Homepage
RSS
Twitter

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca

Flávio Dino anulou 400 pagamentos de Arnaldo Melo

06/01/2015 • 15:55

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), determinou a suspensão de 400 pagamentos, num total de R$ 50 milhões, ordenados por seu antecessor, Arnaldo Melo (PMDB), nos três últimos dias de mandato.

Em ofício enviado ao superintendente do Banco do Brasil no Estado, Dino alegou “possível ocorrência de ilegalidades” para pedir que a instituição financeira cancele os repasses ordenados e enviados pelo governo nos dias 29, 30 e 31 de dezembro.

Ao menos três pagamentos foram destinados a empresas ligadas a Melo. A equipe do novo governador pretende apurar os pagamentos um a um antes de liberá-los.

A suspeita é de que recursos tenham sido liberados para contemplar aliados do grupo político liderado pelo senador José Sarney (PMDB-AP), que deixou o poder com a posse de Dino, no último dia 1º.

Foram identificados, por exemplo, ordens de pagamento emitidas, nos dias 29 e 30 de dezembro, para empresas de saúde ligadas à família de Arnaldo Melo.

Uma delas, a Clínica do Coração Ltda., recebeu R$ 871,2 mil no dia 30. A empresa pertence a duas filhas do então governador, Nina (eleita deputada estadual em outubro passado) e Diana, e presta “serviços especializados em cardiologia e radiologia” para o Estado. Outras duas empresas, a Clínica São Sebastião Ltda. e a Melo e Alves Ltda., receberam, respectivamente, R$ 111,1 mil e R$ 99,5 mil no dia 29.

A primeira tem como sócias Valderes Maria Couto de Melo, mulher de Arnaldo Melo, e a filha Diana. A segunda está registrada em nome da mãe do então governador, já morta, e de um sobrinho dele. Arnaldo Melo assumiu o governo do Maranhão após a renúncia de Roseana Sarney (PMDB), que deixou o cargo no dia 10 de dezembro passado alegando “recomendações médicas”.

A reportagem não conseguiu localizá-lo até o início da noite desta segunda (5) para comentar a suspensão dos pagamentos determinada por Dino.
( D Folha de São Paulo)

Comentários

leitor

postado:
07/01/2015 - 08:37
o governador ainda vai encontrar muita maracutaia deixado pelos sarneys!

Informes rápidos do blog do Elias Lacerda

05/01/2015 • 22:03

Os bastidores da posse de Flávio Dino


O jornalista e Secretário Estadual da Articulação Política, Márcio Jerry, está sendo apontado pela mídia opositora ao governo Flávio Dino, como o homem forte do novo governo . Mas entre os governistas termos como “super poderoso, “dono do Maranhão” e outros que dão idéia de concentração de poder, será  apenas uma lembrança do passado. De acordo com eles, esse hábito será abolido pelo atual governo.

Pode até ser e torcemos que seja mesmo, mas não se pode negar que o colinense tem sim grande influência sobre o governo do amigo Flávio Dino. Para se ter uma idéia, ele foi um dos poucos que chegou ao Palácio dos Leões na mesma caminhonete do novo governador na concorrida solenidade de transmissão de cargo no Palácio dos Leões na última quinta-feira, dia 1º.



Amigos de longas datas



A amizade de Márcio Jerry e Flávio Dino é antiga e remonta aos anos 80. Começou quando tinham 16 anos de idade.Estudaram e militaram juntos mais tarde no movimento estudantil na Universidade Federal do Maranhão.

Quando Flávio Dino deixou a magistratura de Juiz Federal e resolveu ingressar no PC do B, convidou o amigo jornalista, na época no PT,  para se filiar ao seu  partido. Jerry topou a idéia e os dois mantém até os dias atuais as boas relações de amizade.



Os Pereira com os Coutinhos




























Quem também demonstrou estar afinado com o novo governo foram os Pereira e os Coutinhos, duas das mais tradicionais famílias políticas do Leste Maranhense. Com Humberto Coutinho (provável presidente da Assembleia), Rubens Pereira Júnior, Rubens Pereira Pai, prefeita de Matões Sueli Pereira e o prefeito de Caxias Leonardo Coutinho, o grupo Pereira -Coutinho chegaram juntos ao Palácio para ver a posse.



