Mulheres recebem palestras e exames gratuitos em Piracuruca

Como forma de celebrar a campanha do Outubro Rosa e reforçar a conscientização de mulheres para a prevenção do câncer de mama e de colo uterino, durante todo este mês as unidades de saúde de Piracuruca realizam consultas, exames e concedem orientações gratuitas sobre prevenção e tratamento das doenças, além de outras dicas de saúde.

Nesta segunda-feira (10), o Posto de Saúde do bairro Colibri, localizado na zona Oeste do município, deu início às atividades prestando informações e reforçando a importância de a mulher ficar atenta a alterações suspeitas.

De acordo com Renata Brandão, enfermeira chefe da unidade, além das ações de conscientização para disseminar informações sobre acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento do câncer de mama e de colo uterino, serão realizados serviços de atendimento e encaminhamentos durante a campanha.

“Durante o decorrer do mês de outubro realizaremos palestras e concederemos orientações às mulheres em todas as faixas etárias, sobretudo, as que têm acima de 40 anos. Além disso, na próxima sexta-feira (14) será realizada uma palestra educativa com profissionais de nossa unidade, falando da importância da prevenção”, destaca Renata.

Ainda de acordo com Renata, as ações têm como objetivo tornar tais exames acessíveis para as mulheres de Piracuruca. “No final do mês também realizaremos um mutirão de exame citopatológico do colo do útero e avaliação das mamas. As pacientes que necessitarem de uma avaliação mais criteriosa serão encaminhadas para realização de ultrassom ou mamografia”, acrescenta.

Outubro Rosa contribui para a redução da mortalidade

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. Neste ano, a campanha tem como tema "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?". Segundo levantamento realizado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), são esperados 57.960 novos de câncer de mama somente este ano no país.

A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres, sendo a prevenção ainda é a melhor forma de combater a doença. Na maioria dos casos, quando detectado em fases iniciais, existem uma maior probabilidade de tratamento e cura.