Ministro da Justiça de Temer era protetor do fiscal da ‘Carne Fraca’ ...

Veja os principais destaques

Ministro da Justiça de Temer era protetor do fiscal da ‘Carne Fraca’ ...

Ministro da Justiça, Osmar Serraglio
Ministro da Justiça, Osmar Serraglio


Osmar Serraglio, atual ministro da Justiça do governo Temer é acusado de ser um ferrenho protetor politico do fiscal agropecuário, Daniel Gonçalves Filho. O ministro é acusado de ter recorrido a Daniel para pedir que ajudasse dono de frigorifico sob fiscalização no Paraná.


Num dos telefonemas captados pelas escutas autorizadas pelo juiz Marcos Josegrei, Serraglio chama o fiscal Daniel Gonçalves de “grande chefe”. O então deputado federal pedia informações sobre uma fiscalização num frigorífico chamado Larissa, assentado na cidade de Iporã (PR). Pertence a Paulo Rogério Sposito, que também teve a prisão decretada. Seguiu-se o seguinte diálogo:...


Osmar Serraglio: Grande chefe, tudo bom?


Daniel Gonçalves: Tudo bom?


Serraglio: Viu, tá tendo um problema lá em Iporã. Cê tá sabendo?


Daniel: Não


Serraglio: O cara lá….que o cara que tá fiscalizando lá…apavorou o Paulo lá…disse que hoje vai fechar aquele frigorífico…botô a boca..deixou o Paulo apavorado. Mas para fechar tem o rito, não tem? Sei lá…como funciona um negócio deste?


Daniel: Deixa eu ver o que está acontecendo..tomar pé da situação de lá…falo com o senhor....


Daniel Gonçalves ligou para uma subordinada, a fiscal Maria do Rocio, também encrencada na Carne Fraca. Pediu-lhe que verificasse o que sucedia nas instalações do frigorífico Larissa. A interlocutora informou que não havia nada de errado na empresa. A informação foi repassada a Serraglio.


Serraglio também teria tentado impedir que o "grande chefe", como se referia a Daniel Gonçalves Filho, fosse afastado do comando da Superintendência do Ministério da Agricultura no Paraná. Ultima Ministra da Agricultura no governo de Dilma, Katia Abreu, disse que recebeu o então deputado Osmar Serraglio em seu gabinete no ano passado, acompanhado do deputado Sergio Sousa (PMDB-PR) par pedir pela permanência do Daniel Filho no cargo.


A senadora Katia Abreu informou que teria recebido da Consultoria Jurídica do Ministério da Agricultura a recomendação para suspender Daniel do posto de autoridade máxima da pasta no Estado do Paraná. O afastamento ocorreria como resultado de um processo disciplinar administrativo.
Segundo a Polícia Federal, a “quadrilha” liderada por Daniel Gonçalves cobrava propinas de frigoríficos. Em troca, fechava os olhos da fiscalização. E permitia que chegassem às gôndolas dos supermercados carnes com prazo de validade vencido —por vezes, muito vencido....

 

Frigorífico foi maior doador da campanha de Serraglio em 2014

O frigorífico JBS foi o principal doador da campanha do então candidato Osmar Serraglio (PMDB) nas Eleições 2014, de acordo com dados do TSE (Tribnunal Superior Eleitoral). Na ocasião, o atual ministro da Justiça disputava uma vaga na Câmara dos Deputados e, por isso, recebeu R$ 200 mil da empresa.


A doação foi feita, via transferência eletrônica, da empresa para aa direção nacional, sendo que o destinatário final era Serraglio. Ao todo, o peemedebista conseguiu juntar R$ 1.495.649,45 na campanha eleitoral daquele ano.

 

PMDB e PP os lucradores

O delegado da PF (Polícia Federal) Maurício Moscardi Grillo afirmou nesta sexta-feira (17), em coletiva de imprensa em Curitiba (PR), que parte do dinheiro arrecadado pelo esquema de corrupção envolvendo fiscais e maiores frigoríficos do País abastecia o PMDB e o PP.

 


Coreia suspende importações

Coreia do Sul vai banir temporariamente as vendas de produtos da BRF após o escândalo da semana passada,segundo comunicado do Ministério de Agricultura sul-coreano emitido nesta segunda-feira, 20.