Jomar Fernandes diz que não será mais candidato





Afastado da cena política do estado há alguns anos, o ex-prefeito de Imperatriz, Jomar Fernandes, do PT, também foi flagrado pelo blog do Elias Lacerda na solenidade de posse em frente ao Palácio dos Leões.


O petista que estava ao lado da esposa, a ex-deputada federal Teresinha Fernandes (PT), disse que a vitória de Flávio Dino representa uma conquista histórica para o Maranhão, mas que é resultado de um longo trabalho das forças de oposição ao grupo Sarney no estado.


Sobre seu futuro político, Jomar contou ao blog do Elias Lacerda que não será mais candidato. “Impedimento jurídico?”, perguntei. “Nada disso”- respondeu. “Minha esposa não tem qualquer restrição jurídica ao seu nome e mesmo assim não disputará mais eleição. Optamos por dar daqui pra frente apenas apoio aos companheiros de partido”, finalizou o ex-prefeito.


Bem na fita



















Se não for só discurso da boca pra fora, o prefeito Luciano Leitoa está bem no governo Flávio Dino e seus aliados. Durante nossa estada em frente ao Palácio dos Leões, tanto o deputado federal Weverton Rocha, do PDT (na foto acima à esquerda com o deputado Edivaldo Holanda), quanto o Secretário Estadual de Ciência e Tecnologia, deputado estadual Bira do Pindaré, do PSB (foto acima à direita) fizeram rasgados elogios ao prefeito timonense quando indagados sobre o que os timonenses e o prefeito podem esperar deles.

“Luciano é meu amigo pessoal e crescemos juntos nas hostes pedetistas. Ele pode contar com o nosso mandato de deputado federal em Brasília para conseguir recursos e projetos para Timon”, afirmou o deputado federal Weverton Rocha.

“Tenho um imenso respeito pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa. Ele foi uma das peças fundamentais para esta vitória. É homem de compromisso e nós, com certeza, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia vamos implantar projetos que beneficiam a cidade de Timon e os timonense “, contou Bira do Pindaré.


João da Gráfica está em São Luis


O empresário e presidente do PC do B de Timon, João da Gráfica, está em São Luis. Ele foi a capital maranhense assistir a posse do colega de partido Flávio Dino e por lá deve permanecer até o meio desta semana.



Flávio Dino e o discurso de posse



Ainda tem gente que se arrepia ao ouvir a gravação do discurso de posse do governador Flávio Dino no último dia 1º no Palácio do governo maranhense. A analogia com os dois Leões que estão na entrada do palácio, foi um primor.

Em verdade, poucos homens públicos tem a capacidade de fazer um discurso totalmente no improviso como fez Flávio Dino. Se depender de retórica, discurso, o Maranhão tem o melhor governador do Brasil.



Não deve cumprir a promessa



O governador Flávio Dino prometeu em palanque durante a campanha que na primeira semana de seu governo visitaria o município timonense com sua equipe para analisar as deficiências do município e ouvir propostas e projetos para melhorar a cidade. A promessa parece que não será cumprida. Pelo que investigou o blog do Elias Lacerda, o governador não deverá visitar a cidade nesses dias.

Ficará, talvez, para a próxima semana...



O fim das aposentadorias de ex-governadores



O PC do B maranhense tem a obrigação moral e ética de acabar com a vergonhosa aposentadoria de ex-governadores do estado. Roseana Sarney,José Reinaldo Tavares,Edison Lobão,João Alberto,Epitácio Cafeteira,João Castelo e José Sarney, por terem sido governadores do estado embolsam todo mês 25 mil reais.

Isso é uma excrescência. Afinal, político não pode ser considerada uma profissão.



Dr. Abreu deixou a direção do Alarico


O medico Dr. Abreu Neto entregou hoje pela manhã o cargo de diretor geral do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco ao seu companheiro de profissão e vice-prefeito de Timon, Danísio Marabuco. Abreu reuniu sua equipe de trabalho e apresentou o novo diretor recomendando empenho de todos até o último dia de trabalho.



