Linha de divergência

No século passado o gaúcho Apparício Torelly era pródigo em ridicularizar a classe política, mas parece que o tempo não passou e suas frases de efeito são, ainda hoje, cada vez mais atuais. Assim, quando o Barão de Itararé afirmava "dizes-me com quem andas e eu te direi se vou contigo" parecia antecipar o apocalipse da classe política, que vive o seu ponto mais alto nestes momentos de crise de identidade, envolvida nos mais diversos escândalos ou, em casos menos complexos, sob desencontro de caminhos. Neste último caso parece que se encontram o PT do governador Wellington Dias e o PP do senador Ciro Nogueira, ambos candidatos a reeleição nas eleições de 2018. Dias quer abrigar, sob o manto do seu governo, todos os possíveis oponentes que lhe possam fazer sombra ou criar embaraços e, dentro disso, tem costurado acordos que visam levar o PMDB de Themístocles Filho e Marcelo Castro para o governo, além de manter o senador Ciro Nogueira na mesma base aliada. Logicamente, neste jogo de estica e encolhe, não existe pano para todas as mangas, e alguém vai receber menos do que espera, ou menos ainda do que se ache merecedor. Mas, pela fala do próprio governador, no início da semana, parece não existir outra saída para Ciro Nogueira que não seja a porta da rua, o desembarque do governo, porque ficou declarada uma espécie de quebra de confiança nas relações dos dois quando o governador disse alto e bom som que não prometeu a Secretaria de Saúde para o partido do senador e tampouco falou em reforma do seu secretariado. No PP a história é outra, ou seja, foi o governador quem tomou a iniciativa de prometer. Logo, o final dessa história pode se encaminhar no contexto de outra máxima do velho Barão do Itararé: "quem não muda de caminho é trem" porque as linhas de convergência entre os grandes líderes da política do Piauí estão ficando muito frágeis, de modo a deixar mais visíveis as linhas de perigosa divergência.

Ciro Nogueira está fora dos acertos para eventual mudança na equipe de governo no Piauí. Não disse ainda se manterá os cargos que o PP detém
Ciro Nogueira está fora dos acertos para eventual mudança na equipe de governo no Piauí. Não disse ainda se manterá os cargos que o PP detém

Caso Fernanda
Só faltava isso: sumir peça do volumoso inquérito que apura o assassinato da estudante Fernanda Lages, ocorrido há cinco anos.
Porque agora, não se sabe que forças ocultas estariam por trás de tudo isso, fica mais fácil encerrar o caso.
Basta o promotor Ubiraci Rocha desistir, justificando a falta do terceiro volume, sem qualquer conclusão.
Os matadores da estudante devem estar comemorando.

Bem guardado
O estranho nessa história é que o inquérito estava bem guardado até que o promotor Regis Marinho resolveu se interessar por ele na ausência de Ubiraci (estudando na Espanha) e, quando o devolveu, o cartório da 1ª Vara do Júri notou a falta do terceiro volume.

Mistério
Mas é bom que se registre que o promotor Regis alega ter devolvido o volumoso inquérito com todas as peças. Ele diz que estudou o caso e que iria dar prosseguimento, mas Ubiraci retomou o posto.
O mistério está nesse ponto: quem o surrupiou? E para quem?

Depoimentos
O terceiro volume contém depoimentos de todas as pessoas arroladas pelas policiais civil e federal.
E, contém, ainda, alguns fatos curiosos, como a informação do hotel Palácio do Rio, de que Jivago Castro havia se hospedado ali entre os dias três e cinco de setembro – uma semana após a morte de Fernanda.
Há outras informações muito importantes, segundo vazou uma fonte da polícia.

Vai, Henrique, vai!
É muito difícil alguém convencer o governador Wellington Dias que aquela ‘manifestação’ dos servidores da Sasc pela permanência de Henrique Rebelo foi espontânea.
Porque Sua Excelência tanto sabe que não foi que quase teve um ataque ao ver a arrumação.

Se perder um...
Pior é que Henrique Rebelo é suplente de deputado e está licenciado exatamente para ocupar o cargo na Sasc.
Se perder o de secretário certamente ficará sem o mandato de deputado.

Vem pra justiça!
Leitor do Portal AZ fez a seguinte pergunta quando viu a ’manifestação espontânea’ para Henrique ficar na Sasc:
“Será que os servidores da Secretaria de Justiça vão para as ruas clamar para Rebelo voltar para lá?”

Xexeu
Os amarelinhos da Strans estão iguais a Xexeu. Quando chove vão direto para o ninho. Anteontem, nos principais cruzamentos de Teresina que ficaram sem energia não se via nenhum agente da Strans.

Espaço Fechado
A Secretaria Estadual de Administração e Previdência informa que hoje, o Espaço da Cidadania do Shopping Rio Poty não vai abrir ao público. Será feita mudança no sistema de senha para melhorar o atendimento à população.
 O espaço será reaberto na segunda-feira. Normalmente, são distribuídas três mil senhas.

Intra corporis
Um grupo de 28 deputados de quatro partidos (PT, Psol, PTB e PMB) ajuizou mandado de segurança no STF para suspender, liminarmente, a tramitação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados.

Requerimento
La vem confusão: o deputado Gustavo Neiva (PSB) quer saber a relação de todas as empresas que terceirizam mão de obra para a Secretaria de Saúde. E a comprovação dos pagamentos nos últimos seis meses.

Ministério
O presidente Michel Temer deseja nomear o ex-ministro do STF Carlos Velloso para o Ministério da Justiça.
E, para a Secretaria Nacional de Segurança Pública, o ex-secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame.
Boas escolhas.

Ping Pong

Você sabe?

Roda de deputados no plenário da Assembleia Legislativa na semana seguinte ao impeachment da presidente Dilma. O assunto era a bravura do deputado federal Assis Carvalho, no plenário da Câmara, na defesa de Dilma.
Dr. pessoa: "Fizeram bem em afastar a Dilma porque eu não sei onde esse deputado Assis ia parar..."
Robert Rios: "Eu sei..."
Dr pessoa: "Você sabe? Pois diga, onde?"
Robert: "Em Curitiba".

Expressas

A Receita Federal iniciou anteontem em Teresina ações para verificar a regularidade de compensações de contribuições previdenciárias realizadas até o final do ano passado, declaradas pelos municípios.

O prefeito de Uruçuí Wagner Coelho esteve em Teresina participando do curso prático de Licitações e Contratos, Controle Interno, Transparência Pública e Incremento de Receita, promovido pela APPM.

Parte do trecho da Estrada Alegria foi interditado para evitar acidentes. As duas vias alternativas de desvios são a Avenida Manoel Aires, no sentido Sul-Norte, e a Rua Elesbão Veloso, que dá acesso ao conjunto Bela Vista.