Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca

Buracos prejudicam motoristas na Ponte da Amizade

27/03/2015 • 17:50




























Os motoristas que voltam de Teresina para Timon pela Ponte da Amizade, além do trânsito lento no horário de pico nesses dias ponta da interdição da Ponte Metálica, estão tendo que redobrar suas atenções. É que buracos na pista em cima da ponte se proliferaram nos últimos dias por conta da chuva e do fluxo intenso de veículos.Tem motorista fazendo malabarismo para desviar seus carros dos buracos.

A situação tem exigido perícia dos condutores, pois ao tentar desviar dos buracos, muitos motoristas estão correndo o risco de provocar até uma batida em veículos que trafegam no sentido contrário (Timon-Teresina).

A falta de conservação de uma providência por parte dos órgãos públicos , especialmente a prefeitura de Timon, já que a prefeitura de Teresina (em gestão nenhuma) nunca se importou com qualquer problema relacionado as duas pontes que possam trazer melhorias para os timonenses, tem gerado muitas reclamações. É opinião comum entre os motoristas de que o governo municipal timonense tem demorado demais a tomar uma providência.

O blog do Elias Lacerda consultou por telefone o Secretário Municipal de Infraestrutura de Timon, Dolival Andrade, sobre o assunto. Ele reconheceu o problema e prometeu que tão logo o tráfego de veículos seja liberado na Ponte Metálica, os buracos em cima na pista da ponte da Amizade serão tapados com massa asfáltica.

“Estamos sem poder fazer o serviço porque o tráfego na Ponte da Amizade tem sido intenso nesses dias devido a interdição da Ponte Metálica. Na hora que a Transnordestina terminar o serviço na linha férrea, poderemos interditar a Ponte da Amizade para os reparos necessários nos buracos”, explicou o secretário.


PDT fará convenção no próximo domingo, dia 29



O PDT de Timon prepara sua convenção partidária que vai acontecer no próximo domingo. O evento acontecerá na própria sede do partido a partir das 9 horas da manhã.


A convenção servirá para os filiados escolher a nova diretoria sigla no município. A atividade acontecerá sem disputas, pois num entendimento que aconteceu dentro do partido, ficou acordado pela existência de uma chapa única que será encabeçada pelo vereador Raimundo Novaterra como presidente.


Para vice-presidente o nome escolhido foi o presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende. O 2° vice será o ex-vereador Renato Alves de Melo, a secretaria geral será dirigida pelo advogado Luis José da Silva e a tesouraria pelo funcionário público e radialista Antonio Leite.


Durante o evento será oferecida uma feijoada aos filiados presentes.


Prefeito encerra polêmica e garante que escola será construída no Novo Tempo


















Acabou polêmica que se instalou em alguns meios de comunicação dias atrás dando conta de que o governo municipal não teria interesse na instalação de uma unidade de educação do estado no bairro Novo Tempo por ser uma emenda do deputado estadual Alexandre Almeida. Em reunião realizada ontem( 26 ) com a Associação de Moradores do Residencial Novo Tempo, o prefeito Luciano Leitoa garantiu que será construída uma escola de ensino médio no bairro. Na oportunidade, o secretário de Planejamento, Sebastião Carlos, e a secretária de Educação, Dinair Veloso, explicaram a situação aos moradores.

“Estamos aguardando a visita da equipe técnica da Secretaria Estadual de Educação para vistoriar o terreno. Não existe destrato algum. A empresa que iniciou a obra continua a mesma e a escola será construída”, confirmou o secretário de Planejamento. “Não há impedimento alguma para a vinda da escola. A prova maior é que a escola municipal já está sendo construída”, acrescentou Dinair Veloso.

Também participaram da reunião representantes de cooperativas de vans, já que, conforme levantou a presidente da Associação de Moradores do Novo Tempo, Iza Monteles, existe a necessidade de realizar medidas que resolvam dificuldades quanto ao transporte coletivo. Quanto a isso, diretor do Departamento de Trânsito, Jeremias Sampaio, falou que “em Timon, já existe um Projeto de Lei que valoriza o empreendedor individual e que será discutido e ampliado, para abranger o transporte alternativo”.

O prefeito Luciano garantiu que tudo será resolvido de forma prudente e atendendo às necessidades dos moradores. “A preocupação é criar um modelo que se adeque de fato à nossa realidade, porque temos que ter responsabilidade e trabalhar em sintonia com o Ministério Público”, frisou.

