Técnico do Manchester City avisa Tévez que, se está descontente, deve sair

O técnico do Manchester City, Roberto Mancini, deixou aberta a possibilidade da saída do atacante argentino Carlos Tévez e advertiu o jogador, com passagem pelo Corinthians entre 2005 e 2006, que se não está contente deve deixar o clube, segundo informou a imprensa britânica nesta sexta-feira.

“Tévez tem todavia quatro anos de contrato, mas se não está contente, seria melhor que mudasse de equipe”, afirmou o treinador italiano em resposta às críticas recentes do atacante argentino sobre seus métodos de treinamento.

Roberto Mancini também passou a sua posição para os outros jogadores no clube que teve a saída do atacante Robinho por empréstimo ao Santos quando o brasileiro soube que teria poucas chances de atuar com o treinador na temporada.

“É importante que quando um treinador e um jogador trabalham em equipe que estejam contentes. Se não estão, não é bom para o clube, para a equipe e nem para o jogador. Não se trata apenas de Tévez, mas de todos os jogadores”, afirmou Mancini.

“Não sei se Carlos Tévez está infeliz, mas teria de estar assim, pois temos três partidas importantes pela frente. Para os jogadores, é um momento crucial, precisam colocar tudo o que têm no campo de jogo”, disse o treinador italiano.

No final da última temporada, Tévez deixou de forma polêmica o Manchester United para acertar com o maior rival do clube, o Manchester City. A saída de Tévez do Corinthians para atuar no West Ham em sua primeira temporada na Inglaterra também foi conturbada.

Mais lidas nesse momento