Publicidade

Lenta agonia

Muita gente do governo do Estado deve estar deveramente preocupada pelo fato de o procurador da República Marco Aurélio Adão ter anunciado para o próximo dia 29, terça-feira, a coletiva em que, entre outras coisas, se dirá que a operação Topique continuará, mesmo tendo denunciado anteontem 22 dos envolvidos até agora identificados. Essa organização criminosa, como se viu, foi acusada de ter praticado assalto aos cofres públicos, através da secretária de Educação. Procedimentos que se imagina, venha de anos. Eles atuaram também em várias prefeituras do Piauí e Maranhão.  A conta do escândalo não para de crescer, e, originalmente em mais de R$ 100 milhões, especula-se que o número definitivo pode passar dos R$ 300 milhões. É uma verdadeira fortuna, com qualquer parâmetro, que faltou para o transporte escolar, sendo objeto de desvios a partilha dessa fábula entre ‘topiqueiros’ que se beneficiaram e se locupletaram do dinheiro público, de modo recorrente, como uma verdadeira quadrilha. O fato é ainda mais grave porque pode puxar para dentro do inquérito figuras importantes da administração estadual, podendo arrastá-los para uma sequência sem fim de uma investigação que, como se sabe, tem um ponto de partida, mas nunca tem ponto definitivo de chegada. Não é por outra razão que o procurador da República já anunciou para os próximos dias a complementação da denúncia, podendo ter surpresas, e esse aditamento ao termo do Ministério Público pode trazer ainda mais transtornos, com repercussões inimagináveis. O caso se arrasta já há algum tempo, e, pelo desenrolar da instrução processual, deve-se esperar que as coisas para os que se encontram dentro da ação penal e os que podem se tornar seu alvo, devem se desenrolar em uma lenta agonia.

Procurador da República Marco Aurélio Adão anuncia coletiva sobre a ação penal da Topique para terça-feira (Foto: reprodução internet)

Agora vai?

O prefeito Zé Medeiros, foi apeado do poder, em Manoel Emídio, por ação da Câmara Municipal, num julgamento em que votou a mulher do vice-prefeito, contra ele.
Medeiros aguarda, desde maio do ano passado, que o Tribunal de Justiça do Piauí julgue a liminar. 
E o homem tem é gasto, para ver esse julgamento acontecer.

É hoje!

O julgamento do caso de Zé Medeiros, da cidade de Manoel Emídio, está marcado para hoje. 
Então, vai-se aguardar se será favorável a ele. Como esperado.

Jogo sujo

Essa campanha eleitoral pela presidência da Assembleia Legislativa está mesmo descambando para o baixo nível. Há especulações de que, para emplacar o seu candidato, Hélio Isaias, o senador Ciro Nogueira tem desenvolvido ações nada republicanas. Falam num jogo bruto, que envolve cargos e até dinheiro. 
Isso é muito sério.

Moeda de troca

Ontem, especulou-se que cargos da prefeitura de Teresina estariam servindo de moeda de troca para satisfazer os desejos do senador. 
Há quem diga que o vereador Venâncio Cardoso, teria sido ameaçado de perder o seu cargo de secretário, caso não convença a mãe, Flora Izabel, a votar no candidato de oposição. 
Chantagem pura.

Vai, Firmino!

Mas é de se acreditar que o prefeito Firmino Filho, por maior que possa ser a sua indisposição para com Themístocles Filho, não vai deixar que usem o próprio municipal nessa jogada suicida do senador. 
É preciso que haja respeito de parte a parte.

Solidários

Amigos de Venâncio, entre eles os vereadores Evandro Hidd, Luis André, Gustavo Gaioso e Enzo Samuel , foram ontem hipotecar solidariedade a ele, por conta das ameaças que teria sofrido do senador Ciro Nogueira.

Lá vem!

Já tem nova data para o TREF 1ª Região dar continuidade ao julgamento por improbidade administrativa do deputado federal Assis Carvalho. A sessão será dia 12  de fevereiro. 
Pelo que já ocorreu, com um dos julgadores chegando a pedir vista várias vezes, e o réu mudou de advogado na última sessão, resta saber agora qual será a próxima artimanha. 

Como fazer?

Voltar o advogado anterior e suspender o julgamento alegando desconhecer os últimos fatos no processo?  
Ou Ney Belo irá faltar à sessão em cima da hora sem tempo de serconvocado o substituto? 

Delação, eu?

