RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Adufpi decide pela continuidade da greve

04/08/2012 • 08:45
Em assembleia realizada nesta sexta-feira (03), a Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí (ADUFPI), decidiu pela continuidade do movimento grevista. Por unanimidade, os campi de Parnaíba, Bom Jesus, Picos e Floriano seguiram os votos do Comando Local de Greve (CLG-UFPI).


No entendimento do CLG-UFPI, o governo federal nunca apresentou uma contraproposta e continua desrespeitando a categoria. Seguindo as recomendações do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN), o movimento grevista tende a se intensificar e radicalizar.

“Agora, a greve dos professores federais irá realmente começar. O acordo assinado pelo Proifes com o governo federal em nada afeta a categoria que é representada por mais de 90 mil docentes. A greve vai continuar em face do autoritarismo, arbitrariedade e unilateralismo propostos nas negociações”, afirmou o professor Osmar Júnior, integrante do Comando Local de Greve.

De acordo com o ANDES-SN, o governo tenta anular a pauta de reivindicação dos sindicatos através da assinatura de um "acordo” com o Proifes, que representa apenas cinco universidades, desprezando as deliberações dos docentes em greve.

O presidente da ADUFPI, Mário Ângelo afirmou que um ato público acontecerá no dia 08 de agosto em frente a reitoria da Universidade Federal do Piaúí.


“Durante a assembleia todos os presentes manifestaram-se favoráveis a realização de um ato público para um esclarecimento sobre a continuidade da greve. Não só os estudantes devem comparecer, a sociedade em geral está convidada a entender os motivos que levaram 61 assembleias a rejeitarem as propostas apresentadas até agora”, destacou o presidente da ADUFPI.

Com a intensificação da greve nos próximo dias, os professores acreditam que um novo canal de negociação será aberto.

Fonte: ASCOM
  • Comentários

  • Facebook

Manoel Emílio

postado:
04/08/2012 - 09:46
São os chamados grevistas profissionais e oportunistas, assim como outros que "emperraram" a educação do Piauí, a exemplo desse tal de João de Deus, que tá mais para o diabo do que para santo, e que fez com que uma geração piauiense perdesse um ano letivo no governo de Alberto Silva, quando por oportunismo liderou uma greve de professores estaduais.
Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014