Casamento: saúde bucal também importa no dia do sim


Misto de divertimento e loucura, a organização de um casamento atualmente tem contornos profissionais e a lista dos preparativos envolve não apenas as tradicionais preocupações com decoração, figurino, comida e convidados, mas também com os próprios noivos. Cada vez mais os cuidados criteriosos com a saúde do casal são encarados como determinantes para o sucesso da festa e, independentemente do tamanho do evento, o alvo sempre é a perfeição. Se você já está organizando o seu dia, vale a pena incluir na produção os cuidados com a saúde da boca.

O sorriso dos noivos estará em evidência, seja no dia da festa ou nas lembranças dos vídeos e álbuns de fotografias. A busca por tratamentos dentários nesse período tem crescido, mas é claro que não dá para fazer milagres se o histórico de cuidados com a saúde da boca for ruim.  O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) preparou um guia com dicas a serem seguidas em cada etapa pré-casamento e explicações sobre procedimentos possíveis e recomendados.

Boca saudável: não adianta, para o sorriso estar bonito, a boca precisa estar saudável. Por isso, consulte sempre um cirurgião-dentista. O primeiro passo para uma avaliação é buscar a opinião de um profissional. Somente ele poderá avaliar a condição de sua boca e informar quais procedimentos poderão ser realizados. O ideal é que a consulta ocorra pelo menos seis meses antes do grande dia;

Sorriso gengival: a correção do sorriso gengival pode ser realizada nesta fase pré-casamento. Esse reparo é feito por meio de uma pequena intervenção cirúrgica ou da aplicação de toxina botulínica. Ele deve ocorrer com pelo menos 4 meses de antecedência;  

Xô mau hálito: nada mais desagradável do que cumprimentar os convidados com cheiro ruim na boca. Mas não se preocupe, existem diversas opções disponíveis para tratamento desse problema.  Neste caso, o tempo de tratamento depende do diagnóstico, mas com 3 meses de antecedência a maioria dos problemas podem ser solucionados; 

Lentes de contato ou facetas: com esse procedimento é possível alterar o formato, tamanho, textura e cor dos dentes. É indicado para quem está procurando uma mudança estética. Apesar de simples, esse método deve ser bem planejado, com indicações precisas como, por exemplo, alterações de coloração muito acentuadas e dentes com restaurações antigas. Pode ser realizada de dois meses a uma semana de antecedência.  

Clareamento: com certeza a opção mais procurada, afinal os noivos querem um sorriso branquinho e brilhante. Existem duas opções disponíveis: o auto clareamento e o profissional. O profissional saberá eleger a melhor opção. O clareamento pode ser feito até um mês antes do casamento.

Sobre o CROSP – O Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) é uma autarquia federal dotada de personalidade jurídica e de direito público com a finalidade de fiscalizar e supervisionar a ética profissional em todo o Estado de São Paulo, cabendo-lhe zelar pelo perfeito desempenho ético da Odontologia e pelo prestígio e bom conceito da profissão e dos que a exercem legalmente. Hoje, o CROSP conta com 115 mil profissionais inscritos. Além dos cirurgiões-dentistas, o CROSP detém competência também para fiscalizar o exercício profissional e a conduta ética dos Técnicos em Prótese Dentária, Técnicos em Saúde Bucal, Auxiliares em Saúde Bucal e Auxiliares em Prótese Dentária. Mais informaçõeswww.crosp.org.br