Mais de 80 por cento das 107.400 toneladas de frango importadas pela Coreia do Sul no ano passado vieram do Brasil, sendo quase metade fornecida pela BRF.


A conta só aumenta: Chile, China...


Alem da Coreia do Sul, nesta segunda-feira, 20, o Chile, China e países da Europa anunciaram a suspensão da compra de carnes brasileiras após a Operação Carne Fraca da Polícia Federal encontrar irregularidades em produtos de 21 frigoríficos.


A China anunciou que toda carga brasileira vai ficar retida nos portos até que o governo brasileiro preste todos os esclarecimentos técnicos que a China necessite.


A China é o principal comprador da carne bovina brasileira.

 

Blairo Maggi

Ministro da Agricultura, Blairo Maggi
Ministro da Agricultura, Blairo Maggi

 

 

"Se todos os países interromperem a importação, será um desastre"

Maggi disse que teve autorização do presidente Michel Temer para que, se for necessário, endureça na reação aos países que vierem a bloquear as importações de carne brasileira.


"Comércio é assim, às vezes tem cotovelada", comentou, em entrevista concedida no Ministério da Agricultura.


"Se tiver de ter uma reação mais forte, farei com toda tranquilidade." finalizou o ministro da Agricultura.

 

 

CPI da Carne Fraca à vista

 

O petista Carlos Zarattini, líder do PT, defendeu nesta segunda-feira, 20, a criação de uma CPI da Carne Fraca

 

PCdoB em festa
Na próxima quarta-feira, 22, o Partido Comunista do Brasil realizará ato politico em comemoração aos 95 anos de fundação do partido. Será as 15h no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados.

 

No Piaui tambem

Depois de um tempo distante os comunistas estão em festa pelo retorno a base de Wellington Dias. Ontem, o Professor Mário Ângelo tomou posse  na Coordenadoria de Ensino com Mediação Tecnológica do Governo do Estado do Piauí, ligado a Secretaria Estadual de Educação do Estado.

Maria Angelo é professor da Universidade Federal do Piaui, foi presidente da ADUFPI e Secretario Estadual do Meio Ambiente.

 

STF autoriza 1ª operação da Lava-Jato com base nas delações da Odebrecht

A nova fase da Lava Jato autorizada pelo STF  nesta terça-feira, 21, tem 14 mandados, sendo realizada em Salvador, Recife, Maceió, Rio de Janeiro  e DF. Segundo as primeiras informações, não há medidas diretas contra senadores, mas à pessoas ligadas às investigações deles no STF.

Nova fase mira empresa ligada a Eunício Oliveira. Também há medidas ligadas às investigações de Humberto Costa, Renan Calheiros e Valdir Raupp.

 


TRF mantem a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo presa

O desembargador Abel Gomes, do Tribunal Federal Regional da 2ª Região (TRF-2), decidiu que a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo vai permanecer na cadeia.


Na decisão, o desembargador afirma que ela manipulou joias e dinheiro em espécie após a prisão de Sérgio Cabral. E que por isso, ela foi presa pouco tempo após o marido.


Gomes também rebate o argumento de que Adriana precisa cuidar dos filhos. Segundo ele, a decisão precisaria ser estendida a todas as outras mulheres presas.


O desembargador acolheu o mandado de segurança do Ministério Público Federal contra a decisão do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Na última sexta (17), Bretas converteu a prisão preventiva de Adriana em domiciliar.


Aloysio Nunes pede ao STF para ter acesso às delações da Odebrecht
O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB), pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter acesso ao conteúdo da delação premiada do ex-diretor da Odebrecht Carlos Armando Paschoal, conhecido como "Cap". Caberá ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, analisar o pedido.

 


Brasil é denunciado à ONU

O Brasil foi denunciado na ONU nesta segunda-feira, 20, por conta da decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de vetar, a pedido do governo, a lista de empresas flagradas com mão de obra análoga à escravidão. A iniciativa foi da entidade Conectas, que levou o caso ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra.


