1. Editorias
  2. AZ Esporte
  3. Depois de três dias, Rodrigo Fonseca pede desligamento do comando do River
Publicidade

Depois de três dias, Rodrigo Fonseca pede desligamento do comando do River

Técnico foi apresentado na última sexta e demitido na tarde de hoje (11)

Rodrigo Fonseca (Foto: Jade Araujo/Portal AZ)

Três dias, três treinos, um jogo e declarações polêmicas. Essa foi a sequencia do técnico Rodrigo Fonseca no River. Na tarde desta segunda (11), a assessoria confirmou o desligamento do treinador que esteve no comando do time apenas na partida contra o 4 de Julho, com derrota, no último domingo (10).

Com isso, o River estuda o terceiro nome que deve comandar o time na temporada. Rodrigo Fonseca foi apresentado na última sexta (08) e chegou ao time após demissão do técnico Oliveira Canindé que esteve a frente do River em 2019 em apenas 3 jogos. 

Em entrevista ao Portal AZ, Rodrigo afirmou ter decidido pelo desligamento como uma decisão pessoal.

- Muito tranquila. Uma conversa boa e pedi meu desligamento. Apenas uma decisão pessoal. Até iria dar treino hoje, mas acabei decidindo sair. Com o presidente nenhum (desentedimento). Uma pessoa que terá sempre meu respeito e admiração. 

Ainda não existe um nome para assumir o comando do River. Pelo Estadual, o River entra em campo na próxima quinta (14), às 20h, contra o Piauí. O tricolor acumula dois pontos em três jogos, sendo dois empates e uma derrota. Na Copa do Brasil, o time foi eliminado pelo Fluminense por 5 a 0. 
 

Rodrigo Fonseca (Foto: Jade Araujo/Portal AZ)

Três dias, três treinos, um jogo e declarações polêmicas. Essa foi a sequencia do técnico Rodrigo Fonseca no River. Na tarde desta segunda (11), a assessoria confirmou o desligamento do treinador que esteve no comando do time apenas na partida contra o 4 de Julho, com derrota, no último domingo (10).

Com isso, o River estuda o terceiro nome que deve comandar o time na temporada. Rodrigo Fonseca foi apresentado na última sexta (08) e chegou ao time após demissão do técnico Oliveira Canindé que esteve a frente do River em 2019 em apenas 3 jogos. 

Em entrevista ao Portal AZ, Rodrigo afirmou ter decidido pelo desligamento como uma decisão pessoal.

- Muito tranquila. Uma conversa boa e pedi meu desligamento. Apenas uma decisão pessoal. Até iria dar treino hoje, mas acabei decidindo sair. Com o presidente nenhum (desentedimento). Uma pessoa que terá sempre meu respeito e admiração. 

Ainda não existe um nome para assumir o comando do River. Pelo Estadual, o River entra em campo na próxima quinta (14), às 20h, contra o Piauí. O tricolor acumula dois pontos em três jogos, sendo dois empates e uma derrota. Na Copa do Brasil, o time foi eliminado pelo Fluminense por 5 a 0.