Loja maçônica cria observatório social de gestão

Há uma tendência muito forte de aumentar a criação de observatórios sociais para colaborar com o bom andamento da gestão pública do país. A intenção dos observatórios é fazer com que não se percam os rumos de uma gestão equilibrada. Sejam, sobre todos os ângulos, protegidos o bem estar da sociedade brasileira, para isso, eliminando da vida pública todas as práticas de corrupção e de interesses meramente pessoais. A missão precípua do Observatório é primar pela retidão da prática de boas ações na gestão pública sob a égide do fiel cumprimento do controle fiscal.

Em sessão realizada no dia 08 de abril de 2017, a Loja Maçônica Mundinho Almeida criou o Observatório Social do município de Palmeirais. A composição deste observatório passa necessariamente ainda pela junção da sociedade civil organizada, Conselhos e Órgãos de Controle Público, sobretudo aqueles que são responsáveis pela desenvoltura de uma gestão transparente.

O momento pelo qual passa o Brasil está a exigir mesmo, que não se percam de vista quaisquer iniciativas de colaboração mútua, sobre a gestão do dinheiro público.

Assim, o Observatório Social deve trabalhar continuamente para que os interesses da gestão se voltem para a melhoria da qualidade de vida de todos, mediante a aplicação correta de recursos públicos e conseqüente favorecimento da homogeneidade do crescimento econômico do Brasil.