Resposta às claras

Setores governistas, notadamente assessores com bom trânsito no Palácio de Karnak, tem se queixado das pesadas acusações que lhe faz o deputado Robert Rios, em discursos na Assembleia Legislativa, inclusive com adjetivos nada lisonjeiros contra o governador Wellington Dias. Esses mesmos assessores apontam em outra direção: as últimas publicações do Diário do Povo, jornal que recentemente mudou de direção (e de opinião), que tem sido cáustico e incisivo nas denúncias sobre supostas ilegalidades ocorridas em variados setores da administração. A metralhadora verborrágica de Robert Rios mostra que ele resolveu definir o lado em que está, ainda que mereça algumas pinceladas de corretivos quanto ao comportamento. Já se disse que enquanto ele se apresenta ácido durante o dia, mantém, todavia, uma injustificada relação ‘social’ com sua excelência. Viralizou a foto em que Wellington aparece abraçado ao deputado em dia de confraternização. Isso, entretanto, não vem ao caso. O que se nos parece é que estaria faltando ao governo o poder de fogo não para amordaçar a mídia que o fustiga e calar o adversário político, mas, sobretudo, para mostrar à opinião pública que o governo investiga o governo e quer suas ações às claras. Quando um gestor recorre ao artificio do processo judicial contra seus críticos, ao invés de justificar (e explicar) eventuais erros denunciados, estará perdendo a preciosa oportunidade de vir a público explicar os fatos, reverter a situação, mostrando quem tem razão. Pode estar havendo apenas erros processuais nos procedimentos licitatórios, mas se há de convir que não havendo resposta às denúncias, as suspeitas, que já são públicas, prosseguirão. Daí se exigir uma posição clara e rápida do governo. O contribuinte não exige muito, quer que o governante seja apenas e tão-somente transparente.

Firmino Filho deflagra a programação de aniversário de Teresina. Veja no www.portalaz.com.br. (Foto: Marcelo Gomes/Portal AZ)
Firmino Filho deflagra a programação de aniversário de Teresina. Veja no www.portalaz.com.br. (Foto: Marcelo Gomes/Portal AZ)

Sala 3 em 1
A secretaria Nailer Castro, da Educação de São Raimundo Nonato se deparou com uma situação sui generis no setor.
Alunos das quinta, sexta e oitava séries estudando numa única série e, todos, juntos na mesma sala.

Como ensinar?
Fica-se imaginando a situação vexatória da professora dessa turma, que, ao tocar num tema, vai logo dizendo: “Olhem para lá meninos da quinta e da oitava, esse tema é para a turma da sexta série”.
Acaba não, mundão!

Unificação
Ironias à parte, essa questão da ‘unificação’ nas escolas de São Raimundo Nonato  precisa ser bem investigada porque é capaz de terem recebido verbas estadual e federal para três estruturas distintas e só existia uma.

Pacto corrupto
A Secretaria de Educação já fechou bem umas três escolas porque, depois que fez o mapeamento, para separar os alunos por série, teve escola que só ficou com nove alunos. 
Essa é a velha constatação de que no ensino existe aquele pacto corrupto, de que o professor finge que ensina e o aluno faz de conta que aprende.

FGTS
Pela primeira vez, os trabalhadores vão receber metade dos lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A partir de 31 de agosto, R$ 7,28 bilhões serão depositados nas contas do fundo de 88 milhões de brasileiros.
Cadê o meu? 

Operação
A Polícia Militar deflagrou a Operação Mandacaru, por tempo indeterminado, para reforçar a segurança nas ruas de Teresina. A ação visa coibir especialmente o porte ilegal de armas de fogo, furto e roubo de veículos, além do tráfico de drogas. 

Maldita vida
Na quinta-feira um comerciante no Parque Piauí, morreu porque tinha pouco dinheiro, quando dois criminosos entraram na sua loja para assaltar. 

Referência
O médico neurocirurgião piauiense Ricardo Lopes vai realizar de 12 a 14 de outubro um curso para neurocirurgiões brasileiros, em Nova Iorque, onde há um dos maiores laboratórios de neurocirurgia do mundo.  

Visitas
O governador Wellington Dias, a vice-governadora Margarete Coelho, o diretor geral do Dnit Valter Cassimiro Silveira e representantes da bancada federal visitaram ontem obras nas BRs 135 e 235 na região de Bom Jesus e em Teresina.

BR da morte
A BR 135, que ficou conhecida como a “rodovia da morte” já registrou quase 50 mortes em 2017. 
Tomara que agora a comitiva resolva de uma vez o problema.

Ping Pong

Doidos somos nós

Entusiasmados com o festival de inverno de Pedro II, sanfoneiros da Orquestra Sanfônica de Santa Marta retornam em ônibus para Corrente. No coletivo, o ‘maestro’ Raimundinho Santana, aparentemente dormindo.
Sanfoneiro 1: “ Rapaz, esse doutor Raimundinho é tão bom e ainda tem gente que diz que ele é doido...”
Safoneiro 2: “Doidos somos nós que confiamos nele.”

Publicado originalmente em 17 de junho de 2010

 

Expressas

O Café com Informação da semana é com o prefeito Firmino Filho, sobre os 165 anos de Teresina. 

O promotor de Justiça Rômulo Cordão já está de volta a Teresina. Ele esteve afastado para estudar em Roma. 

João Henrique de Almeida Sousa tem é andado pelo Piauí buscando apoio à sua candidatura ao governo em 2018. Anteontem, esteve em Redenção do Gurgueia.