Governo sob suspeita

É de se imaginar que o governo comandado por um ex-juiz federal, e, portanto, conhecedor, por dever, das leis, tenha como sua base a transparência, a moralidade e o respeito ético ao cidadão. Mas não é o que se tem observado na gestão do Flavio Dino, do vizinho estado do Maranhão. O Governador continua permitindo ação de lobistas e empresários com passado muito pouco recomendáveis, e, além disso, também continua contratando despesas e gastos inexplicáveis, como o aluguel de imóveis de amigos e protegidos para o governo do Estado. A coluna já antecipou aqui que um sobrinho do deputado federal Marcelo Castro continua operando na revenda de medicamentos, sem licitação e está fazendo uma verdadeira farra de negócios no estado do Maranhão, através de uma empresa terceirizada. Também existem criticas e investigações na Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares, que é o órgão do governo que assumiu o papel de recrutar mão de obra terceirizada para a saúde estadual, que cobra quase três vezes o preço praticado no mercado e é uma brecha permanente para contratação de protegidos dos políticos do governo. Além disso, a casa onde funcionou o QG de Comunicação da campanha política do então candidato Flávio Dino foi alugada para a Secretaria de Estado da Saúde, desde dezembro de 2015, por R$ 16,5 mil ao mês, ou seja, mais de R$ 200 mil ao ano. Por último, foi revelado pela imprensa do Maranhão que um filiado do PCdoB é o proprietário de um prédio onde funcionou o comitê do PCdoB em 2014, e hoje está alugado para outro órgão estadual, a Fundação da Criança e do Adolescente, demonstrando que a escolha de imóveis para o governo Flávio Dino (PCdoB) está intimamente vinculada à falta de princípios e critérios. Dentre esses supostos desmandos, falhas éticas e de conduta, vai-se firmando a ideia de um governo cada vez mais distante das expectativas do povo que o elegeu.

Empresário Marcelino Lopes se queixa da dificuldade de ser dono de empresa de ônibus em  Teresina
Empresário Marcelino Lopes se queixa da dificuldade de ser dono de empresa de ônibus em Teresina

Despesas
Da relação de deputados do Piauí que usaram sua cota parlamentar, o que mais gastou em 2016 foi Rodrigo Martins, R$ 494 mil.
O deputado Marcelo Castro é, aparentemente, quem menos gastou com passagens aéreas no ano de 2016.
Também pudera, de janeiro a abril, Marcelo estava ministro da Saúde, e, com isso, os seus deslocamentos se deram em jatinhos da Fab. 

A cota
Mas Marcelo conseguiu gastar R$ 7,84 da sua cota parlamentar quanto ainda era ministro, em fevereiro.

Plano?
E de repente, o Brasil tinha um plano para melhorar o seu sistema penitenciário, mas estava guardado. Devidamente guardado nas gavetas dos burocratas.
Essa é mais uma amostra da face real do país que há décadas não tem sequer um plano de governo, quanto mais um plano de Estado, abrangente e que trate eficazmente das verdadeiras questões que afligem a população.

Esparadrapo
O governo Temer adota no país as providências paliativas tipo colocar esparadrapo nas grandes feridas.
Se o problema é no setor penitenciário anuncia a construção de prédios e manda dois aviões levar menos de 70 soldados para vigiarem a parte externa das penitenciárias de Manaus e de Roraima.

Solução pequena
Michel Temer trata de problemas grandes com soluções pequenas.
No caso da seca no Nordeste já prepara os famosos carros-pipa para abastecer pequenas comunidades.
A transposição do rio São Francisco, que certamente resolve o problema, está na prateleira.

Conversa mole
Nessa questão das matanças nos presídios brasileiros, parece que nada vai acontecer além de um jogo de cena para uma plateia desesperada por medidas urgentes.
Só conversa mole.

Fiscalização
O sindicato dos taxistas de Teresina está cobrando uma maior fiscalização por parte da Prefeitura, em relação ao Uber.
O aplicativo de transporte particular funciona na capital há dois meses e já representa um importante meio de transporte, porém irregular, como denúncia o Sindicato da categoria.

Concorrência
A atuação do aplicativo em Teresina vem causando a redução do número de corridas, prejudicando os taxistas.
Segundo o presidente Raimundo Bezerra, o Uber está fazendo uma concorrência ilegal com os taxistas, já que não paga nenhuma tipo de imposto e nem segue exigências, como as que vêm sendo impostas pela Prefeitura aos taxistas.

Multa
Segundo diretor de fiscalização da Strans, Jaime oliveira, a equipe responsável pelo caso se reuniu ontem e já foram traçadas as metas de inspeção para serem cumpridas.
Ele informou ainda que caso seja pego em flagrante, o veículo será apreendido, passará 15 no deposito e o motorista pagará uma multa que representa 200 vezes o valor da passagem do transporte público, ou seja, R$ 660.

Ônibus
"Não é mais um bom negócio ser empresário de ônibus em Teresina".
A afirmação é de um dos donos de empresas de transporte coletivo e diretor do Setut, Marcelino Lopes.
Mas quem deixa?

Caso de polícia
Uma mulher, de nome Raquel Lima, postou nas redes sociais que apanhou do ex-marido. Diz que levou uma surra na frente dos filhos. Ela não cita o nome do agressor, apesar de dizer que até agora havia silenciado por ter sido intimidada por ele.
Existe intimidação maior que a taca recebida?

Quem é?
O que se tem nos bastidores é que ele seria vice-prefeito de cidade próxima a Teresina e irmão de um secretário de Estado.
Mas o caso está na Justiça (em segredo, segundo as partes), situação que não permite a divulgação do fato e dos nomes.
Pelo menos por enquanto.

Problema saúde
Foi infrutífera a reunião dos dirigentes do Sindicato dos Hospitais e representantes da rede clínico-hospitalar e laboratorial de Teresina com o secretário da Fazenda Rafael Fonteles.
E, por conta disso, continua suspenso o atendimento a segurados do Plamta e Iapep-Saúde.
Eles alegam atraso de mais de quatro meses.

Abre Alas
Mariano Marques está preparando o grande programa de TV para abrir 2017.
É o ‘Abre Alas’, que vai ao ar, na Antena 10, dia 28 próximo, direto da Ganadaria, churrascaria.

Ping Pong

Quem chegou primeiro?

O ‘desembargador’ Aloisio Procópio chega no Café São Braz na roda onde se encontra Romildo Mafra e vai logo contando as novidades.
O ‘desembargador’: “Bastou o Romildo saber do boato de que Silvio Mendes pode ser candidato a governador em 2018 que foi bater à porta dele às seis da manhã...”
Romildo: “Você soube disso ou chegou lá mais cedo que eu?”

Expressas

Em fase final, pista de atletismo da Universidade Estadual beneficiará alunos e atletas do Piauí. Os professores apostam na ampliação de projetos e pesquisas quando a obra for entregue.

O Piauí encerrou 2016 com queda de 32,3% dos casos de dengue. De janeiro a dezembro foram registrados 2.495 casos a menos que em 2015.

O programa Faxina dos Bairros, da Prefeitura de Teresina, retornará em todas as zonas da capital próximo sábado. Durante todo o dia, as equipes de limpeza percorrerão as áreas recolhendo o lixo.