Curta piauiense é intrigante e chama atenção

O filme é de Piripiri (PI)

O curta-metragem experimental A Linha, produzido em 2016, de forma causticante, aborda a agonia inerente do distanciamento do ser com o humano. Algo separa os personagens daquilo que buscam, tornando a existência nauseante e cheia de conflitos com a própria percepção da realidade. Um curta que foca nos abismos sociais e o distanciamento do social. Poesia visual forte com um ruído distante dos gritos marginalizados.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O filme é de Piripiri (PI) e é escrito, dirigido, montado e musicado por Oliveira Júnior, produção do coletivo Truva Filmes com Anderson Reis, Carolina Silva, Geirlys Silva, Francisco Machado, Victoria, Viktor Cacau, José Gil, Catarina Sena, Kerolaia Sousa, Luyara Barros e Susy Gomes .

A Linha foi filmado em Teresina, e a produção encontrou dificuldades para achar pessoas interessadas nesse trabalho de audiovisual, o orçamento foi curto e financiado pelo coletivo Truva.

O filme contou com a ilustre participação do diretor de arte Moisés Rêgo, artista plástico, professor e coordenador de artes da rede de ensino Diocesano em Teresina. O elenco da produção é da Escola Técnica Estadual de Teatro Gomes Campos e a locação foi cedida pelo grupo Harém de Teatro. O filme agora parte pra ser exibido em festivais pelo Brasil.