RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563
Busca
Todos os Blogs

Blog do Ribinha

Blog do Ribinha

Jornalismo de resultados e de utilidade pública em favor do timonense

05/02/2016 • 08:30


O blogdoribinha cumpre mais uma vez sua função de veículo condutor de serviço de utilidade pública para a comunidade timonense, apesar de alguns ainda teimarem em não reconhecer esse importante papel do blog e preferir fazer floreados – colocar flores e perfumes aonde só existem espinhos - com as denúncias, reclamações e reivindicações postadas no blog que são “de pronto” atendidas pelos entes governamentais.


Depois de noticiar de forma até ostensiva, mas em busca de uma solução para beneficiar a população, a Secretaria de Saúde enviou um agente para o serviço de inspeção na Galeria de Artes, na Praça São José, a poucos metros do gabinete do prefeito Luciano Leitoa, que devido às infiltrações pode estar alojando o mosquito aedes aegypti causador das doenças que vem sendo combatidas de forma mundialmente, mas que em Timon tem sido negligenciada pelas autoridades do setor.

A foto acima, ao contrário das inúmeras postadas como alvo das denúncias reladas no blog, não é de autoria do blogueiro, mas o registro da ação do agente não poderia deixar de ser postada pelo blogdoribinha, que apesar de ser “provocada” carece de elogios por parte do jornalista à coordenação do Programa de Agentes de Endemias da Secretaria de Saúde.

Antes tarde do que nunca....



Secretário gasta mais 12 mil 647 reais para receber prêmio

05/02/2016 • 06:47


O prêmio que o secretário Aristóteles Mesquita do Serviço Social de Timon informa na mídia que ganhou por ações e projetos praticados nos serviços de assistência social do município, hipoteticamente, não significa nada para o município, mas o custo pelo valor do papel e da medalha que ele estufa no peito custou uma soma razoável de recursos públicos com inscrições, diárias e passagens aéreas que daria para garantir para mais de cinco famílias de baixa renda ou em situação de extrema pobreza em Timon, onde a secretaria deveria atuar um ganho de 180 reais por mês para cada uma por um ano.

De acordo com o levantamento feito pelo blogdoribinha, a secretaria, para receber esse prêmio desperdiçou 12 mil 647 reais em recursos dos cofres públicos.


Pela inscrição dos três servidores a Semdes pagou 4 mil 595 reais. Somados ao valor de 3.960 reais referente às diárias do secretário e de mais duas assessoras  e o valor de 1 mil 364 reais por cada passagem aérea, trecho Teresina/Rio de Janeiro/The, o custo total foi de exatos 12 mil 647 reais, dinheiro que saiu do bolso do contribuinte do pagamento de seus impostos e que não retorna mais ao município.

Os recursos pagos pelo prêmio são do Fundo de Assistência Social que é um conjunto de recursos públicos voltados para atender direitos específicos da população, tipo educação, saúde, assistência social, dentre outros, conforme o caso.

Em cumprimento ao art. 6º da Lei nº 8.742/93, o Fundo Municipal de Assistência Social deve ter sua própria gestão, seus recursos e seu patrimônio, além uma conta bancária só para ele, diferente da conta corrente da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Prefeitura Municipal.

O gestor e ordenador de despesas do Fundo é o próprio Secretário Municipal de Assistência Social,  para dar maior agilidade na implementação de atividades e projetos e maior visibilidade ao gerenciamento dos recursos, facilitando assim o controle social.

O prêmio não é institucional, ou seja, não foi instituíto por órgãos governamentais e sim por um instituto privado, que avalia e tem seus próprios critérios mas não interfere na posição dos municiípios quanto a rank nacional que trata da assistência social no país.

SAAE corta 700 reais nos salários dos servidores

04/02/2016 • 18:14


Desde que o prefeito Luciano Leitoa concedeu, vendeu, deu ou doou os serviços de abastecimento de água do SAAE a uma empresa da iniciativa privada que os servidores do órgão vivem um drama. Mas a partir desse mês eles estão dentro daquele dito popular que diz; “além do coice a queda”.

Além dos constantes atrasos nos pagamentos dos salários dos servidores, a partir desse mês, queixam-se os servidores do SAAE, foram efetuados os cortes dos benefícios do vale refeição, ou seja, cerca de 700 reais em média que eles deixam de receber em seus salários e muitos servidores estão “com as mãos na cabeça pra não perder o juízo” pensando como irão viver a partir de agora por diante.

As medidas adotadas pelo prefeito Luciano Leitoa de colocar parte dos servidores remanescentes do antigo SAAE que não foram “aproveitados” pela atual estrutura do órgão em disponibilidade para outros órgãos, como por exemplo, a Secretaria de Educação do município, acabou, segundo fonte do blogdoribinha, está marginalizando técnicos do SAAE que trabalhavam em funções de acordo com suas especificidades a executar nesses órgãos funções abaixo de sua capacidade técnica, tudo isso para manter o emprego, seus salários e os benefícios conquistados através de longos anos de trabalho e de luta no serviço público municipal que agora estão sendo cortados por ordem do prefeito, segundo relatos dos servidores.

Os servidores prejudicados vêm comunicando os últimos as ocorrências arbitrárias adotadas pelo prefeito e sua gestão, apesar do SAAE ser órgão autônomo, as decisões de conceder seus serviços partiu do prefeito, a partir daí os servidores entendem que seus problemas no órgão só pioraram.