Contratados ficarão até março



Os contratados de empresas que prestam serviço aos hospitais Unidade de Pronto Atendimento – UPA e Alarico Pacheco devem ficar no serviço até março próximo, tempo que terminará os contratos.


Danísio terá que optar


O vice-prefeito de Timon Danísio Marabuco não poderá acumular os salários de vice e de diretor do Hospital Regional Alarico Pacheco. Ele terá que optar por um dos dois. Como o salário de vice-prefeito é maior,imagina-se que ele deverá ficar com este.

A exigência de escolha é lei e tem que ser obedecida...



Credencial importante


Militante político dos mais aguerridos em favor das candidaturas de Flávio Dino ao governo e Roberto Rocha ao senado, ex-deputado federal Simplício Araújo ganhou mais uma credencial que lhe legitima para ser o escolhido para a Secretaria de Indústria e Comércio. Ele foi escolhido como o terceiro melhor deputado maranhense no Congresso Nacional e o 22º entre os melhores do país.

A escolha foi feita por ninguém menos que a revista Veja, o mais conceituado e importante noticioso impresso do país.






Comentários

FRANCISCO ARISTODENES RIBEIRO

aristodenes_direito@hotmail.com postado:
06/01/2015 - 20:34
Meu caro Ribeiro Júnior, seu comentário "postado: 06/01/2015 - 09:17 Essa análise do Francisco Aristodenos é pra sorrir mesmo KKKK. Rapaz, o prefeito de Timon terá como adversário em 2016 é o alexandre, tás sonhando?" OUTRORA TAMBÉM ACREDITEI, INCLUSIVE VOTANDO NESSE. LEMBRA O QUE O JOVEM DEPUTADO PUBLICOU SOBRE A CONCESSÃO DO SAAE, DA MA 040 E OUTRAS PROMESSAS, QUAL FOI CONCRETIZADA ? SE APRESENTAR OS SERVIÇOS PRESTADOS AO POVO DE TIMON, POSSO SOLICITAR AO BLOGUEIRO QUE RETIFIQUE MINHA PERGUNTA, ORIGEM DE SEU COMENTÁRIO. POIS NÃO AFIRMEI, PERGUNTEI.

leitor

postado:
06/01/2015 - 11:32
elias eu acho esse negocio ai de pensão vitalicia para ex-governador uma brincadeira com o povo trabalhador maranhense,no piaui isso já foi extinta e espero que em nosso querido estado acabe também!tó botando fé no flavio dino!

felicsobri

felicsobri postado:
06/01/2015 - 10:58
Vou torcer para FLAVIO DINO. Meta dificílima com um governo federal sucateado. Tem que ter muita sorte com o PODER federal.

DENIS SERVIO

deniservio@hotmail.com postado:
06/01/2015 - 10:39
Rapaz, mau o cara assumiu já tão falando em candidatura. É bom lembrar aos mais empolgados que ainda faltam 2 anos pra próxima eleição. Seria bom "baixar o facho", mostrar serviço e esperar o tempo oportuno.

Ribeiro Júnior

postado:
06/01/2015 - 09:17
Essa análise do Francisco Aristodenos é pra sorrir mesmo KKKK. Rapaz, o prefeito de Timon terá como adversário em 2016 é o alexandre, tás sonhando?

Lourdes

postado:
06/01/2015 - 09:03
Nada mais merecido aos leitoas ocuparem os cargos do estado sempre foram fiés as oposições, enquanto outros serviram no passado ao saguinolento grupo Sarney, para completar encerrar digo que os leitoas foram quem verdadeiramente deram votos aos flavio dino com Roberto Rocha. Tá satisfeita? ponto final.

jacilda

postado:
06/01/2015 - 08:36
Como no tempo do jackson, os leitoas vão ficar com tudo de novo do estado em Timon.