Ontem, depois que o Ministério Público denunciou os 22 envolvidos na operação Topique, especulou-se que Luís Carlos, da Locar, iria aceitar fazer uma delação premiada. 
Já se ouviu da boca do próprio Luís Carlos que ele não abrirá o bico, pois deve tudo que é e o que tem hoje, ao governador Wellington Dias.

Reforma lenta 

Olha aí uma boa notícia para os atuais ocupante de cargos comissionados no Governo do Estado. A tal reforma anunciada pelo governador Wellington Dias não se encerrará em fevereiro. 
Portanto, a mudança a ser feita na equipe só ocorrerá em abril, muito depois da Semana Santa.

Aliviados

Até lá, estarão respirando aliviados os mais de 400 DAS (com direito a Gratificação especial) lotados na Secretaria de Governo, onde a maioria sequer trabalha. 
E bom, também, para aqueles que sabem que não seguirão no atual governo.

Mestrado Ufpi

Os coordenadores do Mestrado em Direito da Universidade Federal do Piauí, professores Efrén Paulo e Deborah Dettmam informam que em breve será publicado o edital de seleção para a primeira turma. 
Serão 12 vagas e as aulas estão previstas para começar em maio. 

Ping-Pong

Com a palavra, o mais antigo 

Durante a abertura dos trabalhos do judiciário no Tribunal de Justiça do Piauí, o Presidente da Corte, Sebastião Martins, passa a palavra ao decano da casa, o desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho.

Sebastião: “Passo a palavra ao desembargador Brandão de Carvalho, que é o mais antigo desta casa”.
Brandão: “E olhando não tem quem diga...”
Sebastião: “Viva o seus cabelos negros...”

Expressas

A 1ª edição do Festival The Vejo na Ponte encerra nesse domingo e contará com apresentações de Vavá Ribeiro, Teófilo e Flávio Moura com o melhor da MPB.

A partir do dia 1º de março, a Prefeitura de Teresina suspenderá os serviços de coleta de resíduos extradomiciliares.

O Grupo Interalli obteve licença prévia para construção do Complexo Fotovoltaico Marangatu, que será instalado em uma área de 2.100 hectares, no município de Brasileira, Piauí. 

Muita gente do governo do Estado deve estar deveramente preocupada pelo fato de o procurador da República Marco Aurélio Adão ter anunciado para o próximo dia 29, terça-feira, a coletiva em que, entre outras coisas, se dirá que a operação Topique continuará, mesmo tendo denunciado anteontem 22 dos envolvidos até agora identificados. Essa organização criminosa, como se viu, foi acusada de ter praticado assalto aos cofres públicos, através da secretária de Educação. Procedimentos que se imagina, venha de anos. Eles atuaram também em várias prefeituras do Piauí e Maranhão.  A conta do escândalo não para de crescer, e, originalmente em mais de R$ 100 milhões, especula-se que o número definitivo pode passar dos R$ 300 milhões. É uma verdadeira fortuna, com qualquer parâmetro, que faltou para o transporte escolar, sendo objeto de desvios a partilha dessa fábula entre ‘topiqueiros’ que se beneficiaram e se locupletaram do dinheiro público, de modo recorrente, como uma verdadeira quadrilha. O fato é ainda mais grave porque pode puxar para dentro do inquérito figuras importantes da administração estadual, podendo arrastá-los para uma sequência sem fim de uma investigação que, como se sabe, tem um ponto de partida, mas nunca tem ponto definitivo de chegada. Não é por outra razão que o procurador da República já anunciou para os próximos dias a complementação da denúncia, podendo ter surpresas, e esse aditamento ao termo do Ministério Público pode trazer ainda mais transtornos, com repercussões inimagináveis. O caso se arrasta já há algum tempo, e, pelo desenrolar da instrução processual, deve-se esperar que as coisas para os que se encontram dentro da ação penal e os que podem se tornar seu alvo, devem se desenrolar em uma lenta agonia.

Procurador da República Marco Aurélio Adão anuncia coletiva sobre a ação penal da Topique para terça-feira (Foto: reprodução internet)

Agora vai?

O prefeito Zé Medeiros, foi apeado do poder, em Manoel Emídio, por ação da Câmara Municipal, num julgamento em que votou a mulher do vice-prefeito, contra ele.
Medeiros aguarda, desde maio do ano passado, que o Tribunal de Justiça do Piauí julgue a liminar. 
E o homem tem é gasto, para ver esse julgamento acontecer.

