1. Colunas
  2. Arimatéia Azevedo
  3. Déficit de pessoal
Publicidade

Déficit de pessoal

O governo estadual criou uma comissão para manter permanente auditoria da folha salarial, mas precisa também lançar luz sobre o crescente déficit de pessoal efetivo em áreas essenciais do serviço público. Não há nenhum estudo confiável sobre quantos profissionais de educação, saúde e segurança são necessários hoje para suprir a falta de professores, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, policiais. Mas pelos números que alguns sindicatos apresentam, a conta não fecha com menos de 7.000 novas admissões. Só de professores, a carência pode representar metade desses sete mil vagas a serem preenchidas. Na PM e no Corpo de Bombeiros, não menos que dois mil homens e mulheres são necessários. Sem pessoal em diversas áreas, o Estado, porém, segue com a folha de pessoal em elevação, fruto das aposentadorias crescentes. Todo ano, ao menos 1,5 mil pessoas entram em inatividade – e não são substituídas por pessoal efetivo, mas por terceirizados. Na Seduc, há cerca de 2.000 professores substitutos e a mediação eletrônica virou um mecanismo compensatório à ausência de mestres em sala de aula. Não há no horizonte um prazo para recomposição do quadro efetivo de servidores – mas quanto mais tempo, pior as coisas ficam. Pelo olhar nas contas públicas, portanto, concurso no Piauí, se houver compromisso e disciplina fiscal, só em 2021.

Osmar Júnior foi convidado e aceitou ser o secretário de Governo do Piauí

Osmar no governo 

O ex-deputado federal Osmar Júnior está confirmado para ocupar a secretaria de Governo.
A coluna ouviu de fonte palaciana que Wellington conversou com Osmar no meio da semana e o convidou para o cargo. 

Educação 

Merlong Solano assumirá o mandato de deputado federal porque Fábio Abreu voltará a chefiar a Secretaria de Segurança. 
Como o regimento faz o suplente continuar deputado, Merlong volta para assumir outra secretaria, possivelmente, a da Educação. 

O deputado 

E nesse troca-troca, quem ficará na Câmara será Paes Landim que na eleição passada ficou na segunda suplência. 

Memória

Ontem fez dois anos que a Polícia Civil do Piauí prendeu e exibiu como troféu um rapaz chamado Samuel Ali Haaron, vulgo Palestino, mais pichador que delinquente. Depois disso, o Palestino sumiu e a eficiência policial parece que sumiu junto com ele.

É festa!

Com recursos oriundos de emendas parlamentares ao orçamento estadual, a Coordenadoria de Desenvolvimento Social e de Lazer (CDSOL) gastou R$ 370 mil em quatro eventos nas cidades de Palmeirais, Caridade do Piauí, Padre Marcos e Capitão Gervásio Oliveira.

Espólio

Aliás, na reforma administrativa que Wellington Dias pretende fazer, a extinção dessa Coordenadoria pode gerar um senhor espólio. 
Segundo o quadro de programação financeira do Estado publicado na semana passada, essa coordenadoria tem um orçamento previsto de R$ 17,753 milhões para 2019.

Muito mais

O orçamento da CDSOL é quase dez vezes maior que a de Enfrentamento às Drogas (1,849 milhão) e soma mais que a junção dos orçamento de outras coordenadorias, à exceção de Comunicação Social (CCOM), cujo orçamento é de R$ 32,349 milhões e a de Combate à Pobreza Rural, com dotação orçamentária de R$ 57,162 milhões.

Aliás

A Coordenadoria de Combate à Pobreza Rural orçamento que corresponde a quase metade do valor estimado para a Secretaria de Desenvolvimento Rural (R$ 120,526 milhões) e maior que a dotação orçamentária da Secretaria de Assistência Social, cujas verbas orçamentárias para 2019 foram estimadas em R$ 54,619 milhões.

Sem licitação

O Conselho Regional de Medicina prorrogou por mais 60 dias a interdição ética na Maternidade Dona Evangelina Rosa. Mas na administração da unidade hospitalar o trabalho segue firme. Semana passada, um contrato de R$ 2.350.228,00 foi assinado sem licitação com o Laboratório Biolac.

