Ministro dos Transportes visita São Luís e é recepcionado pelo governador em exercício Carlos Brandão e Roseana Sarney

Após ser recebido pelo governador em exercício, Carlos Brandão, o ministro Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa (PR). que esteve no Maranhão nesta quinta-feira para assinar Ordens de Serviço de obras na BR-135 e na BR-226, e  vistoriar obras do Governo Federal iniciadas ainda durante a gestão Roseana. teve um encontro com a ex-governador Roseana Sarney, em sua residência, no Calhau.

sana 3
sana 3

 


“Fico muito feliz por receber o Ministro Maurício e agradecer a ele pelo empenho na retomada de obras tão importantes para o Maranhão, obras pelas quais lutamos por muitos anos para que elas fossem viabilizadas. Uma delas é a continuidade da duplicação da BR 135, que foi iniciada ainda durante o meu governo e que agora vai até o município de Miranda do Norte. Foi muito importante que a bancada maranhense tenha se unido em Brasília para garantir recursos. Todos nós temos uma parcela importante nesse processo”, disse Roseana.

Roseana, que estava acompanhada do ex-presidente da República, José Sarney e de deputados federais, recebeu do Ministro, durante o encontro, a informação sobre a liberação de outras obras que também foram reivindicadas ao Governo Federal durante o seu governo. “Vim confirmar para a ex-governadora Roseana que também será executada a obra de asfaltamento na BR - 226 até a cidade de Timon”, garantiu o Ministro Quintella. 

 

sana
sana

 

Ao lado do ministro e comitiva de autoridades, Brandão visitou obras estruturais, como a BR 135, apresentou as instalações do Porto do Itaqui e participou da assinatura da ordem de serviço que vai possibilitar o asfaltamento de 100 km da BR 226.

 A primeira agenda foi na BR 135, pela manhã, onde a comitiva avaliou o andamento das obras que foram retomadas, e, segundo o ministro, não serão mais interrompidas. Na ocasião, foi anunciado recursos para conclusão definitiva dos serviços. Na ocasião, o governador em exercício reiterou o acompanhamento da obra por parte do governo estadual, até que a mesma evolua para a fase de conclusão. 

 O ministro Maurício Quintella ressaltou que a BR 135 é a principal obra do Estado, do ponto de vista viário, que estava paralisada e o Governo Federal priorizou, por reivindicação da bancada federal do Maranhão e do próprio Governo do Estado. Para continuidade dos serviços estão garantidos recursos na ordem de R$ 180 milhões, originados de emenda parlamentar e parte da União.  

“Vamos enfrentar um período de chuvas, o ritmo da obra tende a diminuir e devemos ter todo o cuidado com um projeto desta natureza. É melhor fazer um trabalho bem feito e definitivo para que não venha a ser um problema no futuro”, enfatizou o ministro Maurício Quintella. A BR 135 é o único e principal acesso à capital do Estado e uma rodovia importante de escoamento de produção para o Brasil, avaliou o ministro. 

“Por isso, essa obra foi priorizada e com a duplicação concluída vai mudar a característica de toda essa região do Estado”, disse Quintella. O prazo de conclusão é até o segundo semestre deste ano.

Para quem reside, trabalha e trafega pela rodovia, a notícia traz alento. A BR 135 é uma das rodovias mais arriscadas e ponto de acidentes graves. O eletricista e mecânico, Ivan Ramos, que mora no povoado Fidel, em Bacabeira, está esperançoso com a conclusão dos serviços. “Vai mudar e muito a realidade da gente que vive aqui. A gente espera que não tenha mais acidentes e que a população possa ter mais tranquilidade. Também vai viabilizar o escoamento da produção para quem trabalha com o comércio aqui, acabar com a poeira e diminuir acidentes”, disse o morador.

Complementando o cronograma da obra, o ministro informou, ainda, que está licitado o trecho Bacabeira-Outeiro; e outro ponto, sob demanda judicial, é aguardado o desfecho. “Esperamos que essa demanda seja vencida rapidamente para que possamos operar em toda a rodovia. É uma rodovia que está com o recurso garantido”, garantiu Quintella.