É hoje!

O julgamento do caso de Zé Medeiros, da cidade de Manoel Emídio, está marcado para hoje. 
Então, vai-se aguardar se será favorável a ele. Como esperado.

Jogo sujo

Essa campanha eleitoral pela presidência da Assembleia Legislativa está mesmo descambando para o baixo nível. Há especulações de que, para emplacar o seu candidato, Hélio Isaias, o senador Ciro Nogueira tem desenvolvido ações nada republicanas. Falam num jogo bruto, que envolve cargos e até dinheiro. 
Isso é muito sério.

Moeda de troca

Ontem, especulou-se que cargos da prefeitura de Teresina estariam servindo de moeda de troca para satisfazer os desejos do senador. 
Há quem diga que o vereador Venâncio Cardoso, teria sido ameaçado de perder o seu cargo de secretário, caso não convença a mãe, Flora Izabel, a votar no candidato de oposição. 
Chantagem pura.

Vai, Firmino!

Mas é de se acreditar que o prefeito Firmino Filho, por maior que possa ser a sua indisposição para com Themístocles Filho, não vai deixar que usem o próprio municipal nessa jogada suicida do senador. 
É preciso que haja respeito de parte a parte.

Solidários

Amigos de Venâncio, entre eles os vereadores Evandro Hidd, Luis André, Gustavo Gaioso e Enzo Samuel , foram ontem hipotecar solidariedade a ele, por conta das ameaças que teria sofrido do senador Ciro Nogueira.

Lá vem!

Já tem nova data para o TREF 1ª Região dar continuidade ao julgamento por improbidade administrativa do deputado federal Assis Carvalho. A sessão será dia 12  de fevereiro. 
Pelo que já ocorreu, com um dos julgadores chegando a pedir vista várias vezes, e o réu mudou de advogado na última sessão, resta saber agora qual será a próxima artimanha. 

Como fazer?

Voltar o advogado anterior e suspender o julgamento alegando desconhecer os últimos fatos no processo?  
Ou Ney Belo irá faltar à sessão em cima da hora sem tempo de serconvocado o substituto? 

Delação, eu?

Ontem, depois que o Ministério Público denunciou os 22 envolvidos na operação Topique, especulou-se que Luís Carlos, da Locar, iria aceitar fazer uma delação premiada. 
Já se ouviu da boca do próprio Luís Carlos que ele não abrirá o bico, pois deve tudo que é e o que tem hoje, ao governador Wellington Dias.

Reforma lenta 

Olha aí uma boa notícia para os atuais ocupante de cargos comissionados no Governo do Estado. A tal reforma anunciada pelo governador Wellington Dias não se encerrará em fevereiro. 
Portanto, a mudança a ser feita na equipe só ocorrerá em abril, muito depois da Semana Santa.

Aliviados

Até lá, estarão respirando aliviados os mais de 400 DAS (com direito a Gratificação especial) lotados na Secretaria de Governo, onde a maioria sequer trabalha. 
E bom, também, para aqueles que sabem que não seguirão no atual governo.

Mestrado Ufpi

Os coordenadores do Mestrado em Direito da Universidade Federal do Piauí, professores Efrén Paulo e Deborah Dettmam informam que em breve será publicado o edital de seleção para a primeira turma. 
Serão 12 vagas e as aulas estão previstas para começar em maio. 

Ping-Pong

Com a palavra, o mais antigo 

Durante a abertura dos trabalhos do judiciário no Tribunal de Justiça do Piauí, o Presidente da Corte, Sebastião Martins, passa a palavra ao decano da casa, o desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho.

Sebastião: “Passo a palavra ao desembargador Brandão de Carvalho, que é o mais antigo desta casa”.
Brandão: “E olhando não tem quem diga...”
Sebastião: “Viva o seus cabelos negros...”

Expressas

A 1ª edição do Festival The Vejo na Ponte encerra nesse domingo e contará com apresentações de Vavá Ribeiro, Teófilo e Flávio Moura com o melhor da MPB.

A partir do dia 1º de março, a Prefeitura de Teresina suspenderá os serviços de coleta de resíduos extradomiciliares.

O Grupo Interalli obteve licença prévia para construção do Complexo Fotovoltaico Marangatu, que será instalado em uma área de 2.100 hectares, no município de Brasileira, Piauí. 

O PT e as eleições O descalabro administrativo

Mais lidas desse blog