FRANCISCO ARISTODENES RIBEIRO

aristodenes_direito@hotmail.com postado:
06/01/2015 - 06:14
Caro Blogueiro, teremos um renascimento da maior disputa política da história de Timon, pois assim considero a existente entre os Senhores Napoleão Guimarães e Chico Leitoa (nome político). Sendo na atualidade iniciada na administração do Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, pelo genro de Napoleão Guimarães e da UPA por indicado pelo prefeito municipal? Em tempo, acredito que nasce um concorrente de peso ao governo municipal em Timon, por ser uma disputa adiada na campanha para deputado estadual. Danísio Marabuco tem bom relacionamento com muitos dos que acompanharam todos os ex-prefeitos de Timon, bem como do em exercício. Acredito que o teste será nas administrações na área da saúde que certamente será melhor para os timonenses. Que venham as eleições de 2016. É possível um vice-prefeito vencer um prefeito em exercício? Se acontecer, fortalecerá o governo do Estado que terá no seu partido um prefeito no terceiro maior colégio eleitoral do Maranhão.

Flavio Dino já definiu sobre alguns cargos em Timon

05/01/2015 • 08:18














O governador Flávio Dino já tomou decisão sobre dois cargos do estado em Timon. O novo governador tomou posse na última quinta-feira, dia 1º de janeiro, já sabendo com quem ficará as duas principais instituições de saúde do governo do Maranhão no município timonense: A Unidade de Pronto Atendimento e o Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco.

A UPA  ficará a cargo do prefeito Luciano Leitoa indicar o seu diretor e os outros cargos naquela unidade de saúde. Já o Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco será dirigido pelo médico e atual vice-prefeito de Timon, Danísio Marabuco.

Considerada um dos principais cargos do governo do estado em Timon, a UPA é detentora de vários contratos que empregam dezenas de funcionários. A Unidade de Pronto Atendimento até o último dia de dezembro de 2014 foi dirigida por um aliado do deputado estadual Alexandre Almeida, cargo que teve indicação do parlamentar desde a sua fundação na cidade. No meio político local é idéia comum que a UPA teve papel importante na reeleição do parlamentar timonense.

Mas o hospital Alarico Nunes Pacheco não fica sem importãncia. É órgão tão importante ou mais ainda que a UPA. Passando por uma reforma e vivendo momentos de poucos recursos, o hospital caiu no colo do vice-prefeito por uma decisão do governador Flávio Dino como forma de o compensar pela desistência de ser candidato a deputado estadual pelo PC do B nas últimas eleições.

Com a perspectiva de se tornar hospital geral em breve, o  Alarico Pacheco também deverá receber
investimentos e contratar dezenas de funcionários. Mesmo nos moldes atuais, sem grandes recursos a unidade de saúde que era dirigida por aliados da ex-prefeita Socorro Waquim, já mantém dezenas de contratos.Com os investimentos que o governo do estado planeja para o hospital, o Alarico Pacheco se tornará ainda maior que a UPA.


Aviso aos sedentos por cargos do estado em Timon


Aos apressadinhos por cargos do estado em Timon vai um aviso: Somente depois deste mês de janeiro e fevereiro é que a empresa contratada para gerir a estrutura da saúde do estado no município deverá ser substituída e os funcionários contratados também. Nestes dois primeiros meses não haverá grandes mudanças nas estruturas administrativas tanto da UPA quanto do Alarico Pacheco, entretanto as nomeações dos novos diretores deverão acontecer logo no começo desta semana.


Os outros cargos do estado em Timon


Fora a UPA e o Alarico Pacheco, o governo Flávio Dino até onde investigou o blog do Elias Lacerda durante visita a São Luis no último final de semana, continua sem decisão sobre outros cargos no município timonense.


Na Ciretran


Na Circunscrição Regional de Trânsito, a Ciretran, o nome do funcionário público municipal e presidente do PSDB, Daniel Coimbra, continua muito cotado, mas sem definição. Seu nome é o preferido do vice-governador Carlos Brandão que tem se articulado para emplacar o companheiro tucano, mas a articulação política de Flávio Dino espera um sinal verde do prefeito Luciano Leitoa.


Unidades Regionais


Inicialmente falou-se que o governo Flávio Dino extinguiria as unidades regional de saúde, educação, indústria e comercio e agricultura, mas de acordo com fontes do blog do Elias Lacerda ligadas ao novo governo do Maranhão, o governo as manterá. Criados ainda na gestão do ex-governador Jackson Lago, os órgãos continuam acéfalos. Os ex-gestores deixaram as pastas em dezembro último e o atual governo ainda não definiu com quem ficará os cargos.

