Quinta de atrações cênicas e musicais no Festival do Harém

Por Alexandra Teodoro


O FestLuso, nesta quinta feira, traz atrações de teatro de mamulengos, espetáculos de câmara e lançamento de Livro Documentário. O Festival de Teatro Lusófono Ano Tarciso Prado consegue ser realizado com o patrocínio do Armazém Paraíba, através da isenção fiscal possibilitada via Sistema Estadual de Incentivo à Cultura – SIEC. A produção é do Grupo Harém de Teatro – 30 Anos, com o Apoio Cultural do Governo do Estado, Secretaria de Estado de Cultura do Piauí e Casa de Portugal.


Moisé Chaves encerra a programação no Espaço Cultural trilhos, nesta quinta

O grupode Teatro de Bonecos Fantochito apresenta na praça Pedro II, às 17h, o espetáculo “A Flor do Mamulengo”. No desenrolar da história, os bonecos no gracejo de seus movimentos provocam risos e alegria, reportando o público a integrar a narrativa. A plateia vê e participa na construção da dramaturgia aberta e provocativa. O espetáculo possui forte interatividade com o público.

Já no 4 de Setembro tem lançamento do livro de Bid Lima e Raimundo Dutra, 'Abrindo as Cortinas - O Teatro como Estratégia de Ensino'. Na sequ~encia, às oito e meia d anoite, o palco do teatros erá tomado pelo espetáculo “A Nova Aragem” Grupo de Teatro Lareira, de Maputo/Moçambique em Co-produção com o Grupo Chão de Oliva, de Sintra/Portugal.

O Teatro Estação, às 23 horas, recebe “Quando o Amor é Assim e não Assado”, do Humanitas Grupo de Teatro, de Timon. Propõe discutir as (im)possibilidades de amor, paixão, aprisionamento nas fantasias adolescentes, fascínio (in)consciente pelo melhor amigo, é mote da imersão de um homem, em vias da meia idade, ao próprio passado. E encerrando a programação da quinta, às 00h00, no Espaço Cultural Trilhos, atração musical fica por conta de Moisés Chaves e Batuque Elétrico.

Mais lidas nesse momento