Esclarecida a situação, o prefeito encerrou a reunião marcando um novo encontro para depois da Semana Santa com os representantes da Associação e com as Cooperativas de Vans. Para esta reunião, também deverão ser convidadas as Cooperativas de Taxis e o Ministério Público para discutir os problemas do transporte na região.
(Assessoria)


CRAS do Vila João Reis vai garantir mais saúde a moradores do bairro

















Qualidade de vida acessível para todos. Este é o objetivo da parceria realizada entre a Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes), o Centro de Convivência de Assistência Social (CRAS) do bairro Vila João Reis e a associação de moradores do bairro, que nesta sexta-feira (27) promoveram um café da manhã para inaugurar a academia do CRAS. O evento contou com a presença do gestor da Semdes, Saney Sampaio.

A academia funcionará pela manhã e à tarde, durante as segundas, quartas e sextas-feiras, para as 85 mulheres inscritas de 40 a 70 anos de idade que são atendidas pelo CRAS ou encaminhadas pela associação de moradores.

A coordenadora do CRAS, Luziane Frazão, fala das expectativas para a atividade física. “É uma ação pioneira que contou com o apoio de muitas parcerias para que a academia pudesse abrir suas portas para a comunidade”.

As mulheres serão acompanhadas pelo educador físico do CRAS, Gabriel Lincon, que se diz muito feliz com a inserção de uma academia gratuita no bairro. “É muito bom saber que elas vão poder cuidar da saúde e prevenir doenças. É um projeto muito estimado por todos nós”.

Para o funcionamento da academia, o CRAS doou o espaço, a Semdes vai custear o fardamento dos funcionários e a Associação doou os aparelhos.


Promoção no espaço Elabella

Promoção imperdível no salão Elabella.  Serviço de manicure, pedicure e Design de Sobrancelha por apenas R$ 35,00 (trinta e cinco reais).

 Aproveite. Marque seu horário pelos telefones (86) 8800-4441 e (86) - 3212-5043.

Comentários

Coopemar já começou a pagar os servidores contratados

27/03/2015 • 16:12

Alvo de críticas nos últimos dois meses e acusada de atrasar salário de seus funcionários, a Cooperativa Maranhense de Trabalho – COOPMAR, empresa responsável pelo pagamento dos funcionários terceirizados que atuam na Prefeitura de Timon, já começou a realizar na manhã desta sexta-feira (27/03) os pagamentos referente ao mês de março.

Com isto, o pagamento deve ficar rigorosamente em dias, assim como os funcionários efetivos e comissionados que recebem direto do governo municipal.

A direção da Coopemar credenciou os atrasos ocorridos nas duas vezes anteriores a readequação e cadastramento de todos os funcionários que estavam sendo processadas.

Segundo Rodrigo Medeiros, representante da COOPMAR em Timon, “a partir de agora o pagamento será realizado sempre até o quinto dia útil do mês, seguindo a lei”, garantiu.
(Com informações da assessoria da prefeitura)

Comentários

Pesquisa aponta Alexandre na frente rumo a prefeitura de Timon

27/03/2015 • 09:01
















Dezoito meses antes das eleições municipais de 2016, o deputado estadual Alexandre Almeida (PTN), líder do bloco Parlamentar Democrático na Assembleia Legislativa do Maranhão sai na frente da corrida eleitoral para prefeito da cidade Timon, de acordo com pesquisa realizada pelo respeitado Instituto Amostragem de Teresina (PI).

De acordo com a pesquisa, Alexandre Almeida tem 47,5% das intenções dos votos Timonenses, contra 34,5% dos que afirmam votar no Prefeito Luciano Leitoa, ou seja, em um eventual confronto entre os dois, o deputado abre 13 pontos percentuais sobre o atual prefeito.
Outra questão perguntada aos eleitores timonenses foi o processo de privatização do serviços de água e esgotos da cidade. Para 76,0% dos entrevistados, a privatização vai resultar em aumento da tarifa de abastecimento de água, enquanto 66,5% dizem que o processo de privatização do SAAE não foi transparente/honesto.

O levantamento traz um amplo painel sobre a realidade eleitoral, administrativa e política de Timon e os números não são animadores para o prefeito Luciano Leitoa.

