">
  1. Sem obras
Publicidade

Sem obras

No ano passado, premido pelo abismo fiscal em que está metido, o governo do Piauí executou uma ninharia do orçamento destinado a obras. Neste ano de 2019 as coisas apontam para dificuldades semelhantes. O primeiro balanço bimestral da execução orçamentária de 2019 (janeiro e fevereiro), divulgado na semana passada, indica que vai ser dureza fazer obras. Pouco mais de R$ 15 milhões foram destinados aos investimentos. É uma gota no oceano de necessidades que o estado tem, sobretudo no setor viário, onde o período chuvoso muito rigoroso tornou pior o que já era muito ruim. O Estado também não deu passos muito firmes no rumo de conter as despesas de custeio, incluindo a maior delas, com pessoal, que não diminuiu em relação ao ano passado. Os gastos com pessoal somaram 20 vezes mais que o valor destinado a obras. Num horizonte de curto prazo, o estado não dispõe de mecanismos capazes de reduzir a despesa com pessoal e embora a receita realizada nos dois primeiros meses do ano já corresponda a 19,62% do que foi inicialmente previsto, não parece razoável que se disponha de folga ou alívio para as contas públicas nos próximos meses. O Piauí segue deficitário e, pior, com muitas contas a pagar, ou seja, ainda que obtenha folga financeira, terá que pagar os fornecedores até mesmo para começar a ter fôlego para investir e ganhar o respeito do contribuinte. 

Firmino Filho sancionou uma lei que cria um programa de exercícios para idosos (Foto: Wilson Nanaia / Portal AZ)

Lula, lá 

Estão postando fotos e vídeos de Wellington Dias fazendo comício para Lula, em Curitiba. Comemora-se ou lamenta-se um ano da clausura do ex-presidente. 
E estão cobrando uma palavra amiga do governador pelos piauienses presos pelas chuvas do céu.  

Conta salgada

O saldo atualizado de “restos" a pagar do governo estadual, Judiciário, Legislativo, Ministério Público e Defensoria Pública é de R$ 1,054 bilhão. 
Como se diz lá pelas bandas da cidade de Paes Landim, é dinheiro que gente besta não conta.
E não paga.

Tetos

Os dados sobre essa fortuna em restos a pagar está no balanço parcial da execução orçamentária do primeiro bimestre do ano, no qual se indica que o estado do Piauí não cumpriu parcialmente os tetos de 25% e de 12% de gastos com educação e saúde, respectivamente.

Tunga

O cidadão que tiver multas expedidas pelo Dnit fará uma economia de cerca de 5% se optar imprimir os boletos de pagamento a partir do site da autarquia federal e não pelo sistema do Detran. Isso porque o Detran cobra uma taxa sobre a multa paga com o boleto que emite. 
Isso, sim, é indústria da multa.

Cabo de guerra

O governo do estado e a prefeitura de Teresina disputam a praça situada em frente ao Ginásio Verdão. O governo alega que a praça é uma extensão do ginásio, repassado à iniciativa privada. A prefeitura diz que o imóvel pertence ao patrimônio municipal, exigindo-o para usar na privatização do serviço de estacionamento.

Cerca

Não se sabe se em razão da disputa, mas o gradeado posto no entorno da praça foi retirado neste final de semana.

Cores

Duas leis municipais sancionadas na semana passada estabelecem em Teresina o dezembro laranja, para promoção de ações de prevenção ao câncer de pele, e o dezembro verde, voltado para a proteção da fauna.

Criança

Outra lei municipal sancionada na semana passada institui no Calendário Oficial de Eventos do Município de Teresina, a “Semana Municipal de Prevenção a Violência na Primeira Infância”. Será de 12 a 18 de outubro de cada ano.

Mulheres

Ainda sobre cores, tem ainda uma nova lei municipal para instituir em Teresina o agosto lilás, dedicado à realização de atividades e mobilizações direcionadas às mulheres e meninas sobre seus direitos, como também realizar a sensibilização masculina com relação à violência contra a mulher.

