Réver visita Fla Memória e deixa troféu da Taça Guanabara na exposição

Capitão esteve no clube nesta terça-feira e andou pela exposição na Gávea

A manhã de terça-feira (20) foi de visita especial no Fla Memória. Capitão rubro-negro, o zagueiro Réver esteve na sede social do clube na Gávea para entregar o troféu da Taça Guanabara ao acervo da exposição. Ele ainda encontrou sócios-torcedores e o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

"É sempre bom iniciar o ano com título. Estamos muito felizes por essa conquista, sabemos que pode ser a primeira de muitas nesta temporada. Temos competições importantes, vamos nos dedicar e doar ao máximo em busca desses títulos para que tenhamos um ano muito proveitoso. Nada melhor do que ter um ano bom com taças. Agora temos uma sequência no Campeonato Carioca, lutando pelo título dele de fato, e pensando também na Libertadores", afirmou sobre a primeira conquista de 2018.

Foto: Comunicação/Flamengo
Foto: Comunicação/Flamengo

Com foco total na Taça Rio e na estreia da Libertadores, Réver garantiu que o Mais Querido está pronto. "Precisamos estar sempre preparados. As oportunidades aparecem e devemos estar aptos a agarrá-las para não corrermos risco de eliminação como aconteceu ano passado. Todos estão muito concentrados para que, já na quarta-feira que vem, possamos dar o nosso melhor como estamos fazendo agora. Queremos a perfeição na estreia na Libertadores diante de uma grande equipe para termos uma boa sequência e um ano maravilhoso, que é nosso principal objetivo", disse.

Com um título no currículo e uma grande carreira, Réver será um dos jogadores com mais experiência no time do Flamengo na Libertadores. Dividindo o campo com muitos promissores Garotos do Ninho, o capitão sabe da importância de todos estarem em sintonia.

"Sou um dos jogadores experientes, mas temos outras peças que sabem lidar muito bem com essa situação. A garotada toda está querendo e mostrando interesse não apenas dentro de campo, mas fora também. Eles querem aprender várias situações para chegar nas partidas e saberem exatamente o que tem que fazer. É tentar conversar ao máximo para que, em momentos de dificuldade, possamos até olhar um para o outro e saber o que deve ser feito. Assim sabemos que chegaremos longe nas competições", afirmou.

Projetando a temporada e comentando sobre o início de trabalho ao lado do técnico Paulo César Carpegiani, Réver disse que espera um ano positivo, além de enxergar uma equipe que já mostra características do novo comandante.

"As expectativas são as melhores possíveis sempre, principalmente aqui no Flamengo. É um time de tradição, que entra sempre forte nas competições e esse ano não será diferente. Nas sete partidas que disputamos esse ano, o Carpegiani já colocou o time com a cara que gosta. É uma equipe muito aguerrida no setor defensivo e leve do meio para frente. Isso já surtiu efeito e espero que possamos dar essa continuidade ao longo do ano", comentou.

Durante a visita pelo Fla Memória e a entrega da taça ao acervo da exposição, o capitão foi acompanhado pelo presidente Bandeira de Mello e por sócios-torcedores que resgataram pontos pela experiência. "É uma coisa que ficará gravada para sempre na minha memória. São esses momentos que tanto buscamos. Ser acolhido por uma torcida maravilhosa, o presidente do clube se dispondo a vir atender. São coisas que não se compram. Ter esse reconhecimento não apenas do torcedor, mas também da diretoria é muito bom. Espero que seja dessa maneira ao longo da minha trajetória no Flamengo e com muitas taças", completou Réver.

O Flamengo volta a campo já nesta quarta-feira (21), quando encara o Madureira, às 19h30, no estádio Nilton Santos.

Mais lidas nesse momento