A Pesquisa Amostragem foi realizada nos dias 14 e 15/03 e ouviu 400 entrevistados da cidade e zona rural de Timon.
Veja os gráficos da pesquisa abaixo:


















































































(Da assessoria do deputado Alexandre Almeida)

Comentários

Empresas recebem garantias para se instalarem no Parque Industrial de Timon

26/03/2015 • 23:18


















































Empresários interessados em instalarem indústrias e empresas no Parque Empresarial de Timon saíram satisfeitos da reunião que aconteceu nesta quinta-feira (26/03), liderada pelo prefeito Luciano Leitoa. O encontro marcou a vinda do secretário de Indústria e Comércio do Maranhão, Simplício Araújo, à Timon. Na ocasião foram apresentadas políticas públicas de incentivos na área econômica, que vão atingir diretamente o empresariado que vai atuar no Parque Empresarial.

Simplício Araújo garantiu que até o dia 30 deste mês vai receber a obra, concluir as análises da documentação das empresas interessadas e liberar a venda de lotes. Após esse processo, até o dia 7 de abril, o Governo quer iniciar a implantação das empresas aprovadas. “Vamos priorizar o Parque Empresarial de Timon, investir para que tudo dê certo e usá-lo como espelho para os outros parques do estado, replicando as ações de sucesso implantadas aqui em Timon, pois o governo quer incentivar as empresas usando políticas que ofereçam suporte fiscal a todos os segmentos da economia do Maranhão”, disse o secretário.

O prefeito Luciano Leitoa destacou o potencial econômico e geográfico de Timon. “O município possui segurança energética, localização privilegiada entre o nordeste e o norte do país, futuras implantações de hidrovias e ferrovias, além de aeroportos e rodovias de acesso. A Prefeitura e Estado não vão medir esforços para que as empresas tenham sucesso e gerem emprego e renda”.

O secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e do Turismo, Victor Hugo Almeida, falou também sobre toda a estrutura que a Prefeitura vai oferecer ao empresário. “Vamos oferecer ao empreendedor a Casa Timon Negócios, que irá congregar em um só lugar serviços da Junta Comercial, Secretarias Municipais, SINE e Sistema S (Sesi, Senac, Sebrae)”. Victor Hugo acrescentou que Timon possui uma vocação econômica para desenvolvimento industrial nas áreas da construção civil, têxtil, cerâmica e distribuidoras, “como é o caso da Distac, que foi a primeira empresa a se instalar no Parque Empresarial de Timon”.

O empresário João Martins, da cerâmica Livramento, que já atuante em Timon, destacou a vinda do secretário Simplício Araújo. “Essa reunião significou segurança para o empresariado, estou confiante, pois já atuo no entorno do Parque e só espero crescer, através de todos esses incentivos da Prefeitura e Estado. Espero que com a implantação do parque a região se desenvolva podendo virar um distrito industrial”.

Ao terminar a reunião, o prefeito Luciano Leitoa, o secretário de Indústria e Comércio do Maranhão, Simplício Araújo, acompanhado por secretários e vereadores municipais visitaram o Parque Empresarial.
(Assessoria)


Casa de Palha ganha título de utilidade pública e poderá receber recursos públicos



























O presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende, fez hoje a entrega oficial do Título de Utilidade Pública ao Projeto Casa de Palha, que atende pessoas portadoras de câncer no município. Na ocasião ele anunciou que está sendo finalizada a formatação para que os pacientes do Maranhão sejam atendidos em Teresina. “Não justifica que os pacientes de Timon sejam obrigados a fazer tratamento em São Luís ou outra cidade, quando aqui do lado temos o melhor serviço de oncologia do Nordeste e os melhores especialistas do Brasil”, afirmou.

Uilma fez questão de elogiar o trabalho filantrópico do Projeto Casa de Palha e disse que o estado brasileiro tem sido cada vez mais negligente fazendo com que cada vez mais apareçam organizações não governamentais que fazem esse papel. “E nós resolvemos apresentar o projeto de utilidade pública porque reconhecemos a responsabilidade com que esse trabalho é feito. E ele foi prontamente sancionado pelo prefeito Luciano Leitoa”, frisou.

O vereador disse ainda que o Título de Utilidade Pública permitirá que o Projeto Casa de Palha assine convênios com a Prefeitura de Timon. “Estamos falando de financiamentos para melhorar ainda mais os serviços prestados aqui.

