Procuradora suspeita de agredir menina pode pegar 13 anos de prisão

A polícia do Rio indiciou nesta quinta a procuradora de Justiça aposentada, suspeita de agredir uma menina que ela pretendia adotar. A procuradora tinha a guarda provisória da criança.

Vera Lúcia Gomes prestou depoimento por duas horas. Um laudo do Instituto Médico Legal mostrou que a menina, de apenas dois anos, sofreu agressões em datas diferentes e em várias partes do corpo.

Vera Lúcia negou as acusações de agressão física, mas admitiu que xingou a criança. Ela foi indiciada por tortura qualificada e racismo, por causa de ofensas que teria feito aos ex-empregados, e pode pegar até 13 anos de prisão.

Mais lidas nesse momento