Até onde conseguiu apurar o blog do Elias Lacerda, a regional da educação ficará a cargo do prefeito Luciano Leitoa indicar seu novo gestor. O restante dos cargos o blog não conseguiu ficar sabendo...



Edital de Convocação


O presidente da ADVTI, o senhor Rubenilson Nunes da Silva, vem a publico, convidar os sócios fundadores efetivos e assistidos, a se fazer presente a uma assembleia geral ordinária de prestação de contas. Será realizada no dia 10 de janeiro de 2015. Em primeira convocação as 09h30min da manhã, se presente a maioria absoluta dos sócios, ou em segunda convocação as 10h00min horas se presente uma terça parte dos associados, ou em terceira convocação com 30 minutos após a segunda, com qualquer número de sócios.

Acontecerá na sede da ADVTI (Associação dos Deficientes Visuais de Timon), que fica na avenida presidente medes nº 3029, no bairro Mateuzinho em Timon (MA).











Comentários

Eli

postado:
06/01/2015 - 11:41
Olha, enquanto esses disse me disse, deveriam pensar é se tais gestores só vão usar isso para contratar os seu pares ou vão mudar alguma coisa na saude daqui! Todos adoecem! Rico e pobre, viu?

ELIOMAR FEITOSA

postado:
05/01/2015 - 21:15
Gostaria de ver, o poder municipal fazer algo pela saúde, pois o Estado sempre fez algum atendimento seja pela UPA ou pelo Alarico, só que a prefeitura nunca fez o seu dever de casa em nenhum governo.

Silmara

postado:
05/01/2015 - 15:07
Prefeitura com governo do estado trabalhando juntos pela saúde do timonense, é tudo que merecemos, boa sorte aos novos gestores.

judite Oliveira

postado:
05/01/2015 - 14:30
prefeito Luciano Leitoa emplacando todas na mais perfeita harmonia com Flávio Dino, assim tem que ser, espero que o governo do estado mostre sua cara agora com bons serviços aos timonenses.

Gastão diz que grupo Sarney está esfacelado

04/01/2015 • 18:24

Candidato a senador derrotado pelo PMDB na eleição de outubro, o sarneisista de nascença Gastão Vieira (parece não mais assumir tal condição, já que está abandonando o barco) declarou, em entrevista publicada no jornal O Imparcial deste domingo, que o grupo Sarney está esfacelado sem condições, na sua visão de membro partícipe, de se levantar.

“Nesse momento não tem mais grupo. Podemos avaliar somente o passado, sem condições de pensar no futuro. Não existe nenhuma liderança com perfil de aglutinar as tendências diversas que ficaram com essa derrota. A vitória de Flávio Dino é inquestionável, pelo número de votos, pela maneira como empolgou a população e também nesse momento o Maranhão quer se conciliar com a sua autoestima. Eu duvido muito que vamos ter condições de fazer um enfrentamento na Assembleia. Em nome de quem e por quem? Cada um de nós vai buscar o seu caminho, se vamos nos juntar mais na frente é uma outra questão”, afirmou Gastão Vieira, ao acrescentar:

“há um imenso vazio e não vejo nenhuma perspectiva desse grupo de se erguer”.

Ainda na entrevista em tom de desabafo, Gastão Vieira, que até insinuou ser candidato a governador da oligarquia, ironiza a votação de Edinho Lobão. “Tive quase 1 milhão e 300 mil votos [para senador], quase 400 mil votos a mais que o candidato a governador da minha chapa”.

Ministro do Turismo da presidenta Dilma Rousseff por indicação do senador José Sarney – até o momento não foi convidado para participar do segundo mandato da presidenta – Gastão afirma que Roseana Sarney deixou muito a desejar neste último mandato.

“Eu fui secretario de Educação do primeiro mandato de Roseana, do governo que ela fez com um conjunto de técnicos que ajudaram ela a se eleger. O seu primeiro governo foi muito bom. O segundo governo, por discordar da criação de gerências regionais eu me afastei, tive uma rápida participação no governo que ela completou com a saída de Jackson e nesta gestão que terminou eu não tive nenhuma participação. Acho que o último governo dela foi muito diferente, ficou muita coisa a desejar”, disparou.