A assistente social do projeto, Eulina Patrícia, disse que a entidade oferece assistência social, nutricional e psicológica a 47 crianças, adultos e idosos de baixa renda. A instituição funciona a três anos e dispõe em seus quadros de assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras e psicopedagogos. São cerca de 40 voluntários.

A solenidade foi animada com uma roda de capoeira do grupo Raizes do Brasil, que funciona também na Europa, na África e nos Estados Unidos. Ao final, a coordenadora do grupo anunciou que iria formar duas turmas para dar aulas de capoeira na Casa de Palha, sendo uma de crianças e outra de adultos.
(Assessoria)

Comentários

Entrevista com o prefeito Luciano Leitoa

25/03/2015 • 22:23

O prefeito de Timon Luciano Leitoa concedeu entrevista ao blog do Elias Lacerda na última segunda-feira(23). A entrevista foi concedida antes da mudança realizada pelo chefe do executivo na Fundação Municipal de Cultura, onde Lázaro Martins deixou a pasta no dia seguinte. Como não sabíamos que poderia haver a mudança, não perguntamos sobre o assunto.

Editada para nove perguntas, somente nesta quarta-feira, o titular do blog terminou de transcrever a conversa mantida com o prefeito.

Na entrevista Luciano Leitoa falou das dificuldades à frente do cargo por conta da crise econômica vivida pelo país, das parcerias com o governo do estado, terceirização dos serviços de água do SAAE e das perspectivas do município.

Luciano Leitoa pareceu estar muito centrado na sua função. Ele disse que não abrirá mão do seu propósito de fazer o que entende ser o melhor para Timon.

Demonstrando otimismo, o chefe do executivo finaliza a entrevista dizendo que tem paciência e que o tempo é o senhor da razão.

Confira abaixo a entrevista completa:

Prefeito, o sr está iniciando a segunda metade de seu mandato. O que muda?

Basicamente, mudaram os cenários político e econômico. O cenário político mudou para melhor, com a eleição de um governador que tem compromisso com o desenvolvimento social. Além disso, todos sabem, é um aliado e parceiro de Timon. Também há o fato de contarmos agora com um deputado estadual, federal e um senador para fazerem a ponte entre a nossa administração e as instâncias estaduais e federais. Não tivemos nada disso nos dois primeiros anos.

Por outro lado muda também o cenário econômico, e esse para pior. Não temos ainda um quadro claro da dimensão do desarranjo das contas públicas federais e o tamanho dos cortes necessários para o ajuste fiscal. Mas as projeções são todas de um ano muito difícil, com perda de receita para Estados e Municípios, além de diminuição de investimentos privados.

E qual o efeito na Prefeitura?

É o mesmo que cada pai de família de Timon enfrentará para custear as despesas de sua casa. Os aumentos da energia, combustível e supermercado, por exemplo, impõem à necessidade de redução de outras despesas para que o salário consiga pagar as contas no fim do mês.

Este cenário também se repete na iniciativa privada que tem feito drásticos cortes em seus orçamentos. Afetados pela crise, as empresas diminuíram seus investimentos, reduziram o número de funcionários e estão sendo obrigadas a realinhar-se diante desta nova realidade.

No caso dos municípios a situação é ainda pior porque se por um lado também vemos o nosso custeio aumentar acompanhando a energia e combustíveis para continuarmos no exemplo anterior, sofremos com a queda das receitas.
Para se ter uma ideia, as 18 escolas que estão sendo climatizadas devem gerar até um final do ano um custo adicional, apenas com energia, de quase um milhão de reais.

E o que se pode esperar da parceria com o Governo do Estado?

Podemos esperar o que é natural na relação entre os entes federados. Inflizmente, por dois anos esperamos a ajuda do governo do estado no tocante à pavimentação. Acredito, inclusive, que faltou empenho dos aliados da ex-governadora em Timon que cruzaram os braços e sequer puseram suas emendas para pavimentações e asfalto.

Em Coelho Neto, por exemplo, os deputados apoiados pelo prefeito daquela cidade viabilizaram esses recursos e ajudaram o município. Por que os nossos não fizeram? Só por que o prefeito é Luciano Leitoa?

Cabe aqui destacar que embora estivéssemos na oposição municipal durante o curto período do governo Jackson, trabalhamos e trouxemos quase 30 quilômetros de asfalto para a cidade sem nos importarmos com quem estava à frente da prefeitura.