Mexa-se

No pacote de leis que Firmino Filho sancionou na semana passada, tem uma que cria o Programa de Incentivo à Atividade Física na Terceira Idade, para melhorar a interação social dos idosos, melhorar a saúde física e prevenir doenças.

Perdas

As chuvas intensas que já causaram mortes de duas pessoas em Teresina, desabrigaram e desalojaram pessoas, também estão afetando de modo negativo as hortas comunitárias e campos agrícolas em Teresina, com perda de produção e de produtividade.

Mais água

A super temporada de chuvas que se abateu sobre o litoral do Piauí e já produziu muitos problemas traz consigo pelo menos uma boa nova: mais água nas lagoas e lagunas litorâneas, principalmente as mais lindas: lagoas do Portinho, Sobradinho – em Parnaíba e Luís Correia – e das Pemas, em Barra Grande.

Cultura

O Sistema de Incentivo Estadual à Cultura, que aprova projetos culturais financiados com renúncia fiscal, dispõe neste ano de R$ 6.857.261,62. Os projetos para concorrer a esse dinheiro devem ser inscritos até amanhã, 9 de abril, exclusivamente por meio de postagem via Correios.
Tem cheiro de queimado nessa história.

Ping-Pong

Calendário ou caleidoscópio

Os historiadores Pedro Thiago Melo e Rodrigo Caetano Silva falam sobre calendários. Depois de discorrerem sobre os calendários gregoriano e juliano (cristãos), judaico (lunissolar) e islâmico (lunar), Rodrigo explica que há uma novidade.

Rodrigo: “Pedro, mas periga o calendário gregoriano virar um arco-íris...”
Pedro: “Como assim?”
Rodrigo: “É porque agora tem uma ou mais cor para cada um dos meses do ano”.

Expressas

Desde a semana passada, responde pelo comando da Procuradoria-Geral do Município o senhor Ricardo de Almeida Santos.

Marcelo Damasceno dos Santos ocupará o cargo de procurador-geral adjunto, antes exercido por Ricardo de Almeida Santos.

A prefeitura de Teresina se preparou para um cenário de enchente próximo do de 2009. Mas ontem o rio Poti teve nível reduzido e a cidade respirou mais aliviada.

No ano passado, premido pelo abismo fiscal em que está metido, o governo do Piauí executou uma ninharia do orçamento destinado a obras. Neste ano de 2019 as coisas apontam para dificuldades semelhantes. O primeiro balanço bimestral da execução orçamentária de 2019 (janeiro e fevereiro), divulgado na semana passada, indica que vai ser dureza fazer obras. Pouco mais de R$ 15 milhões foram destinados aos investimentos. É uma gota no oceano de necessidades que o estado tem, sobretudo no setor viário, onde o período chuvoso muito rigoroso tornou pior o que já era muito ruim. O Estado também não deu passos muito firmes no rumo de conter as despesas de custeio, incluindo a maior delas, com pessoal, que não diminuiu em relação ao ano passado. Os gastos com pessoal somaram 20 vezes mais que o valor destinado a obras. Num horizonte de curto prazo, o estado não dispõe de mecanismos capazes de reduzir a despesa com pessoal e embora a receita realizada nos dois primeiros meses do ano já corresponda a 19,62% do que foi inicialmente previsto, não parece razoável que se disponha de folga ou alívio para as contas públicas nos próximos meses. O Piauí segue deficitário e, pior, com muitas contas a pagar, ou seja, ainda que obtenha folga financeira, terá que pagar os fornecedores até mesmo para começar a ter fôlego para investir e ganhar o respeito do contribuinte. 

Firmino Filho sancionou uma lei que cria um programa de exercícios para idosos (Foto: Wilson Nanaia / Portal AZ)

Lula, lá 

Estão postando fotos e vídeos de Wellington Dias fazendo comício para Lula, em Curitiba. Comemora-se ou lamenta-se um ano da clausura do ex-presidente. 
E estão cobrando uma palavra amiga do governador pelos piauienses presos pelas chuvas do céu.  

Conta salgada

O saldo atualizado de “restos" a pagar do governo estadual, Judiciário, Legislativo, Ministério Público e Defensoria Pública é de R$ 1,054 bilhão. 
Como se diz lá pelas bandas da cidade de Paes Landim, é dinheiro que gente besta não conta.
E não paga.

