RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Teresina registra segunda menor inflação do ano no mês de junho

04/07/2012 • 14:42
Desodorante, talco, armação de óculos, papel higiênico, sabonete e creme dental; esses foram os principais produtos inflacionados no grupo de Saúde e Cuidados Pessoais, o setor de maior aumento no mês de junho deste ano. Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), registrado pela Fundação Cepro para a cidade de Teresina. A inflação na capital piauiense teve crescimento médio de 0,32%, índice que eleva o acumulado no ano de 2012, para 3,84% e o acumulado dos últimos 12 meses (jul/2011 a jun/2012) para 6,62%.

A pressão pelo aumento de 0,32% na inflação no mês de junho deve-se não só aos itens componentes do grupo de Saúde e Cuidados Pessoais, que registrou aumento individual de 0,68%, mas também ao setor de Alimentação, que cresceu 0,48%.

O aumento inflacionário no grupo Alimentação foi motivado pelo reajuste de preços dos seguintes produtos: farinha de mandioca (8,22%); leite pasteurizado (7,58%); feijão (5,53%); panelada (4,05%); farinha láctea (3,64%); óleo vegetal (1,05%) e arroz (1,03%).

Os demais grupos estudados pelo Índice de Preços ao Consumidor apresentaram as seguintes variações: Serviços Pessoais, 0,38%; Transportes, 0,21%; Habitação, 0,00%; Vestuário, -0,04%; e Artigos de Residência, -0,09%.

Inflação mês a mês no primeiro semestre de 2012

Janeiro - O IPC calculado pela Fundação Cepro para a cidade de Teresina, no mês de janeiro, registrou crescimento médio de 1,20%. Os segmentos de maior peso inflacionário no primeiro mês do ano foram Serviços Pessoais (4,15%) e Transportes (2,72%).

Fevereiro - Foram os setores de Vestuário e Serviços Pessoais, os responsáveis pelo aumento de 0,29% na inflação relativa ao mês de fevereiro, comparado com o mês anterior. No caso especifico do grupo Vestuário, houve crescimento de 0,66%, enquanto no grupo Serviços Pessoais, o crescimento individual foi de 0,57%.

Março - A Inflação em Teresina, no mês de março deste ano registrou crescimento de 0,49%, pressionado principalmente pelos setores Alimentação e Saúde e Cuidados Especiais, que cresceram 1,21% e 0,32%, respectivamente.

Abril - Ao analisar-se a inflação do teresinense ocorrida durante o mês de abril de 2012, constatou-se que a pressão pelo aumento de 0,83%, localizou-se nos itens componentes dos grupos Vestuário e Serviços Pessoais, que cresceram 2,18% e 1,87%, respectivamente.

Maio - No quinto mês do ano, a inflação registrada em Teresina foi de 0,65%, sendo os setores de Alimentação (tomate, feijão, chocolate em pó, carne de sol, açúcar, etc) e Serviços Pessoais (lápis, borracha, caneta, cerveja, CD/DVD, livro, cigarro, etc) os que mais oneraram esse índice.

Fonte: CCOM
  • Comentários

  • Facebook

COMENTE

Seja o primeiro a comentar

Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014