No dia 7 de março, o ministro Ives Gandra Filho, presidente do TST, suspendeu a divulgação das listas depois de dois recursos impetrados pelo governo federal contra decisões anteriores da Justiça do Trabalho. A decisão deu ao governo 120 dias para “reformulação e aperfeiçoamento” da portaria que cria a “lista suja”. Para a Conectas, trata-se de uma manobra para esvaziar o instrumento.

 

Enquanto isso...

 

 

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff estiveram neste domingo (19) na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano para participar da “Inauguração Popular da Transposição do São Francisco”. 

Uma comitiva, composta pelos ex-presidentes, pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), pelos os governadores da Bahia, Rui Costa (PT); do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB); do Ceará, Camilo Santana (PT); e do Piauí, Wellington Dias (PT); pelos senadores Lindbergh Farias (PT), Gleisi Hoffmann (PT) e Humberto Costa; pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e por deputados, prefeitos e vereadores de cidades da Paraíba e Pernambuco, saiu de Campina Grande pela BR-230 até a cidade de Monteiro.

Antes da chegada da comitiva no local, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um engarrafamento na BR-412, que dá acesso ao município. De acordo com o órgão, entre o final da manhã e o início da tarde deste domingo, o congestionamento de carros e ônibus chegava a cerca de três quilômetros.

A solenidade teve início na entrada da cidade, com o plantio de árvores por parte de Lula e Dilma, por volta das 13h. A comitiva seguiu em carreata até o centro da cidade, quando houve a “inauguração popular”, que teve início por volta das 16h.


Lula, Dilma e a Lava-Jato

Nos próximos dias, Edson Fachin vai autorizar o desmembramento dos depoimentos da Odebrecht em que citam os ex-presidentes Lula e Dilma e eles vão parar na mesa de Sergio Moro.

 

Expectativas frustradas


A ministra Cármen Lúcia anunciou que irá se aposentará no ano que vem, bem antes do limite de idade (terá 64 em abril de 2018). .

 


Moreira Franco é intimado

Moreira Franco foi intimado a apresentar sua defesa nas ações que correm contra sua nomeação à Secretaria-Geral da Presidência.


As ações foram movidas pelo PSOL e pela Rede no STF, que alegam que a nomeação de Moreira Franco ao cargo de ministro teve, na verdade, objetivo de conceder-lhe foro privilegiado.


Celso de Mello indeferiu as liminares que suspenderam a nomeação de Angorá, mas ainda deve levar a questão ao plenário do STF. Ele tem dez dias para apresentar a defesa.

 


250 milhões voltam aos cofres do RJ
Cerca de R$ 250 milhões repatriados no esquema de desvio de recursos liderado pelo ex-governador Sérgio Cabral serão devolvidos aos cofres públicos nesta terça-feira, (21) na sede do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), centro da capital fluminense. O dinheiro pagará o 13º salário de 2016 de cerca de 146 mil aposentados e pensionistas do estado, com vencimento de até R$ 3,2 mil, o que representa 57% dos inativos.

 

 

Foi carne brasileira mesmo ?

 


O presidente Michel Temer come carne na churrascaria Steak Bull, em Brasília, para onde foi com embaixadores de cerca de 40 países, que compram carne do Brasil e representantes de frigoríficos em Brasília no ultimo domingo, 19.


Rodrigo Carvalho, gerente do restaurante, afirmou que foram servidas carnes importadas e brasileiras. E que o restaurante ofereceu picanhas importadas da Austrália, mas também peças produzidas no Brasil. Havia ainda outros cortes de carnes produzidos no país.


Depois, o gerente mudou sua versão. Disse que o restaurante trabalha com carnes importadas, mas que 80% das carnes servidas diariamente são nacionais. Ele ressaltou, no entanto, que no jantar de Temer com os embaixadores, só foram servidos cortes nacionais. Segundo ele, a picanha australiana com a qual o restaurante trabalha estava em falta e por isso não foi servida.

 

Morre o bilionário mais velho do mundo 

Morre, aos 101 anos, David Rockfeller, o bilionário mais velho do mundo

Porta-voz do bilionário, citado pela agência AP, informou que Rockefeller morreu dormindo em casa, em Pocantico Hills, no estado de Nova York.

 

Nota da JBS e suas marcas em resposta a operação "carne fraca"