Vereadores pedem prorrogação do prazo do recadastramento em Timon

04/02/2016 • 17:05
Os vereadores Thales Waquim (PMDB), Francisco Torres (DEM) e Itamar Barbosa (PSL), apresentaram hoje aos Juízes da 19ª e 94ª Zonas Eleitorais de Timon, Francisco Reis e Rogério Monteles, respectivamente, requerimento solicitando a prorrogação do prazo para que os eleitores timonenses possam fazer o recadastramento eleitoral sem o pagamento de multas, que após o término do prazo de hoje, serão cobradas dos eleitores que tiverem seus títulos eleitorais cancelados.

Hoje, 4, é o último para o recadastramento dos eleitores de Timon através do processo de biometria. O prazo vai até às 19hs de hoje.

Nos postos de atendimento, na Ceasa e no Cartório, por conta do encerramento se formaram enormes filas e o Cartório Eleitoral teve que distribuir senhas para os eleitores nas filas e evitar tumulto.

De acordo com informações repassadas à imprensa, quem não conseguiram fazer o recadastramento terão seus títulos cancelados, mas apesar do cancelamento, os eleitores terão a partir de amanhã, 5, e até o dia 4 de maio deste ano para fazer o recadastramento através da biometria, mas para isso o eleitor terá que efetuar o pagamento de multa no valor de R$3,50 e ficar quites com a Justiça Eleitoral e apto a votar na eleição de 2016.

A solicitação dos vereadores é no sentido de que todos os eleitores possam fazer o recadastramento com o prazo prorrogado, mas o TRE obedece um cronograma estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral e os eleitores que não cumprirem os prazos desse cronograma serão penalizados com o pagamento de multas.

MP busca acordo para solucionar problema no transporte em Timon

04/02/2016 • 06:16


O Ministério Público vem intermediando reuniões com representantes dos “vanzeiros”, do Sindicato dos Transportes de Timon, motoristas dos veículos dos transportes alternativos e com membros do governo responsáveis pelo setor de transportes discutindo uma solução para impasse criado pelo próprio governo que no final do ano passado e início deste ano, quando passou a perseguir, segundo denúncia da própria categoria dos “vanzeriros” que atuavam no transporte de passageiros antes da instituição do transporte alternativo pela prefeitura.

Nas reuniões, os “vanzeiros” vêm a apresentando uma série de denúncias que comprovam não só a perseguição empreendida pelos representantes da prefeitura, através da Secretaria de Governo e do Dmtrans, que fizeram apreensão de vans na BR-316 rodovia administrada pelo governo federal e portanto somente à Polícia Federal cabe a fiscalização da BR, mas eles relatam a favorecimento de pessoas ligadas a parlamentares, secretários municipais e outras ligadas ao governo que da noite para dia viraram motoristas de transportes alternativos, enquanto que eles (os vanzeiros) foram segregados do processo.



Durante as reuniões realizadas pelo Ministério Público para apresentar uma solução para o impasse e segundo fonte do blogdoribinha, os representantes do governo admitem que o funcionamento do atual sistema de transporte alternativo é temporário e deverá ser regulamentado por licitação que a prefeitura fará para o setor, admitindo inclusive que o atual sistema também funciona sem regulamentação. Alguns desses transportes alternativos circulam pela cidade com placas de cor cinza (foto) apontando que a titularidade de propriedade do veículo é particular e não com placas de cor vermelha que por lei são utilizadas por veículos para a locação de passageiros. A prefeitura, nesse sentido, fecha os olhos para a irregularidade.



Situação dos vanzeiros


Com a retirada das vans que antes faziam linha o transporte de passageiros entre os bairros de Timon muita gente ficou sem condições de sustentar a família e com  a medida adotada pela prefeitura de perseguir, multar e apreender os veículos, pais e mães de famílias estão desempregados e sem alternativas para realizar qualquer outra atividade. Esse é o caso, por exemplo, de Dona Francisca, (foto) ela é mãe de família e tinha uma van trabalhando no transporte de passageiros em Timon. Sua van foi apreendida, mesmo estando com documentos em dia, segundo ela, e seu ganha pão e sustento da família foi tirado de suas mãos.

Situação dos alternativos


A situação dos motoristas dos transportes alternativos não é diferente. Eles adquirirem os veículos intermediados por operadores do sistema na cidade de Teresina e não diretamente da concessionária de veículos pagando pela prestação desses veículos valores escorchantes, que inviabilizam o trabalho e muitos deles já pensam entregar os veículos, pois estão com mais de quatro prestações atrasadas e o atravessador vive ameaçando de tomar os veículos.

Solução para o problema

Com isso e diante da repercussão, inclusive com a decisão do prefeito Luciano Leitoa de não receber os vanzeiros para negociar, o Ministério Público tomou a iniciativa para procurar solucionar o problema. Duas reuniões foram realizadas com as categorias e representantes do governo, na última quinta-feira, o MP reuniu-se novamente para intermediar o impasse e no próximo dia 17, o Ministério Público irá apresentar um relatório apontado uma solução para o problema, de acordo com membros representantes das categorias.

  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 6
  8. »
portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2016