Por fim, Gastão sinaliza que deixará o PMDB e deixa um recado aos dirigentes da sigla no estado. De acordo com o candidato a senador derrotado do grupo Sarney, não há comando no partido no Maranhão.

“Eu, uma vez brincando, disse ao CQC que o PMDB era um partido que todo mundo mandava, ninguém obedecia e cada um fazia o que queria. O PMDB no Maranhão, por ter tanto cacique, se inviabiliza em construir um caminho para o futuro. Penso em sair do partido e buscar outro partido, onde a gente saiba exatamente quem manda e quem obedece”, concluiu Gastão.
(do blog do John Cutrim)

Comentários

TORRES

postado:
06/01/2015 - 19:13
Será que Gastão Vieira está criando uma "DELAÇÃO PREMIADA POLÍTICA" para conseguir alguma vantagem no governo de Flavio Dino?

ANTONIO DELFINO GUIMARAES

postado:
05/01/2015 - 21:21
O CARA FAZ PARTE DO GRUPO HÁ 50 ANOS, OCUPA TODOS OS CARGOS POSSIVEIS DE PRIMEIRO ESCALÃO, FOI DEPUTADO ESTADUAL E FEDERAL AS CUSTAS DO GRUPO SARNEY, FOI MINISTRO DE ESTADO AS CUSTAS DO GRUPO SARNEY, NOMEOU SEU SOBRINHO DANILO VARIAS VEZES COMO SECRETARIO, TINHA INUMEROS CARGOS DE SEGUNDO ESCALÃO NO GOVERNO E AGORA VEM DIZER QUE NÃO TEM NADA A VER COM ESSE GRUPO??? AH GASTÃO ME POUPA......

Maranhão tem um policial para 890 habitantes

04/01/2015 • 08:25

A convocação por parte do governador Flávio Dino de mil excedentes no concurso realizado para a formação de Soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros deve melhorar o policiamento ostensivo na capital e no interior. Mesmo com a convocação, o estado continua sendo deficiente no seu contingente militar.

Com a medida, o Maranhão passa a ter contigente de 10 mil policiais. Antes, eram cerca de 1 agente para 890 habitantes. A média agora baixa: teremos 1 policial para quase 600 habitantes. Com isso, o Maranhão não terá mais a pior média de policial por habitante do país.

Com o chamamento do governo os militares terão que realizar com urgência os testes de aptidão física. A ideia é que os novos policiais e bombeiros possam estar aptos para trabalhar o mais rápido possível.

Flávio Dino procura atender com isso a uma demanda da própria população, que reivindicava mais policiamento nas ruas, além dos próprios aprovados que esperavam ser chamados.


Atualmente, segundo a Polícia Militar, existem no Maranhão mais de 9 mil policiais em todo o Estado. Mesmo com o crescimento do efetivo, após a medida do novo governo, o número se mostra insuficiente para atender a todo o estado e a prova disso pode estar no crescimento no número de mortes na capital e no interior.

O estado tem, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Justiça, o pior percentual de policiais por habitantes: um policial para cada 890 habitantes. Segundo a Organização das Nações Unidas, o número ideal seria de um policial para cada 300 habitantes.

Em relação aos salários e benefícios, um policial militar no estado ganha em torno de R$ 3.156, que varia entre aqueles que trabalham na capital e no interior do estado. O salário chegou a ser reajustado ano passado após a paralisação da categoria. Com a convocação, o estado passará a ter um total de 10.000 agentes, uma média de 1 policial para 600 habitantes.
(Com informações do jornal O Imparcial)


Mensagem de Final de Ano do vereador Biú











Jamais haverá ano novo se você continuar a cometer os erros dos anos velhos. Pense nisso.

Feliz Natal e Próspero Ano Novo, são os votos do vereador Biú e família.









Comentários

  1. «
  2. ... 
  3. 6
  4. 7
  5. 8
  6. 9
  7. 10
  8. 11
  9. 12
  10. ...
  11. »
ENVIE SEU COMENTÁRIO
COMPARTILHE COM AMIGOS

O Portal AZ é apenas o meio contratado para divulgação deste material.
Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes neste espaço é de responsabilidade civil e penal exclusiva do blogueiro.
O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial da empresa.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2009