Petrobras e Vale sobem no exterior após forte queda da véspera

Índice brasileiro subia mais de 4% nesta manhã

Os recibos de ações (ADRs) da Vale e Petrobras negociados no exterior operam em forte alta nesta sexta-feira (19), após recuarem na véspera, reagindo à delação premiada da JBS com denúncias contra o presidente Michel Temer, que colocaram incertezas sobre o cenário político e econômico.

Os títulos são negociados de forma limitada no pré-mercado, ou seja, antes da abertura do pregão regular, e indicam a tendência para o dia.

Na bolsa de valores de Nova York, as ações da Petrobras avançavam mais de 5% no pré-mercado da Nasdaq por volta das 8h45. Já as ADRs da Vale tinham valorização da quase 3%.

O índice de referência das ações brasileiras em Nova York, o EWZ iShares, tinha valorização de 4,12%, perto do mesmo horário. Na véspera, o índice fechou em queda de 16,33%.

Em Frankfurt, as ADRs da petroleira subiam 1,90%.

Véspera

No Ibovespa, as ações preferenciais da Petrobras despencaram 15,75%. As da Vale, contudo, subiram 0,39% nas preferenciais e avançaram 0,07% nas ordinárias, beneficiadas pela forte alta do dóçlar na véspera, assim como outras empresas de perfil exportador.
 
 

Mais lidas nesse momento