Entra em funcionamento novo aterro sanitário de Teresina

Já está pronta toda a estrutura do novo aterro sanitário de Teresina. O local está dentro de todas as exigências da legislação ambiental. Foram investidos mais de R$ 4 milhões na obra que tem área de 152.821 mil metros quadrados e funciona ao lado do antigo aterro. O prefeito de Teresina, Elmano Férrer, visitou o local e ressaltou que a cidade deve ter uma preocupação maior com a destinação de seu lixo.

“Há uma preocupação em depositar o lixo produzido na cidade de forma que o meio ambiente não seja prejudicado. No novo aterro, há uma proteção no solo, o impede que substâncias químicas poluam o lençol freático e a região”, comentou o Elmano Férrer, destacando que a Prefeitura também deverá investir na construção de centro de triagem para reciclagem do lixo.

O superintendente de Desenvolvimento Urbano Sul, Marcílio Andrade, explicou que o novo aterro permite o adequado acondicionamento do lixo com a separação dos diversos materiais. Ele enfatiza que a unidade de triagem deverá separar os resíduos domésticos e comerciais para serem submetidos a um processo de separação de componentes recicláveis.

“A construção do novo aterro é fundamental para que a Prefeitura ofereça melhor destino ao lixo coletado na cidade. Atualmente são recolhidas cerca de 30 mil toneladas de resíduos incluindo o lixo domiciliar, hospitalar, vísceras, penas e material resultante da capina e varrição feitos pelas equipes da limpeza pública”, finalizou o Marcílio Andrade.

Mais lidas nesse momento