Justiça Eleitoral diploma prefeito e vereadores eleitos em São Luís

 

 

Além dos 31 parlamentares, foram diplomados o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o vice dele, Júlio Pinheiro (PCdoB) e os dois suplentes de cada uma das coligações e partidos políticos que disputaram a eleição em outubro.

 

Em  solenidade bastante concorrida, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana,  o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) diplomou o prefeito reeleito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e o seu vice, Júlio Pinheiro (PCdoB), além dos 31 vereadores que vão compor a próxima legislatura da Câmara Municipal.

 Com a diplomação dos eleitos, todos estão habilitados a tomarem posse no dia 1º de janeiro de 2017. Além do prefeito, do vice e dos vereadores, foram diplomados também, os  suplentes de cada uma das coligações e partidos políticos que disputaram a eleição em outubro.

 Após o ato, os diplomados concederam entrevista à imprensa quando falaram da expectativa para o inicio da 18ª Legislatura da Câmara Municipal de São Luís.

 O presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), falou dos desafios que os parlamentares eleitos tiveram que percorrer até a diplomação. Ogum destacou ainda o diálogo entre os poderes e reiterou que seu compromisso é sempre o melhor pela cidade.

 — Este dia representa muito para todos os parlamentares escolhidos pelo povo. É gratificante, para um político, chegar até aqui em um momento em que nós fomos diplomados sem nenhuma pendência, sem nada que venha a denegrir a imagem de qualquer um dos vereadores. Agora o que importa é trabalhar por São Luís e esse é o eixo do nosso trabalho — disse.

Reeleito para o segundo mandato, o jovem vereador Pedro Lucas (PTB), reafirmou que  continuará com a mesma visão específica, mas com uma responsabilidade maior. 

O vereador Francisco Chaguinhas (PP) que também foi reeleito e vai para o terceiro mandato consecutivo, agradeceu a Deus e ao povo pelo reconhecimento popular e revelou que pretende atuar na oposição ao governo reeleito, por entender que quem impõe esta condição ao parlamentar é o povo.

 — O sentimento hoje é de gratidão a Deus e ao povo pelo reconhecimento popular. O povo no reelegeu para o terceiro mandato e nos colocou como oposição ao governo reeleito. Quem impôs esta condição foi o povo, ao escolher nas urnas uma proposta — argumentou.

 

EXPECTATIVA DOS NOVATOS       

             
Parlamentares novatos também revelaram a grande expectativa para a próxima legislatura que inicia a partir de fevereiro do ano que vem. O vereador Sá Marques (PHS) falou da oportunidade de atuar no parlamento Municipal.

 

— Pretendo exercer o meu mandato para honrar todos os compromissos assumidos na campanha. Pretendo atuar de forma mais ética  possível de que esse País tanto necessita — destacou Sá Marques.

 

Já o vereador Nato Júnior (PP) disse que pretende honrar o compromisso com o povo ludovicense no Parlamento e espera estar à altura do que a cidade precisa.

 

— Chego com a responsabilidade de honrar o compromisso com o povo ludovicense, que me elegeu para representar os interesses do município no Parlamento, e espero estar à altura do que a cidade precisa — pontuou.

 

O presidente da Câmara de São Luís, Astro de Ogum do membros da Justiça Eleitoral

Vereador Osmar Filho recebe seu diploma das mãos do presidente do TRE, desembargador Almir Serejo

Vereadora Barbara Soeiro com o esposo Albino Soeiro e a promotora de Justiça Rita de Cassia

Vereador eleito Marcial Lima, radialista e o vereador de segundo mandato, Pedro Lucas Fernandes

Vereadores Osmar Filho, Astro de Ogum e o deputado Bira do Pindaré com o prefeito Edivaldo Holanda e seu vice eleito

                                                  Vereador reeleito Beto Castro

Concutido jo joelho numa partida de futebol entre vereadores, no último final de semana, o vereador reeleito Ricardo Diniz foi à solenidade de diplomação amparado por um assessor e o filho caçula