 

Pacote de obras

 Na ocasião da visita, foi autorizada a reforma total da ponte Marcelino Machado, sobre o Estreito dos Mosquitos, que liga São Luís ao continente. Os serviços são de ordem emergencial para recuperar toda a ponte que apresenta rachaduras em vários pontos comprometendo a viabilidade do tráfego e podendo causar acidentes graves.

A ponte está localizada no km 24,30 da BR-135 e tem cerca de 450 metros de comprimento. A estrutura já havia sido interditada em 2004 por problemas semelhantes. Por ela passam diariamente milhares de veículos, principalmente de cargas. Os serviços devem ser concluídos no prazo de 40 dias e durante este período, o tráfego de veículos pesados será remanejado.

Porto do Itaqui

De Bacabeira a comitiva do ministro, o governador em exercício, Carlos Brandão, e um grupo de parlamentares foram ao Porto do Itaqui. Os visitantes foram recepcionados pelo presidente da EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária, Ted Lago, e sua equipe. A visita reafirmou o diálogo entre a gestão do porto e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e teve por objetivo apresentar o modelo de gestão implantado desde 2015 e o plano de investimentos até 2018.

Na área primária do Itaqui o ministro conheceu o Berço 108, que teve sua obra civil concluída no final de 2016 e aguarda os projetos complementares e a implantação de dutos, que serão feitos pelas empresas arrendatárias. O novo berço deverá entrar em operação até o final deste semestre, aumentando em 30% a capacidade de movimentação de granéis líquidos, o que equivale a 4 milhões de toneladas/ano. “Neste momento econômico pelo qual passa o país, este é um sinal de confiança do investidor no Porto do Itaqui e no Maranhão”, afirma Ted Lago.

“É uma luta e um compromisso do Governo do Estado acompanhar a execução desta obra e a liberação dos recursos, em consonância com o clamor da sociedade, da imprensa e de diversos segmentos que se manifestaram pela conclusão destes serviços”, enfatizou Carlos Brandão.

“Estamos assegurando para que possamos concluir essa rodovia”, afirmou Quintella. Integra o pacote o trecho Estiva-Bacabeira e Outeiro-Miranda, cuja ordem de serviço foi assinada durante a agenda de vistorias.

“Vamos enfrentar um período de chuvas, o ritmo da obra tende a diminuir e devemos ter todo o cuidado com um projeto desta natureza. É melhor fazer um trabalho bem feito e definitivo para que não venha a ser um problema no futuro”, enfatizou o ministro Maurício Quintella. A BR 135 é o único e principal acesso à capital do Estado e uma rodovia importante de escoamento de produção para o Brasil, avaliou o ministro. 

“Por isso, essa obra foi priorizada e com a duplicação concluída vai mudar a característica de toda essa região do Estado”, disse Quintella. O prazo de conclusão é até o segundo semestre deste ano.

Para quem reside, trabalha e trafega pela rodovia, a notícia traz alento. A BR 135 é uma das rodovias mais arriscadas e ponto de acidentes graves. O eletricista e mecânico, Ivan Ramos, que mora no povoado Fidel, em Bacabeira, está esperançoso com a conclusão dos serviços. “Vai mudar e muito a realidade da gente que vive aqui. A gente espera que não tenha mais acidentes e que a população possa ter mais tranquilidade. Também vai viabilizar o escoamento da produção para quem trabalha com o comércio aqui, acabar com a poeira e diminuir acidentes”, disse o morador.

Complementando o cronograma da obra, o ministro informou, ainda, que está licitado o trecho Bacabeira-Outeiro; e outro ponto, sob demanda judicial, é aguardado o desfecho. “Esperamos que essa demanda seja vencida rapidamente para que possamos operar em toda a rodovia. É uma rodovia que está com o recurso garantido”, garantiu Quintella.

