Jatinho da CBF avaliado em R$ 47,5 milhões

O luxo de poder ter um avião para cruzar os céus foi avaliado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em seu balanço financeiro em R$ 47.525.000.

A aeronave escolhida e comprada pelo presidente da entidade Ricardo Teixeira foi a do modelo Cessna Citation Sovereign, que é capaz de fazer viagens internacionais e tem capacidade para operar em pistas curtas.

O Aeroteixeira tem autonomia de 5.200 quilômetros e é considerada a principal aeronave de sua categoria.

E o custo para manter a aeronave pode explicar, em parte, o aumento das despesas da CBF. Apesar de não ter revelado o valor de manutenção do avião, a entidade ainda precisa se preocupar em pagar uma tripulação, combustível, aluguel de hangar além de licenças.

A CBF não se pronunciou sobre a utilização da aeronave. Mas Teixeira poderá usá-la em seus deslocamentos pelo Brasil para a organização da Copa do Mundo de 2014.

Mais lidas nesse momento