Marcada anteriormente para o dia 20 escolha do nome do candidato a vice é mais uma vez adiada

O dia 20 de junho não mais será a data em que o governador Wellington Dias vai escolher e anunciar o nome que vai formar com ele a chapa para o governo do estado como candidato a vice-governador. No dia 21, o PT dá início ao seu encontro estadual para discutir e aprovar propostas de alianças e candidaturas a serem homologadas na convenção do partido que acontecerá em julho. Só depois do encontro do PT é que Dias pretende concluir o processo de escolhe de seu companheiro de chapa.

A decisão do governador de adiar mais uma vez a escolha do nome do candidato a vice partiu de um conselho do senador e presidente nacional do PP Ciro Nogueira, durante um encontro dos dois no dia 3 de junho em que estava presente o deputado Júlio Arcoverde. Neste encontro, presente também a senadora Regina Sousa, Dias tentou convencer os dois dirigentes do PP a aceitarem o MDB na coligação alternativa que o partido do senador está buscando ante a decisão do PT de disputar com chapa pura.

Ciro Nogueira e Júlio Arcoverde recusaram e condicionaram a entrada do MDB na aliança se o PT fosse junto; do contrário o PP permanecerá com sua chapa alternativa. Foi quando o senador sugeriu que o governador só definisse a escolha do nome do vice depois de solucionar o impasse com a formação das chapas proporcionais. Com isso, o governador parece que seguirá o conselho e isso deixou o MDB numa situação de desconforto porque a data do dia 20 foi definida por Dias num encontro anterior.

Na reunião semanal da executiva do MDB em que os deputados estaduais participam, o MDB não conteve a decepção por mais uma vez a decisão sobre a escolha do vice ser adiada. Para o presidente estadual do MDB, deputado Marcelo Castro, quanto mais a definição demora mais a situação piora. “Isso cria um clima de disputa mais acirrado ainda”, referindo-se a manifestação dos prefeitos em favor de Margarete Coelho. Na opinião do deputado, tudo isso seria evitado se governador anunciasse o nome e todos iriam “cuidar” de suas vidas.