Pela Conmebol Libertadores, Vasco encara o Racing no El Cilindro

O treinador Zé Ricardo relacionou 20 jogadores para o confronto

Campeão sul-americano nos anos de 1948 e 1998, o Vasco da Gama tem como grande objetivo na temporada de 2018 a conquista do Tricampeonato da América. Para manter o sonho vivo, entretanto, o Gigante da Colina precisa conquistar um bom resultado na terceira rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores. Nesta quinta-feira (19/04), às 19h15, o Cruzmaltino mede forças com o Racing (ARG) no Estádio Presidente Perón.

Para o duelo contra o clube que abriu as portas para o futebol argentino no exterior, o Almirante não poderá contar com o atacante Paulinho, que segue entregue ao departamento médico em virtude de uma lesão no cotovelo esquerdo. A boa notícia fica pelo retorno do experiente zagueiro Erazo, que não pôde atuar na estreia do Campeonato Brasileiro por pertencer ao Atlético Mineiro, adversário na primeira rodada.

Erazo e Evander durante reconhecimento no El Cilindro- Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
Erazo e Evander durante reconhecimento no El Cilindro- Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

O treinador Zé Ricardo relacionou 20 jogadores para o confronto com os Alvicelestes. Dois desses atletas, o volante Leandro Desábato e o atacante Andrés Ríos, são argentinos e conhecem muito bem a força do Racing atuando em casa. A expectativa é de que o El Cilindro receba um público de aproximadamente 40 mil pessoas. A imensa torcida cruzmaltina estará muito bem representada no local, tendo em vista que mais de mil bilhetes negociados para seguidores da Cruz de Malta.

Dirigido por Eduardo Coudet, o Racing lidera o Grupo 5 da Conmebol Libertadores, porém não atravessa o seu melhor momento na temporada. A equipe argentina não vence há quatro partidas. O período sem resultados positivos, entretanto, não diminui o alerta de todos no clube de São Januário. O trio ofensivo composto por Centurión, Lisandro López e Lautaro Martínez foi exaltado pelos atletas do Gigante da Colina nos últimos dias. O último, inclusive, foi o grande destaque do clube do bairro de Avellaneda diante do Cruzeiro.

Ao longo da história, Vasco da Gama e Racing Club se enfrentaram oito vezes. O retrospecto é favorável ao Almirante: duas vitórias, cinco empates e uma derrota. O último encontro no El Cilindro ocorreu na temporada de 1997, pela Supercopa da Libertadores, e o Cruzmaltino ganhou por 3 a 2. Embora tenham ocorrido apenas três partidas, o Gigante da Colina jamais perdeu para o Alviceleste em Avellaneda.

Mais lidas nesse momento