 

Pacote de obras

 

sana 2
sana 2

Na ocasião da visita, foi autorizada a reforma total da ponte Marcelino Machado, sobre o Estreito dos Mosquitos, que liga São Luís ao continente. Os serviços são de ordem emergencial para recuperar toda a ponte que apresenta rachaduras em vários pontos comprometendo a viabilidade do tráfego e podendo causar acidentes graves.

 

 

A ponte está localizada no km 24,30 da BR-135 e tem cerca de 450 metros de comprimento. A estrutura já havia sido interditada em 2004 por problemas semelhantes. Por ela passam diariamente milhares de veículos, principalmente de cargas. Os serviços devem ser concluídos no prazo de 40 dias e durante este período, o tráfego de veículos pesados será remanejado.

 

Porto do Itaqui

 

De Bacabeira a comitiva do ministro Mauricio Quintela Lessa, o governador em exercício, Carlos Brandão, e um grupo de parlamentares foram ao Porto do Itaqui. Os visitantes foram recepcionados pelo presidente da EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária, Ted Lago, e sua equipe. A visita reafirmou o diálogo entre a gestão do porto e o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e teve por objetivo apresentar o modelo de gestão implantado desde 2015 e o plano de investimentos até 2018.

 

Na área primária do Itaqui o ministro conheceu o Berço 108, que teve sua obra civil concluída no final de 2016 e aguarda os projetos complementares e a implantação de dutos, que serão feitos pelas empresas arrendatárias. O novo berço deverá entrar em operação até o final deste semestre, aumentando em 30% a capacidade de movimentação de granéis líquidos, o que equivale a 4 milhões de toneladas/ano. “Neste momento econômico pelo qual passa o país, este é um sinal de confiança do investidor no Porto do Itaqui e no Maranhão”, afirma Ted Lago.

 

Em 2015, no início da gestão do governador Flávio Dino, a equipe da EMAP encontrou a obra de construção paralisada, com o convênio federal suspenso por questões administrativas. Imediatamente foi iniciado um trabalho para sanear todas as pendências e retomar a obra, de fundamental importância para o plano de expansão do Porto do Itaqui, o que ocorreu já em fevereiro de 2015.

 

Agenda

 

No fim da manhã, o governador em exercício recebeu a imprensa em coletiva no Salão de Atos do Palácio dos Leões para apresentar as medidas definidas durante a agenda de visitas e assinar ordens de serviços de importantes obras para o Maranhão. Na ocasião, foi assinada ordem de serviço para duplicação do trecho no Entroncamento BR-135 que vai de Outeiro até Miranda do Norte; e do contrato para duplicação que vai de Entroncamento a Miranda – BR-135. O trecho está orçado em R$ 66,4 milhões. “É de grande importância essa parceria entre Governo do Estado e o Governo Federal para viabilizar o andamento das obras e a possibilidade de trazer mais benefícios estruturais para o nosso Estado”, avaliou Carlos Brandão.

 

Encerrando a agenda, à tarde, o governador em exercício e comitiva seguiu viagem para o município de Timon, onde assinou ordem de serviço que possibilitará o asfaltamento de 100 km da BR 226. A obra inclui, ainda, a construção de um contorno rodoviário. O orçamento total da obra é de R$ 88,5 milhões, sendo que R$ 37 milhões são recursos de emenda da bancada maranhense na Câmara Federal.

 

A BR-226 passa pelos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Tocantins e Maranhão (Timon, Grajaú, Jenipapo dos Vieiras, Porto Franco e Estreito). “É uma importante rodovia que liga o Nordeste com a região Centro-Oeste e a concretização da obra de asfaltamento vai ajudar muito no desenvolvimento dos municípios por onde ela passa”, enfatizou Bandão. O serviço vai facilitar o deslocamento encurtando a distância entre os estados do Piauí, Ceará, Pernambuco e outros da região Nordeste com a região Centro-Oeste do Brasil, em aproximadamente 200 quilômetros.

 v