A transparência é colírio

Certa vez um casal,  foi se aconselhar com um líder religioso,e a queixa do marido foi a mais surpreendente possível.  Ele disse: Não suporto mais a minha mulher. Ela sabe que eu não gosto de  ver as coisas desorganizadas,  que eu gosto de usar o creme dental pressionando  desde a ponta, e quando preciso usar o creme dental está amassado, por isso estou disposto a me divorciar dela.

 

fotofoto

 

Já com outro casal, a queixa era o papel higiênico..Vou me separar de minha mulher. Ela sabe que eu gosto que coloque o papel higiênico no local puxando de baixo para cima, e todas as vezes ela muda colocando o contrário, não aguento mais isso, chega, disse ele.

 

A pergunta é: será que o problema era somente a maneira diferente de usar os objetos?  E ai você já está afirmando em sua consciência dizendo que não.

 

Muito dos problemas que acontecem nos dias de hoje, se dá pela falta de transparência nos relacionamentos conjugais, familiares e nos demais meios de convívio da sociedade.

 

Sabemos que a natureza masculina é diferente da feminina. O homem consegue conviver por muito tempo resolvendo problemas  de maneira “superficial”, ou seja, ele vai deixando pra lá muita coisa para não criar um desconforto nos relacionamentos.  Talvez seja esse um dos  problemas para as esposas, já que muitas vezes só conseguem resolver a situação colocando os detalhes às claras. Percebe-se então, que são duas naturezas diferentes em um mesmo convívio. È necessário se  buscar um equilíbrio  para que os desafios não acabem com o casamento.

 

A transparência é a grande ferramenta criada por Deus para aliviar os pesos contrários dentro do contexto de família. Uma comunicação transparente e madura fará toda a diferença no casamento  e em toda a família.  O pai precisa ser claro em relação ao que ele espera dos filhos, ter mais tempo para eles, olhar dentro dos olhos para perceber alguns medos, frustrações, angustia da alma que muitas vezes clama por socorro e estão buscando nas redes sociais, e que, geralmente não é nada saudável. De repende enveredam por caminhos sem volta, porque faltou transparência de um simples olhar. Já e os filhos por sua vez, precisam ser claros  em relação aos seus sonhos, desejos e motivações para o futuro.

 

O casal precisa se conhecer mais... conversar mais...  o que mais acontece é a esposa não conhecer o marido que tem ao seu lado por  anos. Um Homem calado atormenta a natureza feminina. O verdadeiro conhecimento se dá pela comunicação e o homem naturalmente não gosta de conversar  com a sua mulher, mas conversa horas e horas com seus amigos e não falta assunto para o próximo encontro de amigos.

 

Percebe-se  o mal trabalhando  contra a família, usando essa debilidade no homem para quebrar a força da transparência no lar. As bolas de neve vão se formando até virar uma avalanche, chegando a um nível de desgastes e desconfiança entre os cônjuges, de maneira que não se encontra mais forças para romper o mal e estabelecer a saúde que nutre a unidade da família.

 

Se houver uma consciência tanto do homem quanto da mulher, acompanhado de um esforço efetivo, todo casamento e família será de paz e alegria e sem tantas brigas  e competição. É possível ter uma casa (família), totalmente restaurada e edificada nos verdadeiros princípios estabelecidos pelo Criador, o Deus todo poderoso.

 

Salmos: 127. 1. Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.

 

Marido, seja transparente com sua mulher amorosamente.

Esposa seja transparente com seu marido respeitosamente

Pais, sejam transparentes com seus filhos amorosamente

Filhos sejam transparentes com seus pais honrosamente

 

 O respeito e o amor nos dará condições de cooperar, individualmente, para o bem estar de nossa família. Como? Trabalhando a transparência com o objetivo de edificar e não de destruir. Essa habilidade individual vem do próprio Deus, que nos fez para ser bênçãos em nossa casa.

 

Deus abençoe sua casa e família!