTB) vai ao gabinete da ministra Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, reivindicar liberação de recursos para o Piauí.
Paes Landim: “A senhora precisa visitar a Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato”.
A assessora (antecipando-se): “Vou agendar a visita da ministra quando da inauguração do aeroporto daquela cidade...”
A ministra: “Eu prefiro ir antes porque esse aeroporto tá igual ao cemitério do Odorico, da novela O Bem Amado, nunca sai”.

Expressas

Os humoristas Octávio César e João Cláudio farão shows dias 29 e 30 deste mês, no teatrinho da Assembleia Legislativa. Às 20 horas.

O TRE reprovou contas do PSB, relativas a 2011 e suspendeu o recebimento das contas do fundo partidário.

Para apresentar a declaração do Imposto de Renda, não custa lembrar, o prazo final será dia 30 próximo.

Até agora, menos de 50% dos piauienses apresentaram a sua.A Receita espera receber 200 mil declarações no estado.

COMPARTILHE COM AMIGOS
portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014