Pescadores processam a BP por vazamento de petróleo

Os criadores de camarões de Louisiana (sul), cujo litoral se vê ameaçado por um vazamento de petróleo da plataforma da empresa BP, abriram um processo para obter uma indenização de cinco milhões de dólares.

A queixa coletiva por negligência e contaminação foi apresentada na quarta-feira à noite.

A plataforma Deepwater Horizon, administrada pela petroleira britânica BP e propriedade da firma Transocean, continha 2,6 milhões de litros de petróleo e extraía cerca de 1,27 milhão de litros por dia.

Depois de uma explosão em 20 de abril, a plataforma afundou no mar depois de 48 horas.

As autoridades americanas e a BP calculam que o vazamento de petróleo é de 5.000 barris por dia (800.000 litros).

Mais lidas nesse momento