Imprensa nacional repercute sentença inédita da Justiça do Piauí


ESTUPRO VIRTUAL
Repercutindo matéria da Folha de São Paulo, o site Conjur (Consultor Jurídico), um dos mais importantes sites jurídicos do país, destacou nesta sexta-feira (11/08), sentença inédita no Brasil proferida pelo juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Luiz de Moura.

A matéria traz detalhes da decisão inovadora do magistrado piauiense.

VEJA A ÍNTEGRA DO TEXTO

Ao chantagear vítima exigindo pornografia, homem é preso por estupro virtual

Por ter chantageado uma mulher e exigido que ela lhe enviasse fotos se masturbando, um técnico de informática foi preso no Piauí acusado de estupro. É o primeiro caso no Brasil de prisão pelo que tem sido chamado de estupro virtual.

O tipo penal que o acusado terá de responder é o mesmo do estupro. O delegado que investiga o caso inclusive afirma que é o mesmo crime, já uma pessoa obrigou outra por meio de ameaça a fazer ato libidinoso.

Como na maioria dos casos, o acusado e a vítima tiveram relacionamento por um período, quando ele tirou fotos da mulher nua enquanto dormia. Depois da separação, o homem criou perfis falsos em redes sociais e passou exigir que a ex-companheira enviasse fotos se masturbando — caso contrário, divulgaria as fotos que já tinha dela.

Para não ter suas fotos vazadas, a mulher atendeu a ordem. Porém, a extorsão continuou, com mais pedidos. Ela, ainda sem saber quem era que a ameaçava, buscou ajuda na polícia. As autoridades rastrearam o IP do técnico de informática e o prenderam.

Segundo o delegado Daniell Pires Ferreira, da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, responsável pela investigação, trata-se de estupro, independentemente de ter ocorrido sem a presença física do agressor. “É um estupro ocorrido em ambiente virtual”, afirmou, explicando que a configuração do crime ocorreu quando o homem obrigou a mulher a praticar consigo mesma o ato libidinoso.

“Ela foi ameaçada, foi constrangida mediante grave ameaça para manter ato libidinoso. Isso caracteriza o crime de estupro”, afirmou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Gelatina retarda o processo de flacidez do envelhecimento

Os benefícios da gelatina para a saúde envolvem o fortalecimento das unhas e cabelos, dando-lhes maior resistência, espessura, crescimento e brilho. A gelatina é também uma excelente fonte de hidratação devido ao seu elevado conteúdo em água, que mantém a firmeza da pele e dos cabelos e ajuda a combater a prisão de ventre. Além disso, a gelatina é uma sobremesa de origem animal rica em colágeno, que é o elemento responsável pela manutenção dos ossos, pela reconstituição e regeneração das articulações e que atua de forma a retardar o processo de flacidez natural própria do envelhecimento, evitando assim as rugas, celulites e marcas de expressão.

Gelatina engorda?

A gelatina não engorda, porque apesar de ter açúcar, tem também muita água, o que faz deste alimento um complemento muito bom para as dietas. Quem quiser pode optar pela gelatina diet ou ligth, e aí não tem açúcar nenhum. A gelatina não tem gorduras e é uma alternativa doce que pode ser consumida na versão diet, podendo fazer parte de uma dieta para emagrecimento ou apenas para o rejuvenescimento da pele, por causa do colágeno.

Adicionar maçã, morango, pêssego ou abacaxi aos pedaços na água quente, antes de fazer a gelatina, é uma forma de tornar a gelatina ainda mais nutritiva.

Fonte: Tua Saúde

Cultura  /  Hoje





Pensamento do dia!!!