Arte

É de autoria do vereador Dudu, do PT, lei sancionada semana passada por Firmino Filho, instituindo o Programa Pró-Arte Amadora em Teresina, que vai estimular eventos de arte e cultura nos bairros.

Sem veto

Embora a lei não seja clara quanto a isso, a criação de um programa que prevê, entre um e três eventos por mês, “dependendo do número de inscritos para as diferentes modalidades de atividades artísticas”, certamente implica em gasto público. Como matéria financeira é prerrogativa exclusiva do Executivo, a proposta de Dudu poderia ser vetada. Firmino deve ter preferido não brigar.

Ping-Pong

Pragmatismo mineiro

Em 1982, Itamar Franco queria ser governador de Minas, mas foi Tancredo Neves o escolhido pelo PMDB e eleito governador. Itamar disse a Tancredo que queria ser prefeito de Belo Horizonte. Na época, os prefeitos de capitais era nomeados pelos governadores e Tancredo nomeou seu vice, Hélio García. Itamar ficou com raiva e rompeu. Sebastião Nery quis saber o que houve.

Nery: “Por que o senhor não nomeou o Itamar para prefeito?”
Tancredo: “Eu não enganei o Itamar. Ele disse que queria se prefeito e eu disse que tudo bem, mas isso não quer dizer que fosse nomeá-lo. Além disso, o Itamar é alto, bonito e tem topete. Sou baixo, feio e careca. Não ficava bem um governador em situação inferior ao prefeito”.

Expressas

A Prefeitura de Picos está licitando a compra de combustíveis para sua frota através de leilão inverso: leva quem oferecer maior desconto.

Uma chuva forte causou transtornos no sábado, em Uruçuí. Mas o que é ruim para a cidade foi boa para o campo, que precisava de mais chuva.

O deputado estadual Dr. Hélio apresenta-se desde logo como candidato a prefeito de Parnaíba, em 2020.

O governo estadual criou uma comissão para manter permanente auditoria da folha salarial, mas precisa também lançar luz sobre o crescente déficit de pessoal efetivo em áreas essenciais do serviço público. Não há nenhum estudo confiável sobre quantos profissionais de educação, saúde e segurança são necessários hoje para suprir a falta de professores, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, policiais. Mas pelos números que alguns sindicatos apresentam, a conta não fecha com menos de 7.000 novas admissões. Só de professores, a carência pode representar metade desses sete mil vagas a serem preenchidas. Na PM e no Corpo de Bombeiros, não menos que dois mil homens e mulheres são necessários. Sem pessoal em diversas áreas, o Estado, porém, segue com a folha de pessoal em elevação, fruto das aposentadorias crescentes. Todo ano, ao menos 1,5 mil pessoas entram em inatividade – e não são substituídas por pessoal efetivo, mas por terceirizados. Na Seduc, há cerca de 2.000 professores substitutos e a mediação eletrônica virou um mecanismo compensatório à ausência de mestres em sala de aula. Não há no horizonte um prazo para recomposição do quadro efetivo de servidores – mas quanto mais tempo, pior as coisas ficam. Pelo olhar nas contas públicas, portanto, concurso no Piauí, se houver compromisso e disciplina fiscal, só em 2021.

Osmar Júnior foi convidado e aceitou ser o secretário de Governo do Piauí

Osmar no governo 

O ex-deputado federal Osmar Júnior está confirmado para ocupar a secretaria de Governo.
A coluna ouviu de fonte palaciana que Wellington conversou com Osmar no meio da semana e o convidou para o cargo. 

Educação 

Merlong Solano assumirá o mandato de deputado federal porque Fábio Abreu voltará a chefiar a Secretaria de Segurança. 
Como o regimento faz o suplente continuar deputado, Merlong volta para assumir outra secretaria, possivelmente, a da Educação. 

O deputado 

E nesse troca-troca, quem ficará na Câmara será Paes Landim que na eleição passada ficou na segunda suplência. 