Nos próximos dois anos, no entanto, o cenário será diferente porque contaremos não só com o apoio do governador, mas com os deputados Rafael e Zé Reinaldo que firmaram compromisso com nossa cidade para trazer cada vez mais recursos para Timon.Quem ganhará não será o Luciano, mas a cidade.

E a Prefeitura está preparada para isso?

Sim. Estamos tomando as atitudes que o momento nos impõe como a redução do custeio da máquina pública e de pessoal. Os secretários têm feito cortes nas gratificações e outras medidas que otimizem os recursos que tem à sua disposição. Tudo isso visando mantermos os investimentos e a folha em dia.
Além disso, nossa equipe técnica está finalizando os projetos que encaminharemos ao governo do estado, em especial nas áreas de infraestrutura, saúde e segurança.

Estamos, inclusive, analisando uma forma de intensificar nosso diálogo e articulação com os governos federal e estadual a fim de potencializar a captação de recursos.

Mas esse quadro também motiva a oposição, que está se mexendo para ganhar espaços. Como o Sr. vê esse cenário, do ponto de vista do jogo político?

Com naturalidade. É saudável que a oposição cumpra seu papel. A população terá três caminhos a escolher. Aquele que estamos construindo, com seriedade, que parte da reestruturação da máquina pública e de um claro projeto de desenvolvimento social e estruturante. Por outro lado tem o projeto do grupo que governou por oito anos e tem pretensões de voltar. E ainda tem a tentativa do grupo Sarney que anunciou a saída da política lá em São Luis e está tentando voltar por Timon. São as mesmas pessoas, com outras caras.

As práticas são as mesmas para tentar confundir a população. Infelizmente usam métodos que não cabem mais na política como mentiras e difamações. Para me atingir, chegaram ao ponto de fazer montagens com minha esposa divulgando-as nas redes sociais.

Me recordo que quando perdemos uma eleição desfilaram com caixões pela cidade. Um destes caixões seria para meu filho que na época tinha pouco mais de um ano de vida. Por outro lado, quando ganhamos as eleições, pedi ao nosso grupo que comemorassem serenamente e respeitassem nossos adversários por entender que independe das diferenças partidárias, temos que pautar nossas ações sempre a partir da honestidade, respeito e seriedade.

Nós propusemos uma nova forma de governar mas também um outro modelo de política. Aquele que aceita críticas mas exige respeito.
A população de Timon vai ter tempo para refletir e escolher o caminho mais acertado.

E o que pode ser feito para combater a insegurança que vem aumentando muito na cidade?

Esse é um problema não apenas de Timon, mas de todo o país, especialmente o Nordeste, onde os índices de violência vêm crescendo cada vez mais. A prefeitura não comanda a polícia, como você sabe. Além disso, grande parte dessa violência decorre do flagelo da droga, que está se disseminando e destruindo famílias. O crack, a meu ver, é o maior problema social do momento e as soluções tem que ser compartilhadas entre os governos Federal, Estadual e Municipal. Os Municípios não têm recursos nem estrutura para enfrentar o problema crescente da violência. A Guarda Municipal não tem a função constitucional de combater o crime. O que estaremos fazendo, em caráter experimental, é montar uma rede de monitoramento, por câmeras, em algumas áreas de maior fluxo de pessoas. É como combater a febre e não a doença. Só quem pode combater a doença são os governos Federal e Estadual, através de políticas de inclusão social.

Prefeito, e sobre o SAAE? A oposição diz que o senhor o vendeu , mas o que de fato aconteceu?

Gostaria de primeiro fazer um esclarecimento para que a população saiba a verdade dos fatos: nas eleições do ano passado a oposição tentou se aproveitar do discurso de que o SAAE foi vendido, o que não é verdade.

Fizemos uma PPP, Parceria Público Privada, que consiste numa concessão para que a empresa vencedora do processo licitatório administre o SAAE por um tempo determinado. Neste período eles farão um investimento de 200 milhões de reais e resolverão o problema da água e do esgoto em nossa cidade. Após este prazo todo os investimentos feitos retornarão ao município e será um patrimônio da cidade.

O que não aceito é a oposição criar um discurso que não corresponde à verdade para enganar a população quando eles sabem que esta é a única forma para resolver esta questão. O que eles não querem é ver este problema histórico resolvido para, nas eleições, capitalizarem eleitoralmente. Em busca de votos, preferem a falta d'água na cidade e o esgoto na porta das pessoas.

