Panamericano tem prejuízo de R$ 262 milhões no trimestre

O Banco PanAmericano registrou prejuízo líquido de 262,5 milhões de reais no segundo trimestre de 2012, ante prejuízo de 25,5 milhões de reais em igual período do ano passado e contra lucro de 2,9 milhões de reais no primeiro trimestre do ano. A justificativa em relatório de resultados foi a decisão de não ceder direitos creditórios no período, enquanto nos três primeiros meses do ano foi cedido 1,216 bilhão de reais.

Fachada do Banco PanAmericano na Avenida Paulista, em São Paulo

O prejuízo do Panamericano no período acima, disse o presidente da Caixa Econômica Federal (e sócio da instituição fundada por Silvio Santos), Jorge Fontes Hereda, se deve a uma estratégia do banco de não vender carteiras. "Para o banco ganhar sustentabilidade, é necessário reter carteira", explicou ele, em entrevista à imprensa.

O equilíbrio a ser feito, conforme Hereda, a partir de agora, é o aumento do crédito e a venda de carteiras. Segundo ele, a Caixa está otimista em relação ao desempenho do Panamericano. "O banco passou e está passando por uma reestruturação. Hoje, o Panamericano é outro", disse Hereda, alegando ser natural a instituição apresentar prejuízo nesse período. "Mas essa não é a situação que nós desejamos", acrescentou.

Em seu informe de resultados, enviado à Comissão de Valores Mobiliários na quarta-feira à noite, o Panamericano informou que "A decisão de reter toda a carteira acumulada neste trimestre acelerou o crescimento da carteira com resultados retidos, que é fundamental para garantir a geração de resultados futuros perenes para o Panamericano".

Fonte: Veja

Mais lidas nesse momento