Thiago Ribeiro marca três e Cruzeiro vence o Nacional

Cruzeiro segue 100% invicto em casa na Libertadores

Cruzeiro segue 100% invicto em casa na Libertadores



O Cruzeiro manteve o 100% de aproveitamento em casa na Libertadores e construiu uma boa vantagem no jogo de ida das oitavas de final. O placar de 3 a 1 contra o Nacional (URU), nesta quinta-feira, no Mineirão, dá o conforto de poder até mesmo ser derrotado no Uruguai por um gol de diferença.

O jogo de volta será na próxima quarta-feira, em Montevidéu. O Nacional ainda decidirá se atua no Estádio Parque Central ou no Centenário.

O primeiro tempo teve um nome e uma só equipe: Thiago Ribeiro marcou três vezes e trucidou o ânimo dos uruguaios. Ele agora soma sete gols na Libertadores e iguala Kléber na artilharia da competição.

O primeiro gol foi logo aos sete minutos. O camisa 11 aproveitou a falha do zagueiro Coates e finalizou entre as pernas do goleiro Muñoz. Aos 22 minutos, o atacante, bem posicionado, cabeceou de forma certeira depois de assistência de Fabrício.

Em mais uma participação importante dos volantes, Henrique deu um lindo e preciso lançamento aos 41 minutos para deixar Thiago Ribeiro na cara do gol. O atacante não titubeou e aumentou a vantagem.

Para a etapa complementar, Adilson promoveu a entrada de Elicarlos no lugar de Fabrício. O volante retornou aos gramados após dois meses afastado por contusão.

O técnico Eduardo Acevedo viu uma boa melhora do Nacional em campo, que conseguiu fazer um gol. Regueiro, artilheiro do clube na Libertadores com agora cinco gols, recebeu na área, fintou Elicarlos e bateu no canto de Fábio.

Se parecia que o jogo complicaria para a Raposa, o jogo se mostrou tranquilo até o seu fim. O Cruzeiro teve mais posse de bola e tentou marcar o quarto, enquanto o Nacional se mostrava, pelas circunstâncias, contente com o resultado.

Aos 33 minutos, Thiago Ribeiro quase deixou a sua marca novamente com um belo chute longo. Mas o goleiro Muñoz se mostrou atento e fez a defesa. Depois, Diego Renan e Elicarlos também tentaram em bons chutes de fora da área. Muñoz salvou. Assim, a partida terminou 3 a 1 para o Cruzeiro de Thiago Ribeiro, que ao lado de seus companheiros, construiu uma boa vantagem para a Raposa avançar na Libertadores.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 3 X 1 NACIONAL (URU)

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 29/4/2010, às 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Hector Baldassi (Fifa-ARG)
Público/renda: 32.254 pagantes, R$ 759.000,00
Cartões amarelos: González, Lembo, Godoy e Ferro (NAC);
Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Thiago Ribeiro 7'/1T (1-0), 22'/1T (2-0) e 41'/1T (3-0); Regueiro aos 6'/2T (3-1)

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Gil, Leonardo Silva e Diego Renan; Fabrício (Elicarlos, intervalo), Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto (Guerrón, aos 30'/2T); Thiago Ribeiro e Kléber. Técnico: Adilson Batista

NACIONAL: Rodrigo Muñoz, González, Alejandro Lembo, Sebastián Coates, Christian Núñez; Gustavo Varela (Vera, aos 38'/1T), Óscar Morales (Pereyra, aos 36'/2T), Raúl Ferro, Maximiliano Calzada; Ángel Morales (Godoy, aos 24'/2T) e Mario Regueiro. Técnico: Eduardo Acevedo

Veja Vídeo:

Mais lidas nesse momento