Matheus Costa é efetivado como técnico do Paraná Clube até o fim do ano

Ademir Fesan é contratado como auxiliar

Acabou a novela da permanência ou não de Matheus Costa, que foi anunciado oficialmente como treinador do Paraná. Sua confirmação foi feita na tarde desta segunda-feira pelo presidente do clube, Leonardo Oliveira, e o diretor de futebol, Rodrigo Pastana. Também foi anunciado a contratação do auxiliar-técnico Ademir Fesan, que fará parceria com Tcheco.

Presidente e diretor de futebol do Paraná Clube confirmam Matheus Costa como treinador até o fim do ano (Foto: Gabriela Ribeiro)
Presidente e diretor de futebol do Paraná Clube confirmam Matheus Costa como treinador até o fim do ano (Foto: Gabriela Ribeiro)

- A aceitação do grupo era algo fundamental, mas o conhecimento do Matheus sobre metodologia e performance era fundamental nesse processo. Não poderíamos ter um treinador que não conhece a função, e ele conhece muito bem a função. Isso o respalda pra ser o treinador oficial do Paraná, disse o diretor de futebol, Rodrigo Pastana.

O Paraná é o primeiro time que Matheus Costa assume como treinador. Ele foi auxiliar-técnico do Paraná desde o início do ano e assumiu em meio à polêmica demissão de Lisca, que foi acusado por Leonardo Oliveira de agredir Costa enquanto era auxiliar-técnico.

Seu primeiro jogo foi contra o Atlético-MG, pela Primeira Liga. Na Série B, desde que assumiu, só sabe vencer contra Goiás (1 a 0), Londrina (2 a 1) e na goleada de 4 a 0 contra o Guarani, na última terça-feira, que solidificou o Tricolor na terceira posição e na briga por uma das vagas para a elite do futebol.
 
O agora treinador sempre demonstrou a intenção de ser efetivado, mas com o discurso de que estava à servido do Paraná Clube. Os jogadores do Paraná também afirmavam ter interesse que ele fosse mantido no projeto de acesso para a Série A.

- Eu vejo isso de uma forma natural devido aos resultados das últimas rodadas. O trabalho tem que permanecer o mesmo. Nunca me senti pressionado por estar de forma interina. O que a gente tem que pensar é o melhor do Paraná. Tranquilidade nunca vai ter, porque trabalhamos vendo o próximo resultado. Pra mim, não vai mudar nada. Aumenta a expectativa, mas a gente está bem preparado pra esse próximo jogo, disse ele entrevista na tarde desta segunda-feira.

Com Matheus Costa, o Paraná chega a seu quarto treinador diferente na temporada. O time começou o ano com Wagner Lopes, que recebeu convite do futebol japonês e deixou o clube para ser substituído em junho por Cristian de Souza. Sem os resultados esperados, o clube optou pela contratação de Lisca, que acabou deixando o clube em meio à polêmica.

Mais lidas nesse momento