Acusado de abuso sexual, técnico é afastado da seleção masculina

Segundo jornal, ginasta menor de idade teria acusado Fernando Lopes de abuso. Diego Hypolito, também treinado pelo acusado, passa a treinar com Marcos Goto

Técnico da seleção brasileira masculina de ginástica artística, Fernando de Carvalho Lopes foi afastado do cargo após ser acusado de abuso sexual. O caso teria acontecido com um ginasta menor de idade, que treinava com o acusado. As informações foram publicadas primeiramente pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Fernando Lopes foi afastado do cargo de treinador da seleção de ginástica CBG
Fernando Lopes foi afastado do cargo de treinador da seleção de ginástica CBG

O Ministério Público de São Paulo investiga a acusação, que tramita em segredo de Justiça em promotoria de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O ginasta, além de um outro atleta da seleção brasileira, já teria prestado depoimento. Em contato com o jornal, Fernando negou a acusação e disse estar em consciência tranquila.

- Por enquanto não tenho nada, não sei de nenhuma denúncia feita. Nenhum advogado meu localizou nada sobre isso – afirmou.

O técnico já foi afastado da seleção, assim como do ADC São Bernardo, clube no qual trabalhava. Em entrevista ao GloboEsporte.com, Leonardo Finco, coordenador da seleção masculina, afirmou que o afastamento foi para proteger o treinador e a equipe, às vésperas da Olimpíada do Rio. Fernando, no entanto, continua vinculado à Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

- (O afastamento) é para que tudo possa ser esclarecido em relação às acusações e para proteger o trabalho da equipe. O afastamento dele é para que o ambiente possa ficar tranquilo e para que o Fernando possa ver essas suas questões pessoais. Não tenho informações sobre o caso. Então, é para a proteção de todos – afirmou.

Fernando também comandava os treinos de Diego Hypolito, titular da seleção, e de Caio Souza, reserva da equipe. Durante a viagem do técnico com o grupo para a Suíça, Hypolito passou a treinar com Marcos Goto, treinador do campeão olímpico Arthur Zanetti. Por conta do caso, o ginasta seguirá a preparação para a Olimpíada com Goto, enquanto Caio treinará com a seleção.

- Quando fomos fazer um treinamento na Suíça, o Diego não participou. Como o Goto foi o único a ficar no Brasil, Diego já vinha treinando com ele. Então, vai dar continuidade ao trabalho – explicou.

Fernando Lopes esteve na delegação brasileira no Mundial de 2015 ( Foto : Ricardo Bufolin/CBG)
Fernando Lopes esteve na delegação brasileira no Mundial de 2015 ( Foto : Ricardo Bufolin/CBG)

De acordo com Finco, a CBG ainda aguarda maiores informações para tomar uma posição definitiva sobre o caso. Na tarde desta sexta-feira, a entidade confirmou o afastamento em nota oficial (confira no fim da matéria).

- A Confederação ainda aguarda, assim como eu, maiores informações. Vamos aguardar para que possamos tomar atitudes permanentes.

Hypolito, Zanetti, Arthur Nory, Sérgio Sasaki e Francisco Barretto Júnior formam a equipe olímpica titular da seleção. Caio Souza e Lucas Bittencourt são os ginastas reservas.

Nota oficial da CBG

"A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) vem por meio desta informar o afastamento preventivo do técnico Fernando Carvalho, em virtude do fato noticiado e notório desligamento da AD São Bernardo, considerando a motivação da suspensão e a eventual impossibilidade de comparecimento aos locais de treinamento, inviabiliza o desenvolvimento regular das suas atividades perante a Seleção Brasileira de Ginástica Artística Masculina. 

A CBG outrossim esclarece que a medida é cautelar para que o profissional possa se dedicar à sua defesa e até que haja pleno esclarecimento dos fatos".

Mais lidas nesse momento