Prefeito inicia mudanças no secretariado. João Batista vai responder por 5 pastas até definir os novos nomes

Secretários foram rebaixados para assessores especiais e aguardam os titulares.

João Batista: super-secretário vai responder por 5 pastas
João Batista: super-secretário vai responder por 5 pastas
Helder Kaic deixa a Secretaria de Direitos Humanos
Helder Kaic deixa a Secretaria de Direitos Humanos
Messias Brito deixa a Secretaria de Segurança
Messias Brito deixa a Secretaria de Segurança
Bringel deixa a Agência de Tecnologia
Bringel deixa a Agência de Tecnologia
Aristóteles Teixeira deixa a Fundação Cultural
Aristóteles Teixeira deixa a Fundação Cultural

O prefeito Luciano Leitoa dá as primeiras demonstrações de que fará um ampla reforma em seu secretariado. Ele transformou o secretário interino de Governo João Batista Ponte num super-secretário e o robusto assessor de primeiro escalão passa a responder também pelas Secretarias de Direitos Humanos, Segurança e presidências da Fundação Municipal de Cultura e Agência de Tecnologia, transformando todos esses secretários que estavam respondendo interinamente pelos cargos em meros assessores especiais das pastas que ocupavam.

É o caso, por exemplo, de Helder Kaic (Direitos Humanos), Messias Brito (Segurança), Aristóteles Teixeira (Fundação Cultural) e José Ribamar Bringel (Agência de Tecnologia), todos eles estão cedendo seus espaços e status para deixar as pastas livres para as indicações futuras do prefeito em seu segundo mandato.

Colocar João Batista Ponte, seu homem de confiança, para responder pelas secretarias em questão é o indicativo de que elas irão para outras mãos no decorrer da reforma que o prefeito começou a divulgar hoje, através do Diário Oficial do Município com publicação datata do último dia 4, mas como a edição está atrasadíssima chega somente ao conhecimento público hoje (11).

As novas indicações e nomes dos novos secretários também deverão ser anunciadas de forma atrasada no Doem, mesmo que seus efeitos retroajam para o dia 2.