RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Justiça já duvidava do Piauí Cap em 2012, diz MPF

14/11/2014 • 16:02
Por Dulce Furtado

O Ministério Público Federal (MPF) no Piauí já em junho de 2012, ajuizou uma ação civil pública contra a comercialização do Piauí Cap no Estado. Segundo Kelston Pinheiro Lages (foto), naquela época a Justiça já entendia que o consórcio não se enquadrava dentro da Lei, como uma entidade de capitalização.

“Nós fizemos um pedido de liminar que foi concedida pela Justiça Federal do Piauí, para que fosse proibida a comercialização, já que o Piauí cap não estava dentro da regularidade. Mas a ação foi suspença”, disse.



Em dezembro do mesmo ano,, a liminar foi cassada no TRF 1ª Região e o produto voltou a ser comercializado. “Eles recorreram em Brasília, pelo Tribunal Regional Federal, e conseguiram reverter à ação”, disse.

Kelston Lages afirmou, que ainda aquele ano a Justiça do Piauí, juntamente com a de outros Estados, na qual também comercializavam os títulos de capitalização, requisitaram, também, junto a Polícia Federal que fosse feita uma investigação no consórcio, sob a suspeita de lavagem de dinheiro.

“Pedimos a investigação da PF paralelamente a ação civil, ainda em 12. O Piauí e mais 12 Estados. Foi a partir disso que a operação foi desencadeada”, declarou.

A operação denominada “Trevo” quer desmontar uma quadrilha de lavagem de dinheiro que age em 13 Estados e utilizam instituições filantrópicas para lavar o dinheiro vindo de caça-níqueis, bingos e títulos de capitalização.

Foram cumpridas 24 mandados de prisão preventiva, 12 mandados de prisão temporária, 57 mandados de busca e apreensão e 47 mandados de sequestro de bens.
  • Comentários

  • Facebook

COMENTE

Seja o primeiro a comentar

Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014