Sugiro à oposição visitar o Piauí onde o governador Wellington Dias, no seu terceiro mandato, reconheceu a necessidade de parcerias e está iniciando uma série de concessões naquele estado.

Prefeito, diante de todas essas dificuldades, o senhor avalia que Timon mudou para melhor?

Sim. É visível através dos olhos dos Timonenses e de teresinenses que tem vindo morar em nossa cidade. Não somos mais vistos como um bairro afastado da capital, mas como uma cidade em progresso que oferece aos seus habitantes oportunidades de crescimento.

Compreendemos que muito ainda precisa ser corrigido. Pavimentação, segurança e saúde, por exemplo, está entre esses fatores e tem sido algumas de nossas prioridades nas articulações com o governo do estado.

E o senhor mudou?

Sim. Os compromissos políticos a administrativos consomem quase a totalidade da minha agenda e já não tenho tempo como antes. Assim, como filho, esposo e pai, tenho aprendido que cada instante ao lado de minha família é importante para recuperar o fôlego para o trabalho do dia a dia. Recentemente, em viagem a trabalho, perdi o aniversário de 7 anos de minha filha caçula e não pude estar ao lado dela numa data tão importante, assim como outros aniversários de meus filhos.

O cargo de prefeito, para quem o encara com muita responsabilidade e compromisso, consome muito,pois tenho sempre que procurar entender de tudo um pouco e a administração é muito dinâmica e complexa, além disso por algumas vezes,fatos como o atentado que ocorreu contra mim, quando dispararam um tiro contra meu carro e acertaram o motorista, nos fazem mudar algumas rotinas, fato que até hoje nunca foi esclarecido. Ainda tenho convivido com o problema de saúde de minha mãe,que mesmo tendo perdido boa parte da voz acompanha sempre tudo pela internet e sempre tem dado aquele carinho e força de mãe o que é muito importante.

Meu pai, que tem acompanhado de perto o tratamento de saúde dela, acaba sofrendo também muitos ataques, talvez seja pelo fato de ter sido sempre um homem de posição o que incomoda muitos daqueles que gostariam de ter uma história como a dele. Como todo mundo que não se omite,ele tem seus erros e seus acertos, mas tem uma coisa que ninguém pode negar, é que estando fora ou dentro do poder ele sempre tentou ajudar Timon. E pela liderança que exerce, ele é procurado, mesmo estando de fora da administração. Fazem um jogo sujo com muitas calúnias e difamações e ele tem ganho muitas ações na Justiça, o que confirma as infâmias e injúrias que tem sofrido.

Uma coisa evidente é que aqueles que fazem oposição sempre tentam fugir do embate comigo. Eles têm que compreender que a relação de pai e filho nunca será abalada e isso nunca mudaremos,já na questão política e na forma de agir podemos eventualmente ter posições diferentes mas que convergem no mesmo objetivo que é de ver a cidade avançar e ser cada dia melhor. Com isso posso dizer que um dos valores mais importantes que tenho aprendido é ter a paciência e a compreensão que o tempo é o senhor da razão.


É muito grave o estado de saúde de "Almeidinha"


Complicou nesta quarta-feira (25) o estado de saúde do mototaxista e militante político,  Detudes Almeida, o popular “Almeidinha "(foto ao lado). Internado há cerca de quatro dias na Unidade de Pronto Atendimento de Timon- a UPA, ele sofre com uma insuficiência renal e precisa urgente de uma diálise.

De acordo com a funcionária da Secretaria Municipal de Saúde e diretoa da Clínica de Assistência a Saúde da Mulher (CAISM), Maria José, o prefeito de Timon, Luciano Leitoa pediu empenho da sua equipe para fazer o que pudesse com vistas a salvar o mototaxista.

Almeidinha está cedado e nesta quarta-feira foi conseguida uma Unidade de Terapia Intensiva no HUT de Teresina para interná-lo. Ele já foi transferido para a UTI na capital piauiense.

Fica nossa torcida por melhoras do mototaxista...

Comentários

  1. «
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. ...
  7. »
ENVIE SEU COMENTÁRIO
COMPARTILHE COM AMIGOS

O Portal AZ é apenas o meio contratado para divulgação deste material.
Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes neste espaço é de responsabilidade civil e penal exclusiva do blogueiro.
O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial da empresa.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2009