Presidente do Bragantino é baleado em tentativa de assalto em São Paulo

Marco Chedid foi abordado por dupla armada em semáforo no bairro Perdizes, na capital. Durante a ação, ele foi baleado no pescoço e está hospitalizado.

O presidente do Bragantino, Marco Chedid, de 59 anos, foi baleado no pescoço em uma tentativa assalto na tarde desta quinta-feira (15) no bairro Perdizes, em São Paulo. Ele está internado em um hospital da capital. O estado de saúde não foi informado pela unidade.



Segundo o filho dele, Luiz Arthur Chedid, o pai foi abordado por criminosos em uma moto em um semáforo na avenida Sumaré. Os assaltantes queriam a carteira do presidente do clube.

O filho disse que Marco Chedid entregou a carteira, mas mesmo assim foi alvejado. Na fuga, os criminosos deixaram a carteira. Nada foi levado da vítima, que estava sozinha no veículo no momento da ação.

O presidente do Bragantino foi levado para o Hospital Samaritano na capital. De acordo com a família, ele vai passar por uma cirurgia para cauterização do ferimento e será submetido a outro procedimento para a remoção do projétil.

O filho disse que o quadro clínico do pai é estável e que ele está consciente. O G1 procurou o hospital, que não confirmou a informação.

O caso estava sendo registrado no 91º Distrito Policial em São Paulo até a publicação desta reportagem. Ninguém foi preso.

Bragantino
 
O Bragantino disputa a série C do Campeonato Brasileiro e vai jogar neste sábado (17) contra o Tombense, em Tombos.

Mais lidas nesse momento