Academias registram aumento de participação de idosos

Cerca de 300 idosos participam diariamente das atividades desenvolvidas pelas três academias de ginástica administradas pelo Centro de Convivência da Terceira Idade (CCTI), vinculado à Fundação Municipal de Saúde (FMS) da Prefeitura de Teresina. Sempre orientado por educador físico, esse público recebe várias benefícios de promoção da saúde e da cidadania.

A academia de ginástica do idoso foi instalada inicialmente na sede do próprio CCTI, localizado na Rua Magalhães Filho, no Centro da cidade. Diante de aumento de demanda, a FMS descentralizou suas atividades e instalou uma academia na praça do bairro Poti Velho, zona Norte da cidade, e na Praça dos Correios, no bairro Dirceu Arcoverde I, áreas de grande concentração populacional.

A diretora do CCTI, Margareth Batista, informa que as atividades são realizadas das 16h30 até as 20h30, sempre com grande participação de idosos. “Já recebemos mais de dez solicitações para instalação de novas academias porque o interesse é muito grande e até nos surpreende”, revela. “No começo, a frequência era um pouco tímida, mas a notícia se espalhou e hoje estamos atendendo mais de 300 pessoas por dia nas três academias”, acrescenta a diretora.

Inconsciência - O que começa a preocupar o público-alvo e os professores de ginástica é a falta de conscientização de alguns segmentos da população. “Esses aparelhos de que dispomos para a realização das atividades são destinadas para os idosos, mas outros segmentos estão se aproveitando disso e algumas pessoas estão até depredando os equipamentos, prejudicando o trabalho”, lamenta Margareth Batista.

“Estamos sempre procurando apoio dos meios de comunicação na tentativa de conscientizar essas pessoas em relação ao uso desses equipamentos porque em outras cidades, onde as academias também são instaladas em praça pública, não se observa esse tipo de atitude por parte da população”, ressalta a diretora.

Benefício – Margareth Batista ensina que a ginástica é fundamental para a prevenção de doenças e para a promoção da saúde dos idosos, uma vez que fortalece o corpo e a musculatura. Os idosos realizam, além da ginástica, atividades aeróbicas, biodança, participam de coral, entre outras. “Essas atividades, que levam vários benefícios à saúde do idoso, também são importantes para evitar quedas, controlam taxas de diabetes e até a pressão arterial”, destaca Margareth Batista.

Mais lidas nesse momento