Memória

Ontem fez dois anos que a Polícia Civil do Piauí prendeu e exibiu como troféu um rapaz chamado Samuel Ali Haaron, vulgo Palestino, mais pichador que delinquente. Depois disso, o Palestino sumiu e a eficiência policial parece que sumiu junto com ele.

É festa!

Com recursos oriundos de emendas parlamentares ao orçamento estadual, a Coordenadoria de Desenvolvimento Social e de Lazer (CDSOL) gastou R$ 370 mil em quatro eventos nas cidades de Palmeirais, Caridade do Piauí, Padre Marcos e Capitão Gervásio Oliveira.

Espólio

Aliás, na reforma administrativa que Wellington Dias pretende fazer, a extinção dessa Coordenadoria pode gerar um senhor espólio. 
Segundo o quadro de programação financeira do Estado publicado na semana passada, essa coordenadoria tem um orçamento previsto de R$ 17,753 milhões para 2019.

Muito mais

O orçamento da CDSOL é quase dez vezes maior que a de Enfrentamento às Drogas (1,849 milhão) e soma mais que a junção dos orçamento de outras coordenadorias, à exceção de Comunicação Social (CCOM), cujo orçamento é de R$ 32,349 milhões e a de Combate à Pobreza Rural, com dotação orçamentária de R$ 57,162 milhões.

Aliás

A Coordenadoria de Combate à Pobreza Rural orçamento que corresponde a quase metade do valor estimado para a Secretaria de Desenvolvimento Rural (R$ 120,526 milhões) e maior que a dotação orçamentária da Secretaria de Assistência Social, cujas verbas orçamentárias para 2019 foram estimadas em R$ 54,619 milhões.

Sem licitação

O Conselho Regional de Medicina prorrogou por mais 60 dias a interdição ética na Maternidade Dona Evangelina Rosa. Mas na administração da unidade hospitalar o trabalho segue firme. Semana passada, um contrato de R$ 2.350.228,00 foi assinado sem licitação com o Laboratório Biolac.

Arte

É de autoria do vereador Dudu, do PT, lei sancionada semana passada por Firmino Filho, instituindo o Programa Pró-Arte Amadora em Teresina, que vai estimular eventos de arte e cultura nos bairros.

Sem veto

Embora a lei não seja clara quanto a isso, a criação de um programa que prevê, entre um e três eventos por mês, “dependendo do número de inscritos para as diferentes modalidades de atividades artísticas”, certamente implica em gasto público. Como matéria financeira é prerrogativa exclusiva do Executivo, a proposta de Dudu poderia ser vetada. Firmino deve ter preferido não brigar.

Ping-Pong

Pragmatismo mineiro

Em 1982, Itamar Franco queria ser governador de Minas, mas foi Tancredo Neves o escolhido pelo PMDB e eleito governador. Itamar disse a Tancredo que queria ser prefeito de Belo Horizonte. Na época, os prefeitos de capitais era nomeados pelos governadores e Tancredo nomeou seu vice, Hélio García. Itamar ficou com raiva e rompeu. Sebastião Nery quis saber o que houve.

Nery: “Por que o senhor não nomeou o Itamar para prefeito?”
Tancredo: “Eu não enganei o Itamar. Ele disse que queria se prefeito e eu disse que tudo bem, mas isso não quer dizer que fosse nomeá-lo. Além disso, o Itamar é alto, bonito e tem topete. Sou baixo, feio e careca. Não ficava bem um governador em situação inferior ao prefeito”.

Expressas

A Prefeitura de Picos está licitando a compra de combustíveis para sua frota através de leilão inverso: leva quem oferecer maior desconto.

Uma chuva forte causou transtornos no sábado, em Uruçuí. Mas o que é ruim para a cidade foi boa para o campo, que precisava de mais chuva.

O deputado estadual Dr. Hélio apresenta-se desde logo como candidato a prefeito de Parnaíba, em 2020.

Canalhas, fake news e redes sociais O campo dá exemplo

Mais lidas desse blog