Felipe Andreoli não quer cobrir só futebol na Copa

Daia Oliver/R7
Rafael Cortez e Felipe Andreoli
serão os representantes do
CQC na Copa do Mundo

Felipe Andreoli será um dos repórteres do CQC (Custe o que Custar), da Band, que vai cobrir a Copa do Mundo da África do Sul, em junho deste ano.

Ele vai formar uma dupla com Rafael Cortez e mostrar o que há de mais curioso no país.

O R7 conversou com Andreoli no evento de apresentação da nova programação da emissora nesta quarta (28), em São Paulo, e ele confessou que está bastante ansioso para participar do evento mais importante do futebol Mundial.

O jornalista já tem larga experiência com o assunto, e acha importante acompanhar esses eventos buscando o lado engraçado de cada situação.

- A Copa dever ser realmente o maior evento esportivo do mundo, apesar de ter um número menor de países em comparação com uma Olimpíada. Vai estar todo mundo lá.

Andreoli vai ficar responsável pela cobertura do dia a dia da seleção brasileira, acompanhando os jogos e os detalhes da estadia canarinho na África. Mas ele não esconde o desejo de fazer reportagens fora do tema principal.

- A coisa mais divertida de acompanhar a seleção brasileira é que eu posso torcer, mostrar a minha emoção. As matérias de comportamento também são mais divertidas, você pode fazer matérias sobre outras coisas interessantes que rolarem por lá.

O repórter ainda completou dizendo que, diferentemente da China, país que sediou as Olimpíadas e no qual ele viajou para acompanhar as competições, a África do Sul proporciona matérias mais reveladoras.

- Na África do Sul a gente vai ficar mais à vontade. É um país com mais chance de ser explorado.

Mais lidas nesse momento