Dudu Camargo derruba 80% da audiência e é dispensado de rádio

Dudu Camargo, o “pupilo de Silvio Santos”, como diz o material elaborado pelo departamento comercial da Super Rádio de São Paulo (AM 1150), foi dispensado da estação depois de registrar uma audiência 80% menor no horário que ocupava desde junho, o das 20h às 22h de segunda a sexta-feira, e faturamento publicitário “zero”, de acordo com o diretor da rádio, Luiz Carlos Patrício.

O apresentador Dudu Camargo nos estúdios do SBT (Leo Martins/VEJASP)
O apresentador Dudu Camargo nos estúdios do SBT (Leo Martins/VEJASP)

“Nas redes sociais, ele foi maravilhosamente bem, tinha 40.000 views a cada momento, Instagram e Face estourando, mas na audiência do rádio, não. A audiência caiu violentamente”, conta Patrício. “Caiu 80%. A rádio tinha cerca de 12.000 ouvintes por minuto nesse horário e hoje está em 2.000 e pouco.”

Questionado se Dudu também derrubou a receita publicitária nessa faixa, Patrício disse “lógico”. Mas, segundo o diretor, faturar não era o objetivo principal ao chamar Dudu para o elenco da rádio, mas tentar rejuvenescer e modernizar o público, o que não aconteceu. “O faturamento foi zero. Antes, a gente ainda faturava alguma coisa nesse horário, que não é o principal do AM, o horário nobre do AM é das 6h às 14h”, conta. “Mas em nenhum momento, a gente se preocupou com isso, porque a gente queria encontrar um novo caminho para a audiência, e não conseguiu.”

Para Patrício, o problema foi o conteúdo do programa, e a forma como era apresentado, por vezes de modo “apelativo” e com palavras “‘chulas”, o que desagrada ao público principal da rádio AM, o de mulheres com 25 anos ou mais. “Dudu Camargo é realmente um grande showman. Você abre o microfone e ele dá um show. Mas rádio AM são mulheres a partir de 25 anos, que não estão acostumadas com esse estilo. O programa muitas vezes chegava a ser apelativo, tinha fofocas, palavras mal colocadas, algumas chulas, um conteúdo diferente do entretenimento para dona de casa.”

Mais lidas nesse momento