RSS
Twitter
WhatsApp do Portal AZ86 9981.8563

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Busca
publicidade

Em Petrolina, dois casos suspeitos de Chikungunya são monitorados

21/11/2014 • 19:45
O primeiro resultado do exame foi negativo para os dois casos suspeitos da febre Chikungunya em Petrolina, no Sertão pernambucano. De acordo com Secretaria de Saúde da cidade, os pacientes ainda serão monitorados e o exame deve ser repetido no dia 1º de dezembro. No município, já foi confirmado um caso da febre. Mas, além desses casos, outros dois pacientes terão material biológico coletado na próxima semana.

A diretora de Vigilância em Saúde de Petrolina, Catarina Supino, disse que será respeitado o protocolo exigido pela Secretaria de Saúde de Pernambuco e o exame será refeito em 15 dias. “Os dois casos suspeitos deram não reagente, mas vamos monitorar os pacientes por pelo menos três meses”, afirma Catarina.

Quanto ao caso confirmado, a diretora de Vigilância relata que a paciente encontra-se ainda com dores. Ela é moradora do C1, do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, que fica na Zona Rural da cidade. “Ela tem tomado os medicamentos e tudo indica que já evoluiu para um caso crônico”, destaca.

Segundo Catarina Supino, entre as diferenças da Dengue e a Chikungunya é o período de duração da doença. “Enquanto a dengue dura cerca de sete dias. As pessoas com Chikungunya pode evoluir para forma crônica e ficar até dois anos com dor. Os grupos de risco são crianças menores de um ano e idosos. O risco de morte é mais baixo que é o da dengue”, salienta a diretora.

G1
  • Comentários

  • Facebook

COMENTE

Seja o primeiro a comentar

Últimas Notícias
próximo anterior veja mais notícias
COMPARTILHE COM AMIGOS
ENVIE SEU COMENTÁRIO

Os comentários feitos por leitores são de inteira responsabilidade de seus autores.
O Portal AZ não responde pelo conteúdo postado nesse espaço.

portal az - Informação de Verdade
Todos os direitos reservados © 2000 - 2014