RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Pais de alunos são contra greve e manifestam apoio ao secretário municipal

26/06/2012 • 14:54
Professores, diretores e pais de alunos da Rede Municipal de Educação manifestaram apoio ao secretário municipal de Educação, professor Paulo Machado, destacando que são contra a paralisação planejada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina para essa semana.

Lotando o auditório da Secretaria Municipal de Educação de Teresina (Semec) nesta terça-feira (26), o Comitê da Mobilização Social pela Educação de Teresina, formado pela sociedade civil organizada decidiu manifestar solidariedade por serem contra a agressividade com a qual o sindicato atua nas reivindicações, também pelo receio dos atrasos no ano letivo, que prejudicam os estudantes. Pais e alunos estão revoltados com os prejuízos ocasionados pelos professores fora de sala de aula.

Uma comissão mista de negociação foi montada no início dos protestos para mediar o diálogo entre Sindserm e Prefeitura Municipal de Teresina. De acordo com JJ, professor da Rede Municipal e membro da comissão, um vídeo gravado durante uma das manifestações do sindicato, exibe sindicalistas afirmando categoricamente que pretendem prejudicar o ano letivo dos alunos para atingir o Prefeito de Teresina, Elmano Férrer.

“Não vamos permitir que ninguém atrapalhe as aulas nas escolas, muito menos usando violência e depedrando o patrimônio público. É muito bom ter o apoio da população, juntos garantiremos todas as condições para que os professores possam ministrar aulas e não perdermos o ano letivo”, declara o professor Paulo Machado.

Segundo o secretário, não há motivos para a paralisação das aulas, todas as reivindicações foram atendidas, inclusive o reajuste de 24% no piso dos professores, configurando um salário maior que o exigido em lei para os docentes. “Os demais pontos estão dentro do prazo previsto, estamos seguindo um cronograma elaborado durante as negociações. As eleições para diretores, por exemplo, já acontecem em agosto”, pontuou.

O presidente do Comitê da Mobilização Social pela Educação de Teresina, Willian Batista, conta que o grupo vai percorrer todas as escolas municipais reunindo o maior número de pais para garantir o funcionamento das unidades de ensino com aulas em todos os turnos. Os professores que paralisarem as atividades serão notificados judicialmente.

Fonte: Ascom Semec
  • Comentários

  • Facebook

COMENTE

Seja o primeiro a comentar

Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014