Assessor diz que Luciano Leitoa não vai tolerar desvio de condutas de auxiliares em sua segunda gestão

Prefeito Luciano está com o "desconfiômetro" ligado

Luciano Leitoa: luz ao fundo
Luciano Leitoa: luz ao fundo

O auxiliar direto ou indireto nomeado pelo Luciano Leitoa, de Timon, que pensar que ele vai tolerar desvio de condutas administrativas ou financeiras em seu segundo mandato, onde geralmente as coisas “correm frouxas”, está redondamente enganado.

Ao primeiro sinal exterior de que o órgão está sendo usado para benefício próprio de seus gestores ou interveniência do uso da máquina em favor de interesses pessoais ou de empresas ligadas ao gestor, esse auxiliar será automaticamente desligado da gestão e um processo administrativo será aberto para apurar os danos causados ao erário público.

E não adianta, por mais que as pessoas se embrenham nas escuridões de práticas delituosas, aos poucos, esses desvios chegam ao conhecimento público, através de denúncias feitas pelos meios de comunicação, por isso é bom que os gestores mantenham o foco bem iluminado para evitar constrangimentos de serem pegos com a “boca na botija” pelo prefeito Luciano Leitoa ou serem flagrados em notas de rodapé pela imprensa.

Mas para prevenir qualquer tipo de prática delituosa em andamento, o prefeito tem adotada a troca de auxiliares que permaneciam em sua primeira gestão à frente de almoxarifados, setores de material e até tesourarias.

Quem avisa amigo é!!!

As medidas acima foram extraídas de conversa do titular do blogdoribinha com auxiliar próximo do prefeito onde foi relatado o suposto uso de órgão da gestão municipal em benefício próprio do gestor.