O casamento e o egoísmo

A  proposta do casamento não deixa espaço para o sentimento de egoísmo. O casamento é uma  realidade onde duas pessoas devem está  conscientes de que cada um deve cumprir seu papel com disposição e esforço consciente de  cada um deixar de lado os caprichos para realizar a vontade do outro.

http://www.casamentoemgramado.com/wp-content/uploads/2015/04/pedido-de-casamento-3.jpg

O casamento deve está embasado nos três tipos de amor expressados pela cultura grega:

1ª Amor Eros
Esse amor está relacionado à libido, atração sexual, o sentimento que faz com que o homem olhe para a mulher e sinta vontade de tê-la pra si, da mesma forma que a mulher sente pelo homem. Esse tipo de relacionamento baseado no amor Eros, não deve esfriar no casamento, pois foi criado por Deus para continuar nutrindo um sentimento de carinho, um pelo outro, para que esse relacionamento seja blindado e não corra o risco de uma terceira pessoa entrar encontrando o ambiente vulnerável.

 Devemos lembrar também que esse sentimento é normalmente o primeiro que entra em ação no processo de conhecimento de um casal, daí podemos entender por que desde a criação se estabeleceu critérios e limites para os relacionamentos de namoro, chegando ao ponto de os pais decidirem sobre esse futuro matrimonial dos filhos, pois os filhos não tinham estrutura de honrar os princípios morais estabelecidos, se eles mesmos decidissem de que maneira e quando deveriam se relacionar.

2ª Amor phileo
Esse amor fala de sentimento, alma, é normalmente o que sentimos no ambiente familiar, ou seja, esse é o amor família. Esse amor nos dá a capacidade de não somente amar nossa família, mas também amigos.

 O casamento deve está coberto por esse amor. O marido deve olhar para a esposa e sentir que sua alma está ligada a ela. E assim a esposa também deve sentir a mesma coisa; por isso que o respeito dentro do ambiente conjugal é de suma importância, pois quando há desrespeito entre o casal, inevitavelmente terão esse sentimento descendo ao caminho da dissolução. Por isso que geralmente, os dois que passaram por um longo período de desentendimento, desrespeito, agressões verbais e físicas, quando decidem pelo divórcio, a chance de uma restauração é mínima.

3ª Amor Ágape
O amor ágape, é o amor altruísta de Deus. Esse amor é incondicional, Ele nos ama mesmo sabendo que não temos como corresponder com este mesmo amor! Ele não nos ama pela nossa qualidade, mas pela própria decisão do seu amoroso coração!

Assim deve ser no casamento. O amor que um nutre pelo outro, deve ser incondicional.  É muito bom quando a esposa escuta o seu marido dizer: “te amo porque você tem essas qualidades, te amo porque você fez isso por mim, te amo porque você me compreende,” mas creio que ela se sente mais segura se ouvir: “te amo pelo que você é. Nenhuma falta sua me faz te amar menos, pois decidi te amar com todas as qualidades e defeitos”.

Normalmente o homem sente essa segurança de sua companheira. É por isso que ele  geralmente se preocupa menos com a aparência física, ou comportamental. A mulher vive numa busca frenética para melhorar a aparência, imposta muitas vezes por ela mesma e outras vezes pela a sociedade. Claro que a aparência é importante sim, só não pode ser algo doentio, quando essa busca pela perfeição corporal e facial altera o seu comportamento psicológico ou mental.

Um mergulho profundo nesse amor altruísta fará com que o casamento viva seguro. Estamos vivendo tempos em que se comemora o dia dos namorados; e o dia dos casados? O verdadeiro namoro com a plenitude de qualidade está dentro do casamento, mas há uma grande dificuldade de se vivenciar isso, por causa do egoísmo.

Percebe-se que ambos se agridem e deixam feridas profundas na alma por falta de um pedido de perdão por parte de ambos que por sua vez vai acumulando ressentimento ao ponto de não conseguir o sentimento do inicio do  relacionamento.  Isso gera uma carência, um vazio que empurra para um abismo, onde só Deus para livrar o casamento de tamanha turbulência, a chamada crise por causa de traição.

Você que já entendeu, no  casamento não cabe egoísmo, que é necessário existir perdão, reconhecer erros e investir forças para mantê-lo em segurança, vai em frente e seja forte.

Deus é o maior interessa no seu casamento, Ele se alegre com um casal unido, apaixonado, que continua namorando a vida toda, um com o outro. Seja feliz e faça outros casais felizes ao se inspirarem no seu casamento!

Deus abençoe!