Em noite de recordes, Réver valoriza resultado e mira o São Paulo

O capitão rubro-negro quebrou marcas pessoais com os dois gols na Ilha

Os dois gols de Réver contra o Bahia ajudaram o Flamengo a construir uma importante goleada e conquistar mais três pontos no Brasileirão, mas além disso impulsionaram o capitão rubro-negro na quebra de recordes individuais. Ao balançar as redes na noite de ontem (19), o zagueiro alcançou, de uma vez só, três marcas: maior zagueiro-artilheiro da história dos pontos corridos, maior zagueiro-artilheiro da atual edição e a maior pontuação de um zagueiro no Cartola FC em 2017.

Jogado no formato de pontos corridos desde 2003, o Brasileirão tinha até ontem Antônio Carlos como o maior zagueiro-artilheiro com 28 gols, seguido por Leonardo Silva, Índio e Réver com 27. Ao completar para a rede a escorada de Guerrero, o capitão igualou a marca. Ao fazer um golaço de cabeça na sequência assumiu a artilharia histórica.

"Fico feliz pelos gols que tenho feito com a camisa do Flamengo, na saída do campo eu disse que todo jogador tem objetivos, metas individuais a serem alcançadas. Estipulei uma meta esse ano e tenho a felicidade de estar próximo, mas ainda não consegui. Sempre coloquei esses objetivos na minha carreira e espero alcançar, não só individualmente, mas coletivamente, para quando chegarmos em dezembro estejamos todos felizes", destacou.

Apesar de rigoroso com os próprios objetivos, Réver ainda assumiu a artilharia entre zagueiros na atual edição do campeonato: são cinco gols, um a mais que Kanu, do Vitória. Para completar, o camisa 15 atingiu a maior pontuação de zagueiro no Cartola FC em 2017: 20.80 (dois gols, uma falta sofrida, três roubadas de bola, um passe errado e uma falta cometida).

Agora, o foco é o jogo contra o São Paulo, no próximo domingo (22), às 17h, no Pacaembu. Partida difícil, contra uma equipe que ainda luta para escapar da parte inferior da tabela, como destacou Réver.

"O Campeonato Brasileiro é interessante por isso. Chega um momento que você não tem como escolher jogo até porque o nível é elevado. Será um jogo difícil contra o São Paulo, mas temos que chegar lá e fazer um jogo competitivo e conquistar o três pontos. Vamos com muita gana em busca do resultado positivo", finalizou.

Mais lidas nesse momento