A tesoura no carnaval

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, passou a faca em R$ 24 milhões que iriam para as escolas de samba. Além que precisa do dinheiro para outro tipo de escola, as creches municipais. Claro que os opositores do prefeito viram no corte uma influência de sua fé religiosa, já que o prefeito é um cristão neopentecostal ligado à Igreja Universal. Porém, o corte que o prefeito está fazendo não pode nem deve ser avistado somente pelo ângulo de sua opção religiosa. Há razões para acreditar que a administração pública, num período de vacas magras (para usar uma expressão de origem religiosa) deva eleger prioridades e festas, mesmo aquelas que proporcionem ganhos sazonais, devam estar numa lista das ações a serem incentivadas com dinheiro público. É claro que em cidades onde uma festa atrai muitos turistas, é preciso pesar e medir o corte de subvenções a eventos, não podendo o corte de dar sem o arrimo de um estudo que determine se a relação custo/benefício é favorável. No entanto, a postura do prefeito carioca parece ser um indicativo de que se devam cortar gastos públicos com carnaval naquelas cidades onde a festa é muito mais uma fonte de problemas do que soluções. Teresina, é bom que se diga, se inclui entre essas cidades.

Joesley batista, protegido da autoridades, e corrupto confesso
Joesley batista, protegido da autoridades, e corrupto confesso

Chefe
A JBS está distribuindo seus produtos sem a marca Friboi, que mereceu uma campanha milionária de consolidação. Resultado do boicote e das criticas de consumidores em redes sociais. Agora, a JBS usa a marca Do Chef.

Virgem, de cabaré
Ocorre é que a empresa faz isso no calor da entrevista do chefão Joesley à revista Época, na qual o corruptor-mor do Brasil afirma, como uma virgem de cabaré, que o presidente Temer é o chefe da maior organização criminosa do país.

Rabudo
Joesley, o corruptor-mor, com uma lista de 1,8 mil políticos em sua folha de pagamentos, quer convencer quem sobre eventuais candura e inocência? Ele era parte de uma organização criminosa e pelo volume de dinheiro que despejou, ele não era peixe pequeno. Era tubarão-líder.

Bilhete
Mão Santa demitiu por bilhete o seu secretário de Educação, Roger Jacob. No lugar, colocou Israel Correia, que fica no cargo até a escolha do novo ocupante do cargo.
Roger, que é um cavalheiro, minimizou o deboche de que foi vítima. Ele diz que segue apoiando o governo.

Lucro
Não se pode dizer que o ano de 2016 foi de todo ruim. A empresa Houston, do Grupo Claudino, divulgou na semana passada que seu lucro foi de R$ 6,8 milhões, contra R$ 5,4 milhões no ano anterior.

Mas...
... nem tudo são flores. Outra empresa do grupo, a Bike Nordeste, operou com receitas de vendas menores em 2016 na comparação com 2015. Não sem razão, teve um lucro bem reduzido, caindo de R$ 1,8 milhão para R$ 1,3 milhão.

Em baixa
Uma terceira companhia controlada pelos Claudino, a Eletronordeste, também teve um 2016 ruim. Na comparação com 2015, o balanço divulgado na semana passada indica queda de 15,7% nas vendas e de 28% no lucro.

Incêndios
As chuvas boas fizeram brotar mais vegetação nativa no Piauí e isso funciona como um elemento a mais para os incêndios florestais que se espalham pelo Estado. Com mais vegetação seca, há mais o que ser queimado e o risco de fogo aumenta.

Limpeza
Talvez devessem as empresas e as prefeituras seguir os exemplos da Chesf e a da Universidade Federal. A UFPI mandou limpar faixa entre áreas de mata e pistas de tráfego nas suas áreas internas, para reduzir risco de queimadas. A Chesf limpa as faixas por onde passam suas linhas de transmissão.

Hospital
O Hospital São Marcos vai concentrar seus atendimentos em alta complexidade. Faz bem, porque há uma rede de retaguarda que precisa mesmo fazer a média e baixa complexidade.

Ping Pong

É só escovar os dentes

Numa dessas festas do Piauí em São Paulo, grupo de políticos vai para boate de Streep tease. O prefeito João, de cidade do interior, logo se engalfinha com uma linda loira, com quem troca sucessivos beijos. Não demora, ela sobe ao palco para dançar e faz sexo ao vivo. A cena horroriza os componentes da mesa. Um assessor de senador o provoca.
O assessor: “Olha lá a sua ‘namorada’ está fazendo sexo oral com o negrão...”
O prefeito: “Eu não a quero mais...”
O assessor: “Se preocupe não, ela vai escovar os dentes”.

Originalmente publicado em 27 de fevereiro de 2012.

Expressas

A prefeitura de Novo Santo Antônio vai pagar R$ 27,9 mil à empresa Inove Eventos para as festividades juninas da cidade.

O asfalto das vias internas da Universidade Federal do Piauí está sendo recuperado, finalmente, após anos de buraqueira.

Termina hoje o festival de Pedro II. Festa boa, animada e para que seja boa de sempre, muita atenção e prudência no caminho de volta.