Servidores municipais paralisam as atividades e ameaçam deflagrar greve

Os servidores públicos municipais de Teresina vão paralisar seus serviços durante todo o dia de hoje (29). Suas reivindicações são diversas, dentre elas buscam melhores salários e reajuste de plantões dos servidores da saúde.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (SINDSERM) realiza nesta manhã uma assembleia geral para discutir as pautas levantadas e preparar relatório para encaminhar ao poder público.

“A insatisfação é geral. As condições de trabalho não são adequadas e os servidores não recebem o que merecem” afirmou Celso Henrique, Secretário Geral do SINDSERM.

Os servidores da Saúde lutam por reajuste dos plantões da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Pois apenas os médicos receberam o novo reajuste, os outros profissionais da área continuam com o salário defasado.

Outra classe que se vê injustiçada é a dos professores. Celso afirmou que o descontentamento nesta classe é geral, pois “é provado que a maioria destes profissionais são competentes, mas não existe retorno financeiro, por isso a luta por revisão do Plano de cargos, carreiras e salários (PCCS) do magistério” ressaltou Celso.

A paralisação era para ter sido realizada há vários dias, mas somente agora o sindicato resolveu agir. O Secretário de Governo, João Henrique Sousa, foi procurado pelos coordenadores da paralisação e se mostrou disposto a negociar. A realização de uma greve geral dos servidores não foi descartada pelo Sindicato.

Mais lidas nesse momento