Rueda: "É preciso ser inteligente e fazer escolhas acertadas"

Treinador projeta decisão da Copa do Brasil em entrevista coletiva no Mineirão

Ao término do treinamento que fechou a preparação rubro-negra para a grande final da Copa do Brasil, o técnico Reinaldo Rueda esteve presente à sala de imprensa do estádio Mineirão, onde concedeu entrevista coletiva. As condições físicas do atacante Éverton ainda inspiram dúvidas quanto à sua disponibilidade para esse importante confronto.

Sócio-torcedor tem mais Flamengo em vídeos da FlaTV Nação Rubro-Negra, com entrevistas exclusivas dos jogadores! Clique e sinta o orgulho de ser sócio-torcedor.

O camisa 22 participou das atividades desta terça-feira (26) e será monitorado até a hora da decisão para ter-se a certeza de quanto tempo suportará se for a campo diante do Cruzeiro. Rueda forneceu um panorama sobre os aspectos nos quais essa decisão será tomada.

"Felizmente, hoje o Éverton trabalhou normalmente. Foi seu primeiro treinamento com bola no campo, sem nenhum problema. Vamos esperar para vermos como assimila esse estímulo da segunda parte do treinamento. Amanhã tomaremos uma decisão se iniciará a partida ou se será alternativa. Vai depender de como estará se sentindo, se terá segurança psicológica e se não sentirá qualquer tipo de dor", comentou o treinador.

Um dos grandes nomes do Flamengo na temporada, o atacante demonstrou jogo após jogo seu papel fundamental no bom desempenho da equipe ao decorrer da temporada. Tanto indo às redes quanto servindo seus companheiros, a efetividade de Éverton e sua atitude de liderança em campo são características que agradam ao treinador colombiano, que falou sobre as qualidades do ponta-esquerda.

"É um jogador importante nas duas fases do jogo, tanto ofesiva quanto defensivamente. É muito generoso em seu esforço. Inteligente e com poder de desequilibrar uma partida. Espero que esteja bem. Se não puder atuar por todo o jogo, espero que ao menos tenha minutos para que seu talento possa dar aporte ao time", elogiou.

Responsável por proteger as traves do Mais Querido na partida, Alex Muralha vem recebendo o carinho dos torcedores durante os períodos que antecedem a decisão. No entanto, o apoio não se restringe apenas à Nação. A confiança e o incentivo também são transmitidos por seus companheiros de time diariamente, atitude que não seria diferente em mais um confronto fundamental na campanha do Rubro-Negro em 2017.

"Penso que o Muralha é um goleiro com experiência. Como todos os goleiros do mundo, teve jogos bons e ruins, mas confio em suas condições e no seu trabalho. Ele está fortalecido por toda a equipe e motivado. Não haverá situação desvantajosa pela exigência de enfrentar um grande rival nessa decisão, como é o Cruzeiro", ressaltou o colombiano.

Na sequência da conversa com os jornalistas, Rueda projetou a grande final contra o Cruzeiro, tecendo comentários baseados em sua vasta experiência em decisões. Dentre outros assuntos, o técnico também minimizou qualquer influência da torcida adversária no Mineirão, frisando os pedidos de concentração no que ocorrerá dentro das quatro linhas por parte dos atletas.

Veja outros trechos da entrevista coletiva de Reinaldo Rueda:

Alternativas na equipe
Normalmente fazemos esse treinamento individualmente, ainda mais quando um jovem tem a oportunidade de ser titular. Com Paquetá foi gratificante. Fico muito feliz com o comportamento do Lucas. Por seu caráter, maneira de jogar e qualidade técnica. É uma alternativa, já que Lucas pode jogar de meia e centroavante. Se adapta muito bem às situações. Também é muito generoso em campo. Está sempre bem rodeado por Réver, Paolo, Diego, Juan, que sempre lhe dão confiança. Se ele tiver que atuar, será positivo.

Decisão
Esses jogos são muito equilibrados, muito intensos. Os rivais escreveram lindos caminhos e chegaram aqui com méritos o suficiente. É preciso ser inteligente e fazer escolhas acertadas. As decisões precisam de intensidade, uma mente forte e um corpo forte para suportar a pressão e saber ser campeão. A diferença vai se dar para a equipe sabe que aproveitar melhor as oportunidades.

Comandar no Mineirão
Sempre houve muito afeto e respeito pela trajetória dos colombianos no estádio. Significou muito para nós durante a Copa do Mundo. Creio que sejam lembranças importantes, tanto para o futebol mundial quanto para o brasileiro. Esperamos que para o Flamengo também.

Virtudes do adversário
Em todas as equipes há uma consideração com relação aos jogadores que atuam em posições importantes. É mérito dos clubes e das equipes por esse caminho. Enfrentaram jogos muito difíceis para chegarem a essa posição. Como treinador, foco sempre no aspecto coletivo. O Cruzeiro tem uma grande história, vive um grande momento, tem um grande técnico e um grande trabalho.

Mentalidade vencedora
Todas as situações são diferentes, todas as equipes são diferentes. Como corpo tecnico, estamos trabalhando para fazer um grupo forte, com o espírito vencedor. Vamos por esse caminho, estamos construindo essa mentalidade. É isso que marca as grandes equipes do mundo. Pensar em ganhar sempre.

Atuar nos domínios do adversário
Se pode assimilar esse ambiente para o bem, pela festa de futebol, um estádio lotado e vibrante. Acontece ao nosso favor e contra nós. Para nós, como visitantes, temos que focar toda a nossa atenção para o campo, onde são 11 contra 11. Temos que deixar à parte a festa nas arquibancadas. Precisamos ter concentração total na partida e utilizar esses fatores para nosso bem.

Crescimento da equipe
Em todas as equipes grandes passam por essa situação. É um time de grande qualidade técnica, com muita experiencia e com uma grande trajetória. Tem que haver esse comportamento competitivo e evitar o excesso de confiança, com o pensamento em cada jogo. A equipe está melhorando, principalmente nesses jogos mais importantes. Contra o Botafogo e contra o Cruzeiro, o Flamengo mostrou essa raça. Estamos sabendo competir em alta intensidade.

Contribuição de Zé Ricardo
Temos que saber que esse é um caminho e estou dando continuidade ao trabalho do professor Zé Ricardo, que tem muitos créditos por estarmos onde estamos agora. Espero que a torcida possa comemorar esse título. Eu, como estrangeiro, sou muito grato a Deus por estar no Flamengo e em uma situação como essa. É uma grande felicidade. Dependemos da condição, dos projetos, e trabalhamos duro para isso.Sseria uma grande satisfação para a torcida e para nós, como estrangeiros, conquistarmos isso com o Flamengo.

Paixão da Nação
É algo cultural do brasileiro. Todos vivem com muita intensidade, com muita paixão. No Rio de Janeiro não é diferente, com a paixão do torcedor do Flamengo. Evito estar muito na rua, mas sempre há a exigencia de querer que se ganhe sempre, a preferência pelos jogadores, mas isso é normal. Estamos em uma equipe grande, com torcida grande como o Nacional, e é uma honra. No Flamengo é multiplicada por três a maneira como se vive uma situação como essas.

Mais lidas nesse momento