Tetos

Os dados sobre essa fortuna em restos a pagar está no balanço parcial da execução orçamentária do primeiro bimestre do ano, no qual se indica que o estado do Piauí não cumpriu parcialmente os tetos de 25% e de 12% de gastos com educação e saúde, respectivamente.

Tunga

O cidadão que tiver multas expedidas pelo Dnit fará uma economia de cerca de 5% se optar imprimir os boletos de pagamento a partir do site da autarquia federal e não pelo sistema do Detran. Isso porque o Detran cobra uma taxa sobre a multa paga com o boleto que emite. 
Isso, sim, é indústria da multa.

Cabo de guerra

O governo do estado e a prefeitura de Teresina disputam a praça situada em frente ao Ginásio Verdão. O governo alega que a praça é uma extensão do ginásio, repassado à iniciativa privada. A prefeitura diz que o imóvel pertence ao patrimônio municipal, exigindo-o para usar na privatização do serviço de estacionamento.

Cerca

Não se sabe se em razão da disputa, mas o gradeado posto no entorno da praça foi retirado neste final de semana.

Cores

Duas leis municipais sancionadas na semana passada estabelecem em Teresina o dezembro laranja, para promoção de ações de prevenção ao câncer de pele, e o dezembro verde, voltado para a proteção da fauna.

Criança

Outra lei municipal sancionada na semana passada institui no Calendário Oficial de Eventos do Município de Teresina, a “Semana Municipal de Prevenção a Violência na Primeira Infância”. Será de 12 a 18 de outubro de cada ano.

Mulheres

Ainda sobre cores, tem ainda uma nova lei municipal para instituir em Teresina o agosto lilás, dedicado à realização de atividades e mobilizações direcionadas às mulheres e meninas sobre seus direitos, como também realizar a sensibilização masculina com relação à violência contra a mulher.

Mexa-se

No pacote de leis que Firmino Filho sancionou na semana passada, tem uma que cria o Programa de Incentivo à Atividade Física na Terceira Idade, para melhorar a interação social dos idosos, melhorar a saúde física e prevenir doenças.

Perdas

As chuvas intensas que já causaram mortes de duas pessoas em Teresina, desabrigaram e desalojaram pessoas, também estão afetando de modo negativo as hortas comunitárias e campos agrícolas em Teresina, com perda de produção e de produtividade.

Mais água

A super temporada de chuvas que se abateu sobre o litoral do Piauí e já produziu muitos problemas traz consigo pelo menos uma boa nova: mais água nas lagoas e lagunas litorâneas, principalmente as mais lindas: lagoas do Portinho, Sobradinho – em Parnaíba e Luís Correia – e das Pemas, em Barra Grande.

Cultura

O Sistema de Incentivo Estadual à Cultura, que aprova projetos culturais financiados com renúncia fiscal, dispõe neste ano de R$ 6.857.261,62. Os projetos para concorrer a esse dinheiro devem ser inscritos até amanhã, 9 de abril, exclusivamente por meio de postagem via Correios.
Tem cheiro de queimado nessa história.

Ping-Pong

Calendário ou caleidoscópio

Os historiadores Pedro Thiago Melo e Rodrigo Caetano Silva falam sobre calendários. Depois de discorrerem sobre os calendários gregoriano e juliano (cristãos), judaico (lunissolar) e islâmico (lunar), Rodrigo explica que há uma novidade.

Rodrigo: “Pedro, mas periga o calendário gregoriano virar um arco-íris...”
Pedro: “Como assim?”
Rodrigo: “É porque agora tem uma ou mais cor para cada um dos meses do ano”.

Expressas

Desde a semana passada, responde pelo comando da Procuradoria-Geral do Município o senhor Ricardo de Almeida Santos.

Marcelo Damasceno dos Santos ocupará o cargo de procurador-geral adjunto, antes exercido por Ricardo de Almeida Santos.

A prefeitura de Teresina se preparou para um cenário de enchente próximo do de 2009. Mas ontem o rio Poti teve nível reduzido e